Comentarios de lectores/as

Lopes

Vitor das Neves (2018-08-04)


empreiteira para construção de casasEla adquiriu uma unidade no Residencial Del Fiori, em Aguas Claras (DF) e pagou R$ 18.219,55 de entrada. Em nenhum momento lhe foi informado qualquer pagamento para corretor, eis que usualmente esta despesa é do vendedor. Para sua surpresa, alguns dias depois foi chamada para assinar contrato e nele veio então constando que valor da compra e venda seria de R$ 533.887,95 e que valor dado não seria sinal e sim comissão paga aos corretores empregados da construtora, serviço que a consumidora não tinha contratado.

Vê-se, pois, que, nos casos construção de imóveis e obras de engenharia em geral, inclusive sob a forma de subempreitada, execução de projetos e serviços de paisagismo, bem como decoração de interiores, a contribuição previdenciária patronal não estará incluída no DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), devendo ser recolhida segundo a legislação prevista para os demais contribuintes ou responsáveis, ou seja, a empresa optante pelo Simples Nacional deve recolher a contribuição previdenciária patronal de forma semelhante às empresas tributadas com base no lucro real, presumido ou arbitrado, via GPS, atualmente administrada pela Receita Federal do Brasil. A diferença é que a empresa optante pelo Simples Nacional não incluirá na GPS as contribuições de terceiros.

acompanhamento de obra é um serviço da engenharia que serve para você não correr risco de extrapolar os custos no orçamento. Trata de um trabalho muito empregado na construção civil, pois analisa todas as etapas de execução como prazos de entrega, materiais e produtividade dos serviços prestados.

De acordo com a Lei no 9.959-2000 e Ato Declaratório SRF 35, DOU de 23-05-2000, passam a ser aplicados a pessoa jurídica incorporadora os mesmos procedimentos e prazos de levantamento de demonstrações contábeis e apresentação de declaração de rendimentos das empresas incorporadas, conforme citado acima (Lei no 9.249-95 em seu art. 21 e a Lei no 9.430-96, art.1o, § 1o), exceto se as pessoas jurídicas, incorporadora e incorporada, estivessem sob mesmo controle societário desde ano-calendário anterior ao do evento.

A escola, como lugar social, deve ser pensada não somente como um reflexo de funcionamento da sociedade e da economia em si, mas principalmente deve ser vista como um ambiente de trabalho, onde seu principal foco é produzir conhecimentos, não apenas reproduzir. Ela construirá conhecimentos na medida em que possibilita recursos e relações com e ao professor.

Sabe-se, então, que a escola possui um papel importante no desenvolvimento da práxis pedagógica do professor; com isso, abaixo será mencionada a importância e relevância da escola como fator essencial para entendimento dos processos sociais na prática docente.

Dependendo do professor, a logística de locomoção desse profissional ao seu posto de trabalho pode ser bastante estressante caso dependa de transporte público. Muitos deles moram muito longe e sofrem com trânsito cada vez mais longo. Com isso, mesmo tem que acordar cedo para ir ao seu trabalho, contudo, que se distingui nesse aspecto a profissão da docência de outras profissões é que professor tem que ser primeiro a chegar a seu trabalho, existem alunos que esperam para iniciar dia letivo. Geralmente, os professores ao chegarem no ambiente da escola, ficam em contato com os outros profissionais ou preparando seu material para início da aula. A rotina de trabalho do professor se torna um ciclo de atividades repetidas e estabelecidas.

Este trabalho é resultado da pesquisa sobre trabalho docente e quais as relações que mesmo possui com processo de ensino-aprendizagem. interesse por essa temática veio de uma inquietude durante os estágios e a algumas visitas feitas à escola no decorrer da trajetória na universidade. que foi proposto investigar não diz respeito somente às dificuldades que professor enfrenta na escola e na sala de aula, mas, sobretudo, como elas podem interferir no processo de ensino-aprendizagem. A relevância dessa pesquisa, além de maximizar as discussões no campo científico sobre trabalho docente, principalmente professor da escola pública, articula um outro olhar sobre ele, sobre sua prática e ação pedagógica.

RESUMO: A teoria dogmática que propõe uma teoria pura do Direito, construtora de sobrados de conceitos jurídicos universais, desvinculados de quaisquer aspectos temporais, espaciais, históricos , religiosos etc., preconizada por Ihering e Hans Kelsen; a teoria Zetética que se desenvolveu através de Theodor Viehweg , para quem a pesquisa científica do Direito deveria problematizar seus conceitos, comparando-os aos fatos, valores, fins, tradições etc; a Teoria Crítica prega que estudo do Direito deve ser visualizado como meio de mutação social, buscando enfrentar as ideologias opressoras e exploradoras das classes mais humildes. A vertente crítica parte do pressuposto de que Direito é um meio de opressão das classes burguesas e que aos operadores do Direito cabe procurar a justiça sem cessar, através da interpretação das fontes formais.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/