Coleta, conservação e multiplicação de recursos genéticos em animais silvestres: o exemplo dos cervídeos

J. M. B. Duarte

Resumen


A fragmentação e perda de habitat está levando muitas espécies a perda de diversidade genética e heterozigose, que pode afetar negativamente a sustentabilidade das populações. Os programas de conservação em cativeiro podem ser utilizados como garantia da manutenção dos alelos e suas frequências nas populações selvagens, mas o cativeiro também é afetado negativamente pela seleção não intensional, que desvia as frequências alélicas e pode levar a perda de alguns alelos. Dessa maneira, o advento das tecnicas artificiais de reprodução são fundamentais para assegurar às populações possibilidade de manutenção da variabilidade genética. Para que isso seja possível, os projetos que estudam espécies ameaçadas devem urgentemente garantir a conservação do germoplasma “in vitro”, o que significaria obter uma radiografia do status genético de cada uma das  populações e conservá-lo para poder inseri-lo futuramente nas populações.


Texto completo: PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.

Comentarios sobre este artículo

Ver todos los comentarios


Creative Commons License
Este trabajo está licenciado bajo la licencia Creative Commons Attribution 3.0 .

.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/