Comentarios de lectores/as

Dr. Paulo Maciel

Alícia Fernandes (2018-08-26)

En respuesta a INTOLERÂNCIA À LACTOSE - Sintomas E Tratamento

lactaseIII. À proporção que a glicose circulante atinge o seu valor basal, o pâncreas secreta o hormônio glucagon, iniciando o período pós-abortivo, no qual a glicemia será mantida pela degradação do glicogênio hepático. IV. Se as reservas de carboidratos do corpo humano estiverem abaixo do normal, a glicólise, oriunda dos triglicerídeos dos músculos esqueléticos, será a única rodovia apto de preservar a glicemia em níveis satisfatórios. A lactose é um açúcar presente no leite e seus derivados. Em alguns adultos, a deficiência da enzima lactase, presente nas microvilosidades intestinais, provoca o acrescentamento dos níveis desse açúcar quando ingeridos alimentos funcionais lácteos. Nestas ocorrências, a lactose passa a ser digerida na lactase bacteriana presente pela flora intestinal, causando inchaço e diarreia.

Como o médico faz o diagnóstico? Freqüentemente a intolerância à lactose é sugerida na história clínica, principalmente no momento em que os detalhes são estabelecidos e particularmente perguntados. A perda de sintomas após várias semanas de dieta livre de lactose serve como teste diagnóstico/ terapêutico. O Teste de Tolerância à Lactose é o usado no nosso meio, já que não dispomos do Teste Respiratório, tido com o mais sensível e com toda certeza o mais simples dos métodos. Entre nós, o paciente recebe para beber um copo d'água contendo de cinquenta a 100 g de lactose e lhe é tirado sangue 4 a 5 vezes no espaço de duas horas. AMILASE SALIVAR: Também é secretada pelas glândulas salivares e também age sobre o amido. PEPSINA: Produzida pela própria parede do intestino, ela age sobre isto as proteínas. Teu melhor desempenho acontece em pH ácido. A pepsina é produzida numa maneira inativa, o pepsinogênio, que ao entrar em contato com o HCl (ácido clorídrico) se torna ativo e vira a pepsina.

O Creme de quatro Queijos Mrs Taste é um molho incrível no mercado, impecável pra substituição do queijo comum e requeijão. Ele possui todo o sabor do queijo, com ZERO calorias, ZERO gorduras e com um teor de sódio abaixo de um queijo comum. É adicionado de Sal Rosa do Himalaia, que contém os mesmos oitenta e quatro minerais e elementos que são encontrados no corpo humano. Logo, a elevação da glicose sanguínea é somente discreta nestes pacientes. Em geral, não é necessário nenhum tratamento medicamentoso pra intolerância à lactose. A redução do consumo de laticínios costuma ser suficiente na maioria dos casos. Alguns pacientes toleram queijos e margarinas e necessitam suspender somente o leite justamente dito. Gravidez: as condições do Programa de Cautela da Gravidez precisam ser cumpridas pra todos os pacientes, a menos que haja evidência confiável de que o paciente não tem potencial pra engravidar. Doenças cardiovasculares: os pacientes com fatores de traço populares para infarto do miocárdio ou tromboembolismo necessitam ser cuidadosamente monitorizados. Neutropenia e trombocitopenia: o hemograma completo deve ser feito cada semana no decorrer das primeiras 8 semanas de tratamento e mensalmente pra monitorizar as citopenias.

Ele conta que existe ainda um teste genético, em que os genes do paciente são estudados pra saber se existe carga para a intolerância, todavia este diagnóstico está acessível em pouquíssimos lugares no Brasil. O especialista ressalta que existe diferença entre intolerância alimentar e alergia, que é uma reação imunológica descontrolada do organismo a alguma substância. Para quem tem intolerância à lactose e faz charada de continuar consumindo derivados do leite, Barbuti explica que existem no mercado comprimidos de lactase. Porém, somente 0,6% dessa porção é proteína, o que significa que são necessários 229 litros de leite pra fornecer um kg de whey protein de baixa qualidade. Ou melhor, obter bons níveis de whey protein por meio do consumo de leite de vaca in natura é inadmissível. Por esse caso, a suplementação é a melhor proporção. Outro fator a ser considerado é chamado de intolerância à lactose - carboidrato presente em grande concentração no leite. A hidrólise da lactose ocorre por ação da lactase presente nas microvilosidades intestinais, sendo convertida em galactose e glicose.

Em geral, as enzimas são moléculas proteicas associadas a outra substância não-proteica, chamada de coenzima ou radical prostético. No centro da enzima há uma localidade chamada de sítio ligeiro, qualificado de se encaixar nos reagentes ou substratos e tornar mais fácil a reação entre eles. Esse sítio dinâmico é específico, funcionando como um sistema chave/fechadura. Como saber se sou intolerante à lactose? As pessoas que são muito sensíveis à lactose conseguem não ser capazes de digerir até já alguns goles de leite. Dessa maneira, se você é intolerante à lactose em um grau complicado, porventura você imediatamente percebeu isto. Para a maioria das pessoas, são necessárias 12 gramas de lactose pra que os sintomas comecem a mostrar-se. Os dissacarídeos da nossa alimentação para serem absorvidos no Intestino Delgado precisam de ser desdobrados em 2 monossacarídeos. A não absorção destes dissacarídeos podes produzir diarréia, angústia abdominal e leva à criação de gazes no cólon. 1 - A Deficiência de Lactase podes ser genética bem que sejam raras as crianças que nascem sem a competência de produzir lactase. A Alactásia, ausência total de lactase é bastante rara e aparece logo no recém-nascido.

Respuestas

Pra Que As Ruas Salvem

Alícia Fernandes (2018-09-22)

Dica compartilhada por Natalia Dourado. "A socorro de uma nutricionista para a escolha desses alimentos pela fase inicial de adaptação é de extrema seriedade. Outra dica é se observar a... Leer más

LACTOSE X PROTEÍNA DO LEITE

Alícia Fernandes (2018-10-10)

suplementos alimentaresA palavra lactose possui uma classificação gramatical sendo um substantivo feminina. Referida frase detém 06 letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: a e o, imediatamente... Leer más



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/