Comentarios de lectores/as

Devido à Prevalência Desta Situação Na População Mundial

Pedro Benício Martins (2018-08-15)

En respuesta a Enzimas, Proteínas, Atividade, Tipos, O Que São Enzimas

Chega ao ponto de eu nao consumir o hambúrguer do Mac donalds por encontrar o pao insuportavelmente açucarado. Muito obrigado a possível resposta! Bastante possivelmente você é portadora de uma doença metabólica rara, chamada de Frutosemia. Tua incidência é de 1:Vinte.000 a 1:30.000 nascidos vivos em certas partes da Europa, e parece ser muito menos comum na América do Norte. Esta doença é uma intolerância hereditária à frutose, açúcar achado nas frutas; é de herança autossômica recessiva, ligado ao cromossomo 9q22. A doença é causada na falta de uma enzima no fígado, a frutose-um-fosfato aldolase. No momento em que alguém ingere uma fruta, por exemplo, não é possível metabolizar a frutose, fazendo com que o açúcar não se converta em glicose.

alimentos funcionais1. Nas verdadeiras alergias suplementos alimentares o sistema imune do organismo reage a estabelecidos alimentos como se fossem potencialmente prejudiciais. Pra se defenderem destes invasores, as células do sistema imune produzem moléculas chamadas "anticorpos". Infelizmente, esta reação incita outras células especializadas, os mastócitos, a libertar uma substância chamada "histamina". É a histamina que provoca os sintomas alérgicos. Apesar de apresentarem causas distintas, os sintomas presentes pela intolerância alimentar são os similares ao da alergia alimentar. Entre as substâncias que foram relacionadas com intolerância estão os conservantes, intensificadores de sabor, corantes e antioxidantes. O tratamento da alergia e da maioria das intolerâncias alimentares é com a exclusão dos alimentos causadores ou diminuição da tua quantidade na dieta.

11 de novembro de 2012 às três:Quarenta e oito Os pacientes necessitam procurar um médico de convicção pra análise completa de cada caso. A Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica especializada no desenvolvimento e produção de medicamentos genéricos e iguais, é a primeira no país a comercializar os medicamentos fracionáveis. Com sede em Toledo, oeste do Paraná, tem mais de quatro 1000 colaboradores e retém um dos maiores portfólios de remédios genéricos do Brasil. Produz, em média, 12 bilhões de doses terapêuticas por ano. No encerramento de janeiro, a Anvisa determinou que os fabricantes serão obrigados a dizer a presença de lactose nos alimentos. Isto vale pra alimentos com mais de cem mg de lactose para cada 100 g ou ml do item. Ou melhor, cada alimento que contenha lactose em quantidade acima de 0,1% vai ter que carregar a expressão "Contém lactose" em teu rótulo.

Por isso, é necessário examinar cuidadosamente os rótulos de pães, bolos, biscoitos, margarinas e outros alimentos industrializados antes de consumi-los. É fundamental checar se em sua constituição de nutrientes existe leite ou produtos lácteos. Se houver, a pessoa necessita permanecer retirado deles. Produtos fermentados de leite, como o iogurte, são tolerados por intolerantes. Assim como queijos como o Cottage possuem pequeno teor de lactose. Porém o consumo dos chamados queijos macios tem que ser feito com cuidado, que a lactose é utilizada no processo de cremificação de alguns deles. É preciso a mesma atenção com as carnes industrializadas, em razão de elas são capazes de conter leite em pó como agente ligante. Até com remédios é preciso cautela. A indústria farmacêutica utiliza com freqüência a lactose pela composição de remédios.

O alerta vai pro leite de cabra, que contém lactose e, apesar de possuir uma digestão mais fácil, necessita ser consumido só depois da avaliação de um especialista. O médico também necessita ser consultado para estipular o grau de intolerância de cada paciente, pelo motivo de, em muitos casos, é possível, e até indicado, o consumo de leite e derivados, porém, claro, sem excesso. Afinal de contas, é primordial enfatizar que existem diferenças fundamentais entre intolerância a lactose e alergia a leite.

Um- Deficiência Congênita da Lactase: Tipo inusitado, no qual algumas pessoas nascem sem a prática de gerar a lactase. É mais comum em prematuros e, nesse caso, a intolerância é eterno. 2- Redução Enzimática Secundária a Doenças Intestinais: caracteriza-se por uma deficiência temporária da enzima, ocorrendo normalmente no primeiro ano de vida, no momento em que há morte das células da mucosa intestinal que produzem a lactase. A intolerância, por este caso, é temporária e cessa no momento em que essas células forem repostas. Três- Deficiência Ontogenética: conhecida também como deficiência primária, é a mais comum e decorre da diminuição natural da produção de lactase. Pode acometer cada pessoa, em cada idade. O efeito afirmativo em um check-up para detectar intolerância à lactose não significa que é necessário entrar em pânico e tirar completamente o leite e todos os seus derivados da dieta. Antes de tudo, é preciso lembrar que intolerância não é alergia e, por isso, na maioria dos casos não é necessário ser tão radical pela hora de delimitar a alimentação. "Tirar a lactose inteiramente pode privar bastante a dieta. Mesmo que tenhamos uma multiplicidade enorme de alimentos sem a substância, ainda assim não justifica se não for uma intolerância de alto grau", defende Clayton Camargos, nutricionista e doutor na Instituição de Barcelona.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/