Comentarios de lectores/as

O Que É, Para qual propósito serve, Tem êxito, Efeitos, Suplemento

Vicente Ribeiro (2018-05-05)


No entanto eu tinha outra: por que antes os leites tinham 90% menos lactose, e nesta ocasião tudo que eu encontro no hipermercado são leites zero lactose? De acordo com o engenheiro químico Jaime Dietrich, da Globalfoods (distribuidora de lactase holandesa, além de outros mais insumos da indústria de alimentos), era perfeitamente possível os laticínios terem feito leites zero lactose desde o começo. Porém, quem sabe, num primeiro instante, pra não ter de aguardar mais que trinta horas, a pioneira deste mercado tenha decidido parar nos 90 por cento. E a concorrência foi atrás.

comprimidos de lactaseDesequilíbrio portanto é que podes neutralizar a eficiência da capacidade promissora. A propósito: comparações com os juizados nos estádios de futebol não se justificam, tão diferentes são as condições em geral. Não me ponho nesse lugar só como vítima de leite gaúcho criminosamente adulterado, no momento em que deveria ser só leite integral com nanico teor de lactose. Diversos carentes da enzima lactase (na França, são estimados em metade da população, todavia por aqui não há estimativa) por certo sofreram danos variados, sem sequer sonhar a razão no leite a que foi adicionado formol, pra acrescentar a quantidade.

10 de junho de 2011 às 0:Cinquenta e um Nesta fase da digestão, a língua tem um importante papel: e também contribuir na perda e diluição do alimento, permite a captura de sabores, estimulando a produção de saliva. Os sais presentes na saliva neutralizam a possível acidez do alimento. Após a mastigação, o bolo alimentar passa pela faringe e é direcionado para o esôfago.

Esta tolerância é individual. Normalmente, no decorrer da infância o corpo humano produz mais lactase. Com o envelhecer geralmente o organismo corta a quantidade de lactase produzida e com o tempo este declínio na geração de lactase poderá conduzir a intolerância à lactose. Ainda que possa existir sintomas iguais, alergia e intolerância são termos diferentes, mesmo que causadas pelo mesmo alimento, o leite. A intolerância à lactose é causada na inexistência ou na pouca quantidade da enzima lactase no corpo humano. Se teu filho sente cólica, incômodo, gases, tem diarreias frequentes e, possivelmente, até vômitos após comer leite, ou alimentos feitos com derivados de leite, atenção, poderá ser sim intolerância a lactose. Além dos pais, é o pediatra e/ou nutricionista quem precisa estar de olho desses casos. E são os especialistas quem pode requisitar, se for essencial, exames que comprovem que a garota não digere bem o açúcar do leite.

Essa incapacidade resulta da ausência de quantidade suficiente de uma enzima (lactase) no interior das dobras do intestino. Nas pessoas alérgicas, a lactose continua dentro do intestino e chega ao intestino grosso, onde é fermentada por bactérias, produzindo ácido lático e gases. Os sintomas de quem sofre com intolerância à lactose são dores abdominais, diarréia e até vômitos. Uma vez diagnosticada a alergia a lactose, o alimento tem que ser eliminado da alimentação. Qualquer um terá de aprender com a experiência. Não esquecer que a maior quantidade dos bolos, algum pão e outros produtos contêm lactose. A lactase existe vendida em líquido ou comprimidos. Várias gotas de lactase acrescentadas a um copo de leite, eliminam em vinte e quatro horas, a lactose do leite em 70%. Os iogurtes e o queijo são geralmente bem tolerados. No mercado existe leite quase sem lactose, como os citados acima. Intolerância à lactose podes aparecer em qualquer idade. Ao longo da amamentação, a atividade da lactase no intestino é alta, porém declina naturalmente após o desmame. "Quando ocorre a ausência dessa enzima, a lactose, que é uma boa referência de energia para os micro-organismos do cólon, é fermentada com ácido láctico, metano e gás hidrogênio. O gás produzido cria uma sensação de desconforto por distensão intestinal e flatulên¬cia. O ácido láctico produzido pelos microorganismos puxa água para o intestino, como esta de a lactose não digerida, convertendo em diarreia. Pessoas com estes distúrbios são consideradas intolerantes à lactose", explica a nutricionista Kimielle Cristina Silva Consultora Técnica da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde (CGAN/DAB/SAS/MS). De acordo com a nutricionista, há 3 tipos de intolerância a lactose: a congênita é a mais rara, onde o rapaz neste instante nasce com deficiência pela lactase, tendo diarreia no momento em que amamentado ou ao ingerir alimentos a apoio de lactose.

Todas as nozes e sementes contêm esses inibidores de enzimas. Amendoins crus, como por exemplo tem uma quantidade principlamente vasto. O gérmen de trigo cru bem como um dos piores ofensores. Também todas as ervilhas, feijões, e lentilhas contem alguns. As batatas que são sementes também tem inibidores de enzimas. Nos ovos que também são sementes, o inibidor existe fundamentalmente pela clara.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/