Comentarios de lectores/as

INTOLERÂNCIA À LACTOSE - Sintomas E Tratamento

Daniel Santos (2018-10-11)


suplementos alimentaresOs principais fatores relacionados à alergia alimentar são: hereditariedade, exibição ao alimento, permeabilidade gastrintestinal e fatores ambientais que são capazes de acentuar os sintomas da alergia. Neste momento pela Intolerância Alimentar ocorrem reações adversas que são ocasionadas pelos alimentos, no entanto que não envolvem o sistema de defesa (sistema imune). A intolerância mais comum é a do leite que é provocada na ausência da enzima lactase causador da digestão do açúcar presente no leite (lactose). Descendentes de culturas que não domesticaram o gado, ou que não usavam o leite como parcela da dieta - como povos do sul da Europa, asiáticos e africanos - não têm a mutação, e não conseguem digerir laticínios. O estudo de Tishkoff parece solucionar o mistério como alguns povos africanos, que criam gado e conseguem digerir leite, não têm a mesma mutação que os europeus.

É uma substância molecular, pois que é montada por ligações do tipo covalente. A presença do polímero melanoidina reduz o valor nutricional, em qualidade da polimerização (união de moléculas que origina uma maior), de várias substâncias (lactose, aminoácidos, peptídeos e proteínas) e ainda apresenta ao objeto um aspecto escuro. Por que a lactose é respeitável para o organismo humano? O primeiro é oferecido pelo SUS sem custo algum. O paciente recebe uma dose de lactose em jejum e, depois comprimidos de lactase umas horas, colhe amostras de sangue pra determinar os níveis de glicose, que permanecem inalterados nos portadores do distúrbio. O segundo considera o nível de hidrogênio eliminado pela expiração depois de o paciente ter consumido doses altas de lactose e o terceiro leva em conta a observação do grau de acidez no diagnóstico de fezes. A intolerância à lactose não é uma doença. É uma carência do corpo que podes ser controlada com dieta e medicamentos. No começo, a proposta é suspender a ingestão de leite e derivados da dieta a final de promover o alívio dos sintomas.

Aproveite assim como para tomar todas as suas questões. O especialista assim como vai ter que lhe fazer outras dúvidas. Você ingeriu algum alimento ou bebida que contenha leite? No momento em que os sintomas começaram? Os sintomas são frequentes ou ocasionais? Checape de tolerância à lactose, em que o paciente ingere um líquido rico em lactose pra, depois, fazer um check-up de sangue e ver a quantidade de glucose pela corrente sanguínea. Check-up de hidrogênio expirado, em que o paciente bem como ingere um líquido com altas quantidades de lactose para que o médico, depois, analise a quantidade de hidrogênio expelido pelo hálito do paciente.

VERDADE - A intolerância à lactose ocorre devido a da deficiência de lactase, responsável por quebrar as moléculas de lactose e convertê-las em glicose e galactose, dois tipos de açúcar que geram energia para o corpo humano. A lactose está presente em todos os alimentos derivados do leite. MITO - existem alguns queijos de fermentação longa, como o parmesão que, devido ao seu procedimento fermentativo, toda a lactose presente é metabolizada pelo fermento. "Encontramos produtos cuja lactose é hidrolisada a partir da adição da enzima lactase ao longo do procedimento produtivo, como os produtos LacFree, da Verde Campo, que dá iogurtes, queijos e requeijão sem lactose", complementa Priscila. Produtos sem lactose são frutos de um recurso químico que transforma a lactose em lactase.

"Descasque mais e desembale menos! ", essa é minha dica! A proposta é uma inversão da pirâmide alimentar, por intermédio da redução do consumo de carboidratos e do acréscimo de gorduras saudáveis. Não existe uma proporção sublime de carboidratos, gorduras e proteínas a serem consumidos. Essa descrição é bastante individual. O quê e quanto comer dependerá do objetivo e da necessidade de cada pessoa.

Desejamos dizer que a lactase é a melhor escolha pra um prazeroso grupo de pacientes com intolerância a lactose. Qualquer pessoa, de cada idade, que sofra de intolerância à lactose pode se ajudar com a lactase. Outra forma de aliviar os sintomas da intolerância é ingerir leite com baixa lactose ou que tenha a lactase adicionada ao próprio leite.

A Lactase é uma enzima responsável pela hidrólise da lactose. A molécula da lactose é demasiado complexa para transpassar a parede do intestino; necessita sofrer a ação da enzima Lactase, pra ser decomposta em glicose e galactose. Na deficiência da Lactase, a lactose não digerida passa ao intestino grosso, originando diarréia fermentativa e outros transtornos digestivos. A deficiência de Lactase ocorre com superior freqüência pela raça negra, e, em menor escala, na raça branca. O suco entérico, produzido na parede do intestino delgado libera maltase, lactase, sacarase e peptidase, enzimas que quebram maltose, lactose, sacarose e peptídio, respectivamente. A bile, produzida no fígado é enviada a vesícular biliar (órgão anexo), onde fica armazenada pra posterior utilização. Não é uma enzima (deste jeito tua ação é considerada um método físico) e tem a atividade de emulsificar gorduras, ou melhor, suprimir a tensão fraco do lipídio (gordura) de modo a fragmentá-lo, facilitando, então, a ação das lipases. Ainda no intestino delgado, acontece a quilificação, decorrente da mistura do quimo com os sucos pancreático e entérico e a bile.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/