Comentarios de lectores/as

O Que São, Tipos, Qual Adquirir E Como Tomar

Pedro Benício Martins (2018-10-10)


O que é a enzima lactase? Existem várias enzimas em nosso organismo com a atividade de quebrar moléculas e cooperar no recurso digestivo. A lactase é a enzima causador da hidrólise da lactose (quebra da lactose em galactose e glucose). É propriamente a deficiência na elaboração dessa enzima através do nosso corpo a razão principal da intolerância à lactose. Quando a lactose chega ao intestino e não sofre ação das enzimas, acaba fermentada por bactérias presentes no lugar. A fermentação produz ácido láctico e gases, que são capazes de provocar distensão abdominal e flatulência. A lactose não quebrada aumenta a atração de água e eletrólitos pra mucosa do intestino, provocando diarreia.

alimentos funcionaisOs sintomas de intolerância podem ser especialmente graves se você ingerir alimentos lácteos sem nenhum outro tipo de alimento pra balancear. Se você é de uma quota do mundo onde, historicamente, sempre foram ingeridos poucos produtos lácteos na população, você está mais propensa a ser intolerante à lactose. Pessoas de países africanos, asiáticos e latino-americanos apresentam mais casos de intolerância. Há um medicamento (na verdade, um suplemento) importado, o Lactaid, que poderá te acudir se você for intolerante à lactose. Tudo o que você deve fazer é tomar uma pílula antes de ingerir qualquer alimento que contenha lactose. Esta inabilidade resulta da falta de quantidade suficiente de uma enzima (lactase) no interior das vilosidades do intestino (dobras internas do intestino). Esse problema ocorre com cerca de vinte e cinco por cento dos brasileiros. A lactose, desse modo, continua dentro do intestino e chega ao intestino grosso, onde é fermentada por bactérias, produzindo ácido lático e gases (gás carbônico e o hidrogênio, que é usado nos testes de determinação de intolerância à lactose).

No meu caso, localizei por excedente de curiosidade, ao saber qual era a usina produtora e verificar as caixas compradas. É assustadora a série de adulterações comprovadas no último meio ano. Além do formol, foram adições, por diferentes fornecedores de leite, de álcool etílico, bicarbonato de sódio, soda cáustica e, neste instante, água oxigenada pra desfrutar leite em deterioração (o juiz lugar negou a prisão temporária do responsável neste crime). O consumo de leite para que os sintomas sejam notados é bastante modificável, já que depende da quantidade de lactose que a pessoa é apto de tolerar. Os sintomas ainda variam conforme a velocidade de digestão do sujeito, podendo aparecer alguns minutos ou até horas após a ingestão. O defeito dá três razões distintas, segundo Karina. A intolerância à lactose poderá ser decorrente de uma deficiência congênita da lactase; poderá ocorrer devido à perda da enzima causada por doenças intestinais; ou ainda, porque uma perda da enzima conforme o avançar da idade , pontua.

A doença celíaca ou enteropatia por glúten é uma síndrome de má-absorção causada por danos ao vilos e microvilos intestinais decorrentes da hipersensibilidade ao glúten. Os vilos danificados assumem uma arquitetura anormal, levando à má-absorção. A primeira descrição dessa doença data de 1888 por Samuel Gee, que a denominou de mal celíaco (celiac affliction). Novas denominações pra doença celíaca são, esteatorréia idiopática e espru. A doença celíaca é uma doença intestinal causada por modificações imunológicas, que acontece em pessoas geneticamente predispostas. Tua incidência é de meio por cento a 1,0% da população geral. As lesões intestinais causadas pelo glúten (proteína presente no trigo) surgem com a ingestão de alimentos contendo essa proteína. Acontece distúrbios da maturação das células epiteliais dos vilos, inflamação da mucosa do intestino delgado e perda de vilos em graus variados, processos cujo efeito término é uma mucosa de aspecto atrófico.

A intolerância à lactose corresponde à produção insuficiente ou nula de lactase, enzima importante no processo digestivo da lactose. Esta enzima possibilita decompor o açúcar do leite em carboidratos mais fácil pra tua melhor absorção. A lactose é o açúcar do leite, um dissacarídeo que com a ação da enzima lactase, transforma-se em 2 monossacarídeos: glicose e galactose. Estes carboidratos simples, após formados, são facilmente absorvidos pelo organismo. Entretanto, a inexistência ou deficiência na produção da lactase faz com que a lactose chegue até o intestino grosso sem ser absorvida pelo corpo humano. Ela é fermentada por bactérias causando gases e sintomas peculiares de indigestão. A intolerância à lactose é um prazeroso modelo. A lactose é um açúcar (dissacarídeo) encontrado no leite, da mesma forma que a frutose é o açúcar da fruta, e a sacarose é o açúcar da cana. Pra ser absorvida pelo intestino, a lactose necessita ser quebrada em porções menores através da ação de uma enzima chamada lactase em capsulas.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/