Comentarios de lectores/as

INTOLERÂNCIA À LACTOSE - Sintomas E Tratamento

Alícia Fernandes (2018-10-10)


suplementos alimentaresDesejamos narrar que a lactase é a melhor alternativa pra um prazeroso grupo de pacientes com intolerância a lactose. Qualquer pessoa, de cada idade, que sofra de intolerância à lactose podes se auxiliar com a lactase. Outra forma de aliviar os sintomas da intolerância é ingerir leite com baixa lactose ou que tenha a lactase adicionada ao respectivo leite.

A doença celíaca ou enteropatia por glúten é uma síndrome de má-absorção causada por danos ao vilos e microvilos intestinais decorrentes da hipersensibilidade ao glúten. Os vilos danificados assumem uma arquitetura anormal, levando à má-absorção. A primeira especificação desta doença data de 1888 por Samuel Gee, que a denominou de mal celíaco (celiac affliction). Novas denominações pra doença celíaca são, esteatorréia idiopática e espru. A doença celíaca é uma doença intestinal causada por mudanças imunológicas, que ocorre em pessoas geneticamente predispostas. Sua incidência é de 0,5% a 1,0% da população geral. As lesões intestinais causadas pelo glúten (proteína presente no trigo) surgem com a ingestão de alimentos contendo essa proteína. Ocorre distúrbios da maturação das células epiteliais dos vilos, inflamação da mucosa do intestino delgado e perda de vilos em graus variados, processos cujo resultado encerramento é uma mucosa de estilo atrófico.

Revise isso e diversas novas características das enzimas com esse super postagem e arrase nas dúvidas de biologia do Enem e dos vestibulares! Dica 1: Antes de prosseguir estudando as enzimas, é essencial que você esteja ligado(a) na suporte das proteínas e em sua consituição. Se você tem de uma ajudinha para relembrar este foco, dê uma espiada no post a escoltar (tem informações legais do nosso Blog pra ti!). Alergia e intolerância são reações do corpo ao leite, porém elas não são similares. Reação imunológica do corpo, que gera anticorpos contra a proteína do leite. A bebida de soja também podes causar reações em pessoas alérgicas. Os sintomas são: pele pipocada, nariz trancado, urticária, manchas vermelhas, olhos e lábios inchados e choque anafilático, além de incômodo gastrointestinal (vômito, diarreia e gases). O tratamento consiste na eliminação total da proteína do leite, já que a alergia é desencadeada depois do consumo de qualquer alimento que leve leite na sua constituição, mesmo que em baixa quantidade. Reação orgânica devido ao não processamento do açúcar do leite, a lactose, pelo corpo. Quem é intolerante poderá ingerir alguns derivados. Caso a pessoa tenha predisposição genética, a intolerância podes se revelar em qualquer época da vida ou desse jeito não mostrar-se. Os sintomas dependem da quantidade ingerida, mas principalmente caracteriza-se pelo mal-estar gastrointestinal como vômitos, ânsia, diarreia, gases, fezes ácidas ou explosivas. Para tratar, basta reduzir ou apagar a ingestão de lactose.

Intolerância à lactose é a incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Este defeito ocorre quando o organismo deixa de gerar, ou produz em quantidade insuficiente, a lactase gotas - enzima digestiva que decompõe a lactose. Chegando inalterada ao intestino, a lactose se acumula, sendo fermentada por bactérias que causam retenção de líquidos, distensão abdominal, flatulências, náuseas, assaduras, cólicas e diarreias. Esses sintomas variam segundo a maior ou pequeno quantidade de leite e derivados consumidos. Em casos mais rigorosos acontece a redução de peso. Quando as pessoas pensam a respeito de intolerância à lactose, talvez imaginem uma desprovido alma que come o teu cereal seco ou alguém que só pode olhar para uma tigela de macarrão com queijo, porém não degustar essa delícia. De acordo com os cientistas, há uma interessante chance de que você possa ser intolerante à lactose em algum grau. Os Institutos Nacionais de Saúde estimam que cerca de 65 por cento dos seres humanos tem dificuldade em digerir laticínios, ou seja, você pode ser intolerante à lactose sem nem saber.

Em pessoas que sofrem de intolerância à lactose primária, a realização de lactase cai e, logo depois, você não pode digerir os produtos lácteos. Em casos raros, as crianças nascem com esse distúrbio em consequência a um nível insuficiente de lactase. Por volta de 2 terços das crianças amamentadas ao seio ou com a mamadeira têm uma carência de lactase nos primeiros meses de vida sem sintomas. O leite materno contém lactose (em torno de 7%). A quantidade de lactose no leite materno não é influenciada na dieta da mãe, mesmo se reduz ou elimina os produtos lácteos. Um ataque de gastroenterite pode gerar uma expulsão de enzimas de lactase, por esse caso, as crianças são capazes de beber leite sem lactose. Gotas de lactase são uma outra opção, porém não é sempre que são úteis. Alguns bebês nascem sem enzima lactase, dessa maneira eles necessitam beber leite sem lactose.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/