Comentarios de lectores/as

O Portal Do Estudante

Pedro Benício Martins (2018-09-27)


alimentos funcionaisNo caso de alimentos com quantidade de lactose abaixo de cem mg/100g, precisa vir escrito no rótulo "Zero Lactose, Isento de Lactose, 0% Lactose, Sem Lactose ou Não Contém Lactose". No caso de alimentos com 100mg até 1g/100g ou ml, necessita vir escrito "Baixo Teor de Lactose ou Miúdo em Lactose". Nos alimentos funcionais com lactose em quantidade similar ou acima de 100mg/100g ou ml, necessita vir no rótulo "Contém Lactose".

Como o nome sugere, esta digestão não envolve sucos digestivos. O alvo da digestão mecânica é acrescentar a superfície de contato entre o alimento e os sucos. Você pode notar que com o acréscimo da superfície de contato, a velocidade da quebra assim como se intensifica. Bem como é primordial obsrevar que a mastigação não transforma macromoléculas em micromoléculas, este feito é cumprido só pelas enzimas! OBS: Apesar de pela animação parecer que as enzimas desaparecem depois de fazerem teu trabalho, elas continuam lá, pela boca, prontas para quebrar mais alimentos! Bem, se você ainda não entende, tem que estar muito interessado para saber o que são essas enzimas e estes sucos digestivos.

O alerta vai pro leite de cabra, que contém lactose e, apesar de possuir uma digestão mais fácil, precisa ser consumido somente após a avaliação de um especialista. O médico também precisa ser consultado pra precisar o grau de intolerância de cada paciente, já que, em diversos casos, é possível, e até indicado, o consumo de leite e derivados, contudo, claro, sem exagero. No final das contas, é essencial ressaltar que existem diferenças fundamentais entre intolerância a lactose e alergia a leite.

A cada geração morre um extenso número de indivíduos, sendo que diversos deles não deixarão descendentes. Os organismos atuais surgiram em consequência de transformações sucessivas de modos primitivas e o desaparecimento de uma espécie ocorre em resultância de sua transformação em outra. Os indivíduos mais adaptados sobrevivem e tendem a irradiar as características que estão relacionadas com essa superior adaptação. O trecho citado foi transcrito da obra Filosofia Zoológica de um famoso cientista evolucionista. Assinale a escolha que contém, respectivamente, a idéia transmitida pelo texto e o nome do seu autor. Similarmente, o problema poderá advir de lesões intestinais crônicas como nas doenças deCrohn e de Whipple, doença celíaca, giardíase, AIDS, desnutrição e também pelas retiradas cirúrgicas de longos trechos do intestino (síndrome do intestino curto). A deficiência congênita é comum emprematuros nascidos com menos de 30 semanas de gravidez. Nos recém-nascidos de gestações completas, os casos são raros e de feitio hereditário. A concentração da lactase nas células intestinaisé farta ao nascermos e vai decrescendo com a idade. Nos EUA, um a cada 4 ou cinco adultos podes sofrer de qualquer grau de intolerância ao leite.

A doença celíaca ou enteropatia por glúten é uma síndrome de má-absorção causada por danos ao vilos e microvilos intestinais decorrentes da hipersensibilidade ao glúten. Os vilos danificados assumem uma arquitetura anormal, levando à má-absorção. A primeira especificação desta doença data de 1888 por Samuel Gee, que a denominou de mal celíaco (celiac affliction). Outras denominações para a doença celíaca são, esteatorréia idiopática e espru. A doença celíaca é uma doença intestinal causada por alterações imunológicas, que ocorre em pessoas geneticamente predispostas. Tua incidência é de meio por cento a um,0% da população geral. As lesões intestinais causadas pelo glúten (proteína presente no trigo) surgem com a ingestão de alimentos contendo essa proteína. Ocorre distúrbios da maturação das células epiteliais dos vilos, inflamação da mucosa do intestino delgado e perda de vilos em graus variados, processos cujo repercussão encerramento é uma mucosa de porte atrófico.

A enzima responsável pela degradação da lactose - a lactase - reduz a tua produção em 95% após a amamentação. O trigo nunca foi ingerido pelo homem antes da agricultura (10.000AC), que é uma folha seca. Sobrecarrega o aparelho digestivo, cria bolo alimentar (incha) e é uma das causas da síndrome metabólica, que poderá levar à diabetes e obesidade. Eu só irei dividir neste local as sugestões que funcionam para mim! Nos finais de semana, no momento em que me libero para comer alguma coisa com lactose, a toda a hora tomo a enzima lactase, para favorecer na digestão. Existem alguns remedinhos que contém a enzima. Para que pessoas vai viajar, ou conhece alguém que vai, em qualquer farmácia americana é possível achar o Lactaid Fast Act. Basta tomar logo antes da primeira mordida do alimento com lactose, e pronto! O considerável é saber que se for MUITA lactose, é melhor tomar dois comprimidos.

Todo domingo era fininha na certa. Xingava o restaurante até a décima criação. Até deste modo não sabia que isto era intolerância a lactose. Resolvi comparecer a um gastro, achando que estava era com muito verme de tanta aflição de barriga que eu tinha. Ele me passou medicamento pra vermes e também um check-up para saber se tinha intolerância a lactose. A lactose representa cerca de cinco por cento do leite de vaca habitualmente comercializado. Intolerância à lactose não é a mesma coisa que alergia ao leite. A intolerância à lactose acontece por uma falha enzimática e nada tem a enxergar os processos alérgicos de quem tem alérgia a alimentos. A lactose é um dissacarídeo, uma molécula de açúcar amplo, desenvolvida pela fusão de dois açúcares fácil: a glicose e a galactose.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/