Comentarios de lectores/as

Lactaid, Meu Santo Camarada!

Alícia Fernandes (2018-09-27)


A lactase auxílio a digerir a lactose e sem ela ocorrem má digestão e diarreia. O endocrinologista Alfredo Cury, do Spa Posse do Corpo, confessa que nem sempre é necessário banir instituído alimento da dieta. Em vista disso, ele sugere composições com menos teor de lactose, encontradas com certa facilidade no mercado. A escoltar visualize os principais alimentos funcionais que causam alergias alimentares. Um simples copo de leite ou um pedaço de queijo pode fazer mal para que pessoas tem intolerância à lactose. A pessoa sente náusea, gases, inchaço, diarreia e assadura pela localidade anal. Segundo detalhes brasileiros, 70 por cento dos adultos têm algum desses sintomas depois de consumir leite de vaca ou derivados. Em países como Japão e alguns do continente africano, quase todos os habitantes com mais de 80 anos têm algum grau de intolerância. Após ir pelo estômago o quimo vai para o duodeno, onde tua passagem pro intestino delgado é regulada por um esfíncter, denominado piloro. Este esfíncter separa o estômago do intestino. O sistema linfático, responsável, principalmente, pela manutenção dos linfócitos, nossas células de defesa, também atua no duodeno, absorvendo lipídio.

suplementos alimentaresÉ a intolerância à lactose. Pra digerir este açúcar, o corpo humano precisa gerar uma enzima chamada lactase, que divide o açúcar do leite em glicose e galactose. A incapacidade de produzir a lactase poderá ser genética ou ocasionada por qualquer defeito intestinal que a interrompe temporariamente. De acordo com Ricardo Barbuti, gastroenterologista associado da Federação Brasileira de Gastroenterologia, a competência de fornecer a lactase é geneticamente estabelecida. — Quem tem a predisposição pra produzir menos enzimas, pela medida em que o tempo passa, vai perdendo a capacidade de digerir a lactose. Intolerância à lactose (açúcar do leite) é a deficiência da lactase, a enzima que quebra a lactose em açúcares mais fácil para que possam ser absorvidos pelo sistema digestivo. A atividade desta enzima, presente ao nascimento, tende a cortar em amplo fração da população a partir dos dois anos de vida com uma diminuição progressiva, geneticamente programada, que se completa, geralmente, com a puberdade.

O processo de absorção da lactose está intimamente referente com a atividade da enzima lactase, que tem que estar presente naturalmente no corpo humano. A quantidade de lactose queirá causar sintomasvaria de cidadão pra indivíduo, dependendosobre o montante e a maneira de lactose contida no alimento, assim como o grau de deficiência de lactase. · Deficiência de lactase primáriaé atribuída a relativa ou absolutaausência de lactase, quedesenvolve na infância, em diferentes idades eem diferentes grupos raciaise é a circunstância mais comum damá absorção de lactose eintolerância. Deficiência de lactase primáriaé também referidocomo adultos hypolactasia tipo, nonpersistence lactase,ou hereditáriadeficiência de lactase. · Deficiência de lactase secundária é resultadode lesões do intestino delgado, gastroenterite aguda, diarréia persistente, avanço exagerado do intestino delgado,quimioterapia, ou outrascausas que afetam a mucosa intestinal, e pode apresentarem qualquer idade, entretanto é mais comumna infância. · Deficiência congênita de lactase é muito especial; teleologicamente,crianças com deficiência congénita de lactase serianão se pode esperarpara sobreviver antes do século 20, por ainda não haver substitutos lácteos, nutricionalmente adequados.

Como a intolerância é bem como genética, os brasileiros, com fortes traços dessas etnias, são muito afetados. Além da genética, a situação pode aparecer com o envelhecimento, quando o sujeito vai produzindo cada vez menos lactase (enzima da digestão da lactose), ou como repercussão de alguma doença que compromete o intestino. Bebês prematuros também têm mais chances de serem intolerantes à lactose, uma vez que a produção de lactase acontece principalmente no último trimestre da gravidez. A alergia à proteína do leite ocorre no momento em que o sistema imunológico reage contra este alimento como se ele fosse um agressor, passando a gerar anticorpos (contra este antígeno). Os sintomas da alergia podem ser coceira, manchas vermelhas, agonia e distensão abdominal, gases, coriza, respiração árduo e inchaço, principalmente, nas pálpebras, face, lábios e língua, além de outros mais sintomas e são capazes de desenrolar-se imediata ou tardiamente.

Outro "erro" comum e que já vi que ocorre com todo intolerante estreante é correr pra soja. De imediato falei dela assim como por aqui por este post, e gente, só parem com isso. Ela é altamente alergênica e o consumo em exagero poderá causar sensibilidade. Além disso, a soja libera hormônios femininos, o que não é intrigante pros meninos. As melhores maneiras de consumo dela são: missô, tofu, tempeh e o shoyo, na versão macrobiótica. Espero que sim. Eu fiz bastante coisa errada logo que encontrei a intolerância e sofri as consequências. Optar pelo caminho mais curto/fácil, nem sempre é o melhor. Pensar em saúde, a todo o momento em primeiro recinto! No domingo ainda estava um tanto inchada. Na segunda-feira, um pouco indisposta. E pela terça-feira, finalmente bem. O repercussão desta experiência: lactase é mesmo fantástico. Entretanto o maravilhoso é ser usada em alguns momentos, como almoços e jantares fora da moradia. É pra matar aquela vontade de consumir uma coisa que a gente fica muito tempo sem ingerir. Entretanto é mais complexo de gerenciar quando você passa o dia todo fora comendo lactose.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/