Comentarios de lectores/as

Espaço De Saúde Do Aparelho Digestivo

Pedro Benício Martins (2018-09-25)


Recém lançada pelo Laboratório Apsen, a enzima digestiva LACTASE, de imediato está acessível no Brasil àqueles pacientes portadores de Intolerância à Lactose. A Intolerância à Lactose caracteriza-se na incapacidade ( parcial ou total ) do sujeito em digerir a lactose ( açúcar do leite ) graças a deficiência ou carência da enzima intestinal chamada lactase. Esta afecção gera transtornos gastrointestinais e sistêmicos que limitam e eliminam de sobremaneira a característica de existência destes pacientes. Uma vez diagnosticada e quantificada, o tratamento dessa deficiência enzimática sempre implica numa diminuição ou restrição do consumo de leite e derivados a final de se reduzir os sintomas. Para as pessoas que não quer abrir mão dos alimentos lácteos, a opção consiste em consumir alimentos com baixo teor ou zero de lactose (leites, queijos, iogurtes) ou fazer exercício de suplementação enzimática.

lactaseRio de Janeiro--(DINO - quinze 10, 2016) - As ceias natalinas, que representam a união em vários lares, poderão gerar um verdadeiro pesadelo para as pessoas que neste instante sofre com as incômodas alergias. Segundo uma revisão de estudos divulgada em 2008 pela publicação Current Opinion in Pediatrics, leite bovino, soja, amendoim, ovo, castanhas, trigo, peixes e frutos do mar são os alimentos funcionais responsáveis por 90% dos casos de alergia alimentar. E as mesas de Natal, como todos sabem, são cheias de diversas destas comidas detestadas pelo sistema imunológico dos alérgicos. De acordo com o coordenador técnico do Brasil Sem Alergia, o médico Marcello Bossois, o leite de vaca, presente em incontáveis pratos das celebrações de encerramento de ano, como no caso da rabanada, é o superior causador dos quadros de alergia alimentar. A caseína, proteína do leite bovino, é uma das principais responsáveis pelo defeito.

As pessoas podem meditar que elas sofrem de intolerância à lactose em razão de elas têm sintomas digestivos; entretanto, outras condições como a síndrome do intestino irritável são capazes de causar sintomas parelhos. Depois de tomar a história clínica e realizar o exame físico, o médico pode orientar primeiro a eliminacão da dieta da pessoa de todo o leite e derivados por um momento curto pra acompanhar se os sintomas melhoram.

A intolerância à lactose (açúcar do leite) é a incapacidade que o organismo necessita de digeri-la total ou parcialmente. Isto acontece devido à deficiência ou inexistência da ensima intestinal chamada lactase, causador da digestão do açúcar do leite. Os sintomas de quem sofre com este distúrbio alimentar começam a se revelar por volta dos cinco anos ou até um tanto antes, tempo esse em que a elaboração da enzima lactase começa a apequenar. Os sintomas em geral são: intestino preso, dores abdominais, flatulência, dores de cabeça e dermatite atópica. A severidade dos sintomas depende da quantidade consumida e da quantidade de lactose que cada pessoa podes tolerar. Alguns o defendem como ótimo alimento, no tempo em que outros observam uma superior complexidade no procedimento de descrição muscular no momento em que adicionam esse alimento pela dieta, sendo que diversos atletas evitam teu consumo às vésperas de uma briga. Esse artigo visa elucidar essas perguntas, demonstrando os prós e os contras do consumo desse alimento. Define-se leite como o líquido nutritivo produzido pelas glândulas mamárias das fêmeas dos mamíferos. O leite é a principal fonte de nutrição para os recém-nascidos até que eles sejam capazes de digerir alimentos mais diversificados.

Segundo ela, iogurte e queijos curados também costumam ser bem tolerados. Outra sensacional opção de consumo é o leite hidrolisado, no qual boa fração da lactose prontamente está fermentada e, desse modo, bem digestível. Para casos mais exigentes, de alta rejeição, o leite de soja é uma solução mais econômica do que os leites desenvolvidos sem lactose. ➡ A adoção da Dieta Low Carb precisa ser acompanhada por um profissional que empreenda dessa área, para melhor adequação da alimentação às suas restrições, necessidades e objetivos. Isto impede erros de dieta e permite modificações de estratégias, evitando frustrações e abandono. 💡 Aproveite pra recolher perguntas por aqui a respeito da Dieta Low Carb! Os testes de ige estão normais,revelando que alérgica ela não é. Será que ele ajudaria a não fazer uma incerteza respiratoria? A primeira observação é de que tua filha não tem "intolerância alimentar", contudo sim "alergia alimentar", pelo grau das suas reações e sintomas. A intolerância razão só sintomas digestivos encontrados, pela falta de enzimas digestivas ou outros problemas metabólicas.

lactaseBebidas vegetais, tais como, são à base de soja, amêndoas e castanhas e servem como possibilidades ao leite de vaca. Se mesmo desta forma você ainda não se adaptou a essas bebidas vegetais e não conseguiu reduzir o consumo de leite, é possível englobar gotas da enzima lactase aos alimentos à apoio de lactose para facilitar a digestão deste açúcar. "Como a alteração gênica é recessiva, se faz imprescindível que tanto o pai quanto a mãe transmitam o gene da intolerância à lactose para o filho, dessa maneira a raridade", explica Gabriela. Apesar de que não exista uma cura à intolerância, tem como controlar os sintomas. A rota mais claro é deixar de consumir alimentos com lactose, todavia outra dica é comer a lactase, a tal enzima que digere a lactose, em forma de cápsula ou comprimido mastigável antes de consumir leite normal, indica Andreia. Entretanto, esse consumo precisa ser orientado por um especialista qualificado.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/