Comentarios de lectores/as

Dr. Paulo Maciel

Pedro Benício Martins (2018-09-22)


Tem super informações por você se oferecer bem nas perguntas de biologia do Enem! A quantidade de substrato bem como afeta pela velocidade da reação. O aumento da quantidade de substrato acelera a reação até correto ponto. Passado esse ponto, a velocidade se mantém estável, uma vez que, apesar de haver mais moléculas de substrato, as enzimas são substâncias produzidas em pequenas e limitadas quantidades. Mais contínuo é o pirralho, após uma gastroenterite -- por exemplo uma daquelas viroses que dão bastante diarreia --, mostrar sintomas de intolerância à lactose, no entanto que só duram uma ou duas semanas. Alguns remédios podem afetar a geração de lactase, causando sintomas de intolerância. Quais são os sintomas da intolerância à lactose?

capsulas de lactaseOs sintomas conseguem ser dor abdominal, estufamento abdominal, gás, diarréia e náuseas. Os sintomas de intolerância à lactose são capazes de ser manejados com alterações dietéticas. Obter cálcio e vitamina D suficientes é uma tristeza das pessoas com intolerância à lactos no momento em que a ingesta de leite e derivados é limitada. Vários alimentos conseguem fornecer o cálcio e outros nutrientes que o corpo tem que. Conversando com o teu médico ou nutricionista podes ser benéfico para planejar uma dieta balanceada que fornece uma quantidade adequada de nutrientes - incluindo cálcio e vitamina D - e minimiza o incômodo. Um profissonal da saúde pode designar se o cálcio e outros suplementos dietéticos são necessários. Leite e derivados são frequentemente adicionados a alimentos. Para que pessoas não sabe, a intolerância à lactose consiste numa incapacidade de digerir produtos lácteos como leite, queijo, manteiga, etc., e está cada vez mais presente pela nossa população. No Brasil, 43 por cento dos brancos e dos mulatos têm alelo de dedicação da lactase, ou melhor, são geneticamente predispostos a ter intolerância à lactose, dado mais constante entre os negros e japoneses. Porém, tal quanto 70% dos adultos brasileiros poderá ter qualquer grau de intolerância a lactose, o que significa que ainda conseguem ingerir laticínios, mas terão qualquer sintoma leve. Em países asiáticos, cerca de 90 por cento da população chega a ter dificuldades com a lactase em qualquer grau. Esses números parecem altos, entretanto a explicação é simples. A intensidade desses sintomas varia dependendo da quantidade de lactose ingerida, e pode aumentar com o ir da idade. Segundo Ricardo Barbuti, gastroenterologista afiliado da Federação Brasileira de Gastroenterologia, toda gente que tem geneticamente a intolerância tem uma má absorção de lactose, contudo isso não causa sintomas sempre.

Qual é a dificuldade do sódio? Existem três tipos de intolerância à lactose, sendo a congênita, de origem genética, a mais rara. A intolerância primária é efeito do modo de envelhecimento. O corpo produz muita lactase no decorrer da infância, por conta da amamentação. Mas, conforme o ser humano cresce e passa a diversificar sua dieta, o corpo humano diminui a criação da enzima.

A amilase atua só em meio onde o PH é neutro sendo, em vista disso, ineficaz em meios ácidos como o estômago. No estômago inicia-se a ação do suco gástrico, produzido por glândulas do órgão. São liberadas algumas enzimas, dentre elas a pepsina, causador da quebra de proteína em peptídeos. A amilase é inibida. No momento em que você começou a perceber os sintomas? Os sintomas são ocasionais ou frequentes? Os sintomas melhoram e pioram com certa regularidade? Você tem perdido peso involuntariamente? Você teve sangramento retal? Onde você sente as dores? Qual a intensidade de tuas dores e dos outros sintomas? Você tomou alguma quantidade para aprimorar e aliviar os sintomas? Na maioria dos casos, o médico poderá fazer o diagnóstico de síndrome do intestino irritável com base nos sintomas e por meio poucos exames ou, às vezes, até nenhum exame. Acompanhar uma dieta sem lactose por um período instituído de tempo pode proteger o médico a avaliar se uma possível intolerância à lactase pode estar causando os sintomas. Culturas de fezes pra rejeitar uma infecção. Alguns pacientes precisarão fazer uma sigmoidoscopia ou colonoscopia.

Os fabricantes explicam que este tipo de enzima poderá ser usada diariamente, a toda a hora que você ingerir produtos lácteos. Contudo, não exagere. Idealmente, a enzima deve ser consumida de modo mais esporádica, quando você não tem algumas opções de alimentos funcionais ou não tem certeza se o alimento contém ingredientes lácteos. É sério bem como discutir com teu médico antes de consumir esses suplementos, para certificar-se que seu defeito é de fato a intolerância à lactose e não um outra dificuldade mais preocupante como a doença celíaca ou algumas doenças gastrintestinais. Como ocorre com o iogurte, a concentração do açúcar do leite reduz no decorrer da ação dos lactobacilos e das bifidobactérias dos leites fermentados. Tais probióticos, como são populares no meio científico, são resistentes ao ácido gástrico e à bile e podem comparecer vivinhos ao intestino. Só que, para colher as tuas vantagens, a ingestão precisa de ser regular. Os probióticos bem como são encontrados em cápsulas e sachês. Nesses modelos, todavia, é necessário obter direção médica antes de consumi-los, em razão de a concentração impecável varia de pessoa para pessoa, e o exagero pode causar efeitos prejudiciais, como diarreia. E atenção: sozinhos, os potes de leite fermentado não exercem milagre. Um corpo humano em equilíbrio pede boas doses de verduras, frutas e cereais integrais, que fornecem fibras, vitaminas e minerais - tudo em benefício da flora intestinal.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/