Comentarios de lectores/as

O Que é Lactose E Por causa de Ocorre A Intolerância

Alícia Fernandes (2018-09-18)


alimentos funcionaisA declaração da presença de lactose será obrigatória nos alimentos com mais de 100 miligramas (mg) de lactose para cada 100 gramas ou mililitros do item. Ou seja, qualquer alimento que contenha lactose em quantidade acima de 0,um por cento precisará trazer a sentença "Contém lactose" em seu rótulo. O limite de cem mg foi determinado com apoio na experiência de outros países que já adotam esta regulação há muito tempo, como Alemanha e Hungria. Este limite tem se mostrado seguro pras pessoas com intolerância à lactose. A Anvisa ainda considerou a existência de laboratórios de controle de particularidade que possuam técnica de reconhecer a lactose em tais níveis. Em até vinte e quatro meses todos os alimentos acessíveis no mercado deverão responder a nova regra. Este tempo foi definido com base no tempo que a indústria e seus fornecedores precisam para adequação e assim como para esgotarem os estoques nos dias de hoje existentes.

Outros alimentos funcionais bem como indicados para que pessoas tem defeito com a digestão da lactose são os iogurtes e os queijos maturados, como o parmesão e o queijo suíço. A lactose desses alimentos é degrada por bactérias do tipo Lactobacillus, havendo um recurso igual com o que ocorre no leite sem lactose. No entanto, muitas pessoas assim como não conseguem tolerar os iogurtes, e são capazes de substitui-los por iogurtes de soja ou sem lactose. Olhe qual é a quantidade de lactose nos alimentos.

Ainda não há um tratamento específico que vise a cura da intolerância à lactose. Perlatte é um comprimido de suplementação enzimática pronto para consumo imediato. Essa suplementação pode ser feita minutos antes de refeições com lactose. A suplementação enzimática é eficiente visto que evita todos os desconfortos peculiares da intolerância à lactose. A enorme maioria dos alimentos contém carboidratos . Bons exemplos são o pão, batatas , massas, doces, arroz, futas e vegetais. Muitos destes alimentos contém amido , que poderá ser digerido e assim como fibras que não são digeridas.O carboidratos digeridos são decompostos em moléculas pequenos por enzimas encontradas pela saliva, no suco pancreático e no intestino delgado.

A intolerância à lactose é uma carência no corpo humano que pode ser controlada com dieta e medicamentos. O tratamento acrescenta a suspensão da ingestão dos derivados de leite. Com a melhoria dos sintomas, estes alimentos irão sendo incluídos gradativamente na alimentação do paciente, até que seja identificada a quantidade máxima suportada pelo corpo. Essa maneira de tratamento visa manter o cálcio na alimentação, nutriente indispensável na nutrição. Aqueles que desenvolvem a intolerância à lactose conseguem possuir uma vida perfeitamente normal, desde que observem uma dieta que respeite os limites de consumo de leite que teu corpo suporta. Poderá ser necessária uma redução da dose. Infecção com ou sem neutropenia: todos os pacientes necessitam ser orientados a procurar atendimento médico neste momento depois do primeiro sinal de infecção. Insuficiência renal: a monitorização da função renal é aconselhada em pacientes com insuficiência renal. Transtornos da tiroide: recomenda-se o controle muito bom das condições co-mórbidas que influenciam a função da tireoide antes do início do tratamento. No caso do pão, esse fator é respeitável que, portanto que o pão entra no forno, a temperatura no seu interior é pequeno que pela fração de fora. Deste modo as enzimas agem no açúcar com extenso rapidez na primeira metade do tempo de assadura. Após isto são destruídas. Da mesma forma no caso da temperatura, há um valor para atividade excelente o qual, após ele ocorre um veloz decréscimo. A atividade enzimática é influenciada diretamente pela ação do tempo. Quanto mais tempo a enzima estiver em contato com o substrato, mais produtos serão produzidos, no tempo em que houver substrato.

Bromelina e papaína: Elas são enzimas proteolíticas. Assumem a função de decompor as proteínas em peptonas menores a partir de hidrólise. Essas enzimas estão bastante presentes em suplementos voltados para pessoas que consomem muitos alimentos protéicos para ganho de músculo. Eles contribuem para superior eficiência pela digestão das proteínas. Este controle é feito por hormônios. I. A adenoipófise produz e secreta a ocitocina, hormônio que estimula a exclusão do leite. II. A neuroipófise produz e secreta o FSH, hormônio que estimula a contração da glândula mamária. III. A adenoipófise produz e secreta a prolactina, hormônio que estimula a criação do leite.

Uma equipe internacional de cientistas descobriu que outras populações da África Oriental montaram, em tempos relativamente recentes, a mutação genética que permite a adultos digerir a lactose, o principal açúcar do leite. O estudo, encabeçado por Sarah Tishkoff, da Faculdade de Maryland, mostra que a mutação ocorreu de modo independente da que deu aos europeus a mesma experiência, e surgiu quando alguns africanos passaram a formar gado. A descoberta não mostra apenas que cultura e genética evoluem juntas, reconhece Tishkoff, porém també, é "uma das marcas genéticas mais impressionantes de seleção natural de imediato observadas em humanos".



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/