Comentarios de lectores/as

Comunidade Virtual Doenças Inflamatórias Intestinais (DII)

Alícia Fernandes (2018-09-18)


A alimentação tem se tornado um tema polêmico mesmo entre os especialistas. As contradições atuais, além de outros mais nutrientes, envolve a ingestão ou não de lactose. De acordo com a nutróloga Cristine Braga, a preocupação faz sentido, porém não precisa virar uma neurose. Leite de cabra é melhor que o de vaca? Três de julho de 2011 às 23:26

suplementos alimentaresInvertase (sucrase) Nosso organismo é rico em nutrientes. Ouvimos extremamente a respeito do temido carboidrato, as proteínas, açúcares, vitaminas e minerais, mas você neste momento ouviu expor sobre isso as enzimas digestivas? Visto que é, conhecer sobre isso elas pode se tornar um diferencial nos resultados de sua dieta. Elas são as responsáveis na digestão de todos os alimentos ingeridos pra você. As enzimas digestivas se dividem em diferentes grupos e são capazes de ser encontradas desde a tua saliva até o teu intestino. A escoltar você conseguirá dominar pouco mais a respeito de elas e deste modo conseguirá melhor diferenciar as fontes naturais e suplementos dessas que conseguem tornar-se aliadas eficientes com incontáveis benefícios à sua saúde.

Era um jantar e a lactose estava presente no prato principal (risotos com queijo) e pela sobremesa (fundue de chocolate com frutas). No entanto, o pai da minha amiga tem Intolerância à Lactose há anos e desta maneira tem um estoque considerável de lactase em moradia. Como a minha amiga prontamente havia comentado com ele, ganhei dois comprimidos de lactase pra tomar antes do jantar. Comi o jantar, o fundue e até o bolo de aniversário sem passar mal. As calorias acessíveis nesses alimentos só puderam ser aproveitadas visto que no genoma humano surgiram múltiplas cópias do gene AMY1, causador da realização de amilase na saliva, enzima importante pra digestão dos açúcares. Outro modelo é o gene LCT, causador da criação da lactase, enzima encarregada da digestão da lactose, o açúcar do leite que os mamíferos digerem bem somente na infância. Mutações no genoma humano ocorridas há 9 1000 anos, produziram versões de LCT que tornaram possível a digestão de leite bem como pela vida adulta, ampliando as promessas de sobrevivência em tempos de penúria. Caranguejo, lagosta e camarão podem excitar reações rígidas de alergia. Na China, por exemplo, ocorrências alérgicas pela ingestão de camarão são as mais comuns. A reação alérgica a tomate está normalmente associada ao emprego muito frequente deste alimento pela dieta. Pessoas alérgicas a frutas cítricas podem facilmente expor carência de vitamina C. Nesse caso, é necessário recorrer a uma referência suplementar desta vitamina. A sensibilidade a estes alérgenos é facilmente identificada.

A deficiência de lactase podes ser primária, isto é, o ser de imediato nasce com propensão a tê-la; ou secundária, quando a intolerância à lactose é adquirida ao longo da vida, em consequência a um defeito intestinal. A quantidade de lactase produzida no intestino delgado costuma ser elevada no decorrer dos primeiros anos de vida, todavia vai reduzindo-se conforme a dieta se torna mais variada, menos dependente de leite e derivados. Em várias etnias, como os asiáticos, uma suave a moderada intolerância à lactose costuma surgir a partir dos 5 anos de idade. Em afrodescendentes e latinos, a redução nos níveis de lactase costuma aparecer em volta dos 10 anos. O diagnóstico da intolerância à lactose é normalmente feito clinicamente, fundado somente na história clínica e nos sintomas do paciente. Raramente são necessários exames laboratoriais. Em geral, eliminamos apenas pequenas quantidades de hidrogênio pelos pulmões. Imediatamente os pacientes com intolerância à lactose produzem grandes quantidades de hidrogênio no cólon, sendo parte deste gás reabsorvido para o sangue e eliminado pelos pulmões a partir da respiração. Este teste, desse jeito, consiste pela procura de hidrogênio no ar expirado depois do consumo de lactose. Depois da ingestão de lactose, medimos a glicose no sangue para saber se houve elevação dos seus níveis. Em pessoas sadias, a lactose é quebrada em glicose e galactose, sendo reabsorvida pelo intestino e lançada pela corrente sanguínea. Nos pacientes com deficiência de lactase, a lactose não é digerida e a glicose contida nela não é absorvida.

vince e seis de julho de 2011 às 11:48 O leite, como essa de outros alimentos, tem um valor quase emocional para a população, todavia é material de divergências entre especialistas. Uma campanha chamada "Real Milk" defende que a vilã da história não é a lactose, nem a caseína, no entanto sim a pasteurização. Conhecido como leite cru, de acordo com Hartke, a bebida perfeito é a fresca, consumida em em torno de 30 minutos depois da ordenha. Entretanto sendo assim esse leite não tem lactose nem ao menos todas aquelas proteínas alergênicas? Integrar suplementos alimentares de fibra e de medicamentos anticolinérgicos, antiespasmódicos, antidepressivos (em doses pequenos) e medicamentos contra a diarreia necessitam vir acompanhados de modificações radicais pela dieta, com a exclusão de bebidas gaseificadas, alimentos gordurosos e glúten da alimentação diária. Somente um médico pode relatar qual o medicamento mais indicado pro seu caso, tal como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga a toda a hora à risca as orientações do teu médico e NUNCA se automedique.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/