Comentarios de lectores/as

Para Que As Ruas Salvem

Alícia Fernandes (2018-09-16)


Diversos adultos são incapazes de digerir lactose e podem montar angústia abdominal, distensão, flatulência e/ou diarreia após a ingestão do leite ou derivados. A realização da enzima lactase, que permite que adultos consigam tolerar bem a lactose, corta com a idade e, por isso, a intolerância à lactose é mais comum entre jovens e adultos do que em crianças. Existe um polimorfismo (alteração genética) associado com a aplicação da criação de lactase em adultos. Tua carência aponta intolerância à lactose.

suplementos alimentaresOs efeitos da intolerância se concentram, realmente, no sistema digestivo. As bactérias da flora intestinal até são capazes de devorar várias das moléculas do açúcar natural do leite, mesmo elas estando inteiras. No momento em que isto acontece, entretanto, estes micro-organismos soltam gases. Pronto: o ventre vira um balão, e, deste modo, vêm a dor e toda uma sequência de desordens chatinhas, a exemplo de azia, náusea e eventuais corridas ao banheiro. Porém, antes de os seres humanos se tornarem agricultores e produtores de laticínios, a maioria das pessoas não continuava bebendo leite em sua existência, de modo que não produziam lactase depois da infância. A intolerância à lactose pode surgir em diferentes momentos da vida. Nas pessoas de raça branca, normalmente começa a mostrar-se em crianças com mais de cinco anos.

Só os estabelecimentos que preparam os alimentos, sejam eles sem embalagens ou embalados no próprio ponto de venda a pedido do freguês, não estão obrigados a informarem sobre o assunto de lactose. A norma foi aprovada nesta terça-feira (trinta e um/um) na Anvisa e necessita ser publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias. Essa deficiência acontece visto que o intestino delgado deixa de produzir a enzima lactase, causador da quebra do açúcar e digestão dos alimentos lácteos. Engana-se quem pensa que a circunstância é um defeito limitado. No Brasil, estima-se que três em cada dez pessoas sintam qualquer tipo de incômodo após consumir produtos à base de leite, contudo só 1 por cento dos brasileiros tem o diagnóstico de intolerância à lactose. A extenso diferença entre esses fatos declaram o desconhecimento da população sobre o problema. Em casos mais graves, bem como podem processar-se náuseas, vômitos e inflamação do estômago. Os incômodos acontecem em razão de, com a falha na digestão, o açúcar chega inteiro ao intestino grosso, onde as bactérias intestinais realizam a fermentação do alimento.

Após identificada a intolerância e sabendo a partir de que quantidade de laticínios o teu intestino reclama, é possível lançar mão daquilo que os especialistas chamam de reposição enzimática com lactase exógena. Essa sentença quase perturbadora significa engolir cápsulas da enzima qualificado de quebrar o tal açúcar no corpo humano. Veja mais: A intolerância à lactose é pra vida inteira? Estes produtos — que não são considerados remédios, porém suplementos alimentares nutricionais— são usados pelos intolerantes antes da ingestão de alimentos lácteos em dose suficiente pra causar rebuliço na barriga. Imediatamente citamos nas páginas anteriores que a Intolerância Alimentar é distinto da Alergia Alimentar e nesta ocasião vamos destacar quais são estas diferenças. Como de imediato vimos, a Alergia Alimentar ocorre quando o sistema de defesa do organismo (sistema imune) reconhece uma substância alimentar como perigosa pro organismo. Os alimentos freqüentemente envolvidos na alergia alimentar são os que possuem grande teor de proteína, principalmente os de origem vegetal e marinha.

Pois bem, eu de imediato tentei fazer o exercício de lactase manipulada pra suprimir os efeitos, todavia não obtive um repercussão satisfatório. Uma amiga foi para Miami e eu pedi que ela trouxesse uma caixa pra que eu pudesse experimentar. Há uma semana ela retornou e me trouxe o Wallgreen's Lactose Relief. É o primeiro que uso e que realmente funciona! Muita gente tem intolerância à lactose, entretanto você sabe como funcionam os remédios que permitem tomar leite? O Bem Estar dessa segunda-feira (24) explica a diferença entre intolerância e alergia e a médica Ariana Yang explica pelo motivo de quem tem alergia, não poderá tomar estes remédios, nem sequer comer produtos sem lactose. E você sabia que os produtos sem lactose, são capazes de ter outro tipo de açúcar do leite?

Pra ativar uma reação, seria preciso energia suficiente pra romper tais ligações. A presença de enzimas no corpo humano dispensa a inevitabilidade desse aumento de energia, que se unem às moléculas para formar compostos complexos intermediários, que se decompõem e constituem os produtos finais. As enzimas liberam-se da reação sem sofrerem mudanças e ficam preparadas para prosseguir tua ação de catalisadores na criação de produtos novos. A característica principal da ação enzimática sobre o corpo é sua especialidade. Cada tipo de enzima atua sobre isto um composto ou substrato filiado, cuja estrutura precisa fixar-se à da enzima de forma que os centros ativos coincidam perfeitamente. Esse procedimento pode ser comparado com a relação entre uma chave e tua fechadura, uma vez que cada substrato retém uma enzima específica, apto de abrir os rumos para sua transformação. Os grupos catalíticos dos centros ativos de uma enzima atuam com um rendimento mais de um milhão de vezes superior que o de algumas substâncias análogas em uma reação não-enzimática.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/