Comentarios de lectores/as

Para Que As Ruas Salvem

Pedro Benício Martins (2018-09-15)


alimentos funcionaisO que é a enzima lactase? Existem inúmeras enzimas no nosso corpo humano com a função de quebrar moléculas e contribuir no método digestivo. A lactase é a enzima causador da hidrólise da lactose (quebra da lactose em galactose e glucose). É precisamente a deficiência pela produção desta enzima através do nosso organismo a razão principal da intolerância à lactose. No momento em que a lactose chega ao intestino e não sofre ação das enzimas, acaba fermentada por bactérias presentes no lugar. A fermentação produz ácido láctico e gases, que são capazes de provocar distensão abdominal e flatulência. A lactose não quebrada se intensifica a atração de água e eletrólitos pra mucosa do intestino, provocando diarreia.

Como as enzimas atuam no duodeno e no intestino delgado ? O quimo recebido do estômago é misturado ao suco pancreático e intestinal (com enzimas proteolíticas) e à bílis, que são lançados no duodeno a partir de canais. O suco pancreático tem imensas enzimas, entre as quais a tripsina (transforma proteínas em amino-ácidos), a amilase (transforma amido e dextrina em maltose), a maltase (transforma maltose em glicose) e a lipase pancreática (transforma gordura em ácidos graxos e glicerina).

Deficiência de Lactase; alergia ao leite. É a incapacidade de aproveitarmos a lactose, ingrediente típico do leite animal ouderivados (laticínios) que produz modificações abdominais, no mais das vezes, diarréia, que é mais evidente nas primeiras horas seguintes ao seu consumo. Na superfície mucosa dointestino delgado há células que produzem, estocam e liberam uma enzima digestiva (fermento) chamada lactase, responsável pela digestão da lactose. Quando esta é mal absorvida passa a ser fermentada pelaflora intestinal, produzindo gás e ácidos orgânicos, o que resulta na dessa forma chamada diarréia osmótica, com vasto perda intestinal dos líquidos orgânicos.

Pessoas intolerantes à lactose devem impossibilitar o excedente do remédio e mudar a dieta para se manterem saudáveis. Distúrbio digestivo que atinge por volta de 70% da população adulta, de acordo com estimativas médicas, a intolerância à lactose tem mudado a dieta de diversas pessoas. Caracterizado pela incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar do leite e de seus derivados, o transtorno frequentemente é contornado com o uso de cápsulas de lactase. O açúcar necessita ser o mascavo, por conter menos impurezas e conter mais nutrientes ( principalmente minerais) já que é menos processado. O preparado podes ser feito com AGUA ou no Leite de vaca, cabra, ovelha, búfala, égua e até de camela. Os grãos de Kefir multiplicam-se conforme vão sendo cultivados, em vista disso, são tradicionalmente doados e as orientações pra teu cultivo são passadas oralmente. O kefir poderá ser com facilidade adquirido, contudo a bebida feita com ele não é encontrada em supermercados.

O que Causa a Intolerância? Deficiência primária: acontece diminuição da criação da lactase como conseqüência do envelhecimento. Não existe nenhum tratamento que aumente a produção de lactase, porém os sintomas são capazes de ser controlados por meio de dieta. O que se podes fazer é apagar a quantidade de lactose ingerida no dia. Não há indispensabilidade de eliminar totalmente, basta que a quantidade consumidas ao dia seja reduzida. A fermentação da lactose pelas bactérias produz ácidos, o que torna as fezes mais ácidas e podes causar irritação (assaduras) na localidade anal. A gravidade dos sintomas de intolerância à lactose varia de pessoa pra pessoa. Esta variabilidade depende da quantidade de lactose presente na dieta e do grau de insuficiência da enzima lactase de cada indivíduo. Pequenas quantidades de lactose conseguem causar fortes sintomas em pessoas com deficiência crítico de lactase, no entanto somente leves ou nenhum sintoma em pessoas com deficiência suave a moderada. Há também casos de pessoas com dietas e níveis parecidos de lactase que apresentam graus de sintomas distintos. A explicação pra isso não é clara, alimentos funcionais entretanto pode estar relacionada com o tipo e a quantidade de bactérias intestinais presentes em qualquer um.

Acontece quando o nosso corpo não produz, ou produz insuficiente quantidade de uma enzima digestiva chamada lactase (um fermento), que quebra, decompõe a lactose, quer dizer, o açúcar do leite. Como decorrência, a lactose chega ao intestino grosso sem modificações. Vai-se acumulando e fermenta por ação da flora intestinal (bactérias) que fabricam ácido lático e gases, promovem maior retenção de água e o aparecimento de diarreias e cólicas. Conheça Mais A respeito da Intolerância à Lactose e Receitas Sem Lactose! É sério estabelecer a diferença entre alergia ao leite e intolerância à lactose. A alergia ao leite é uma reação imunológica adversa às proteínas do leite, que se manifesta depois da ingestão de uma porção, por menor que seja, de leite ou derivados. Um. Levitt MD. Production and excretion of Hydrogen gas in man. Dois. American Academy of Pediatrics Committee on Nutrition. Lactose intolerance in infants, children, and adolescents. Três. Eisenmann A, Amann A, Said M, Datta B, Ledochowski M. Implementation and interpretation of hydrogen breath tests. Quatro. Peuhkuri K, Poussa T, Korpela R. Comparison of a portable breath H2 analyser with a Quintron Microlyzer in measuring lactose malabsorption and the evaluation of a micro H2 for diagnosing hypolactasia. 5. Lee WS, Davidson GP, Moore DJ, Butler RN. Analysis of the breath H2 test for carbohydrate malabsorption: validation of a pocket-sized breath test analyser.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/