Comentarios de lectores/as

É Qualquer Tipo De Alergia?

Alícia Fernandes (2018-09-13)


enzima lactase comprarÉ preciso deixar claro que a alergia ao leite e a intolerância à lactose são problemas distintos. A alergia ao leite pode motivar transformações na pele e no sistema respiratório, diferentemente da intolerância à lactose que tem efeitos diretos no sistema digestório. Os sintomas da intolerância à lactose melhoram a capacidade em que o consumo de laticínios é minimizada ou interrompida. No momento em que consumidos esses alimentos, os sintomas retornam em poucas horas. O diagnóstico da doença acontece por três exames específicos, após a avaliação clínica: o teste de intolerância à lactose, o teste de hidrogênio na respiração e o teste de acidez das fezes.

Uma das hipóteses para esclarecer os incômodos é a intolerância à lactose, assim como conhecida como deficiência de lactase. Trata-se de um defeito digestivo que ocorre visto que o organismo não consegue digerir a lactose, um tipo de açúcar encontrado no leite e em seus derivados, tendo como exemplo, queijos, bolos, massas e sorvetes. Contudo, o tratamento poderá cooperar pra carregar alívio aos sintomas, que podem, possivelmente, cortar e algumas vezes até sumir completamente. A síndrome do intestino irritável não razão danos permanentes ao intestino e não leva a uma doença crítico, como o câncer, como por exemplo. A principal dica preventiva para impossibilitar síndrome do intestino irritável é conservar um estilo de vida saudável, remoto de vícios e da má alimentação. Impossibilite álcool, cigarro e drogas recreativas, como esta de alimentos gordurosos, bebidas gaseificadas e consumo exagerado de cafeína. Pratique exercícios físicos regularmente e faça exercícios de relaxamento e meditação, a término de impedir estresse. Acompanhamento psicológico também é indicado.

A nutricionista responsável pelo Ambulatório de Nutrição do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Kátia Terumi M. R. Ushiama, esclarece sobre o assunto o defeito e alerta que o diagnóstico não deve ser sinônimo de desespero. O tratamento inicial é a retirada total da lactose da dieta pra conter o incômodo, como gases e inchaço abdominal. Porém, depois de liberação médica, é possível tentar a reintrodução de alguns derivados do leite, como queijos e iogurtes, de modo gradativa pra perceber a tolerância do paciente. Alguns derivados contêm menos lactose e podem ser tolerados, desse jeito é preciso reintroduzi-los aos poucos, para detectar o grau de intolerância de cada pessoa. Depois, no momento em que prontamente estiver acostumado a essa nova quantidade, passará a comer meio. O mesmo raciocínio é seguido por muitos profissionais na questão dos refrigerantes. Quem é bebe todos os dias, duvidosamente poderá parar de vez de um dia pro outro. Assim, faz uma diminuição gradual, até ultrapassar o "vício". Para o tratamento de pacientes com intolerância à lactose, existe alguma fórmula de lactase para que serve superior? Foi localizado um único estudo que comparou diferentes preparações orais de lactase pro emprego em pacientes adultos com intolerância à lactose. As preparações estudadas foram: Lactaid®, Lactrase® e Dairy Ease®. Apenas Lactaid® reduziu a excreção de hidrogênio expirado (indicativo de avanço da digestão da lactose), sem, no entanto ter qualquer efeito sobre a diminuição dos sintomas. Lactrase® and Dairy Ease® tiveram intervenção sobre os sintomas, mesmo sem terem reduzido a excreção de hidrogênio expirado.

Se você está em uma dieta de perda de calorias ou em um tratamento para diabetes, é significativo preservar o consumo do vinagre de maçã. Ele ajudará a equilibrar os níveis de ácido cético no seu corpo, favorecendo esses 2 processos. Bem como por ser uma fantástica referência de ácido cético, muitos micróbios patogênicos conseguem ter sua ação anulada no corpo humano. Todavia, os pesquisadores defendem a ideia de que o estresse é um fator agravante, mas não uma possível razão que leva ao desenvolvimento da síndrome em alguém. As mulheres são duas vezes mais propensas a mostrar síndrome do intestino irritável, por essa causa os pesquisadores acreditam que as mudanças hormonais conseguem exercer um interessante papel. Além do mais, muitas mulheres acreditam que os sinais e sintomas da doença são piores durante ou em períodos próximos à menstruação.

Sorvete à base de leite costuma provocar sintomas mais fortes. E há pessoas mais sensíveis, que neste instante sentem-se mal só com um pouquinho de leite ou derivados. Se seu filho mostra sinais de desconforto a todo o momento depois de mamar, converse com o pediatra e levante a circunstância da intolerância. Há um jeito de diagnosticar com certeza a intolerância à lactose?

E, mais que isso, os testes determinam o grau de intolerância e isto é relevante para saber que medidas o médico e o nutricionista vão indicar. Segundo o pediatra Claudio Len, pai de Beatriz, Fernando e Silvia, o tratamento mais usado pras crianças é tirar da dieta da menina por uma etapa tudo o que tem lactose. No mais das vezes, basta suspender alimentos que contenham o açúcar do leite. Normalmente associa-se a intolerância a lactose apenas com o leite, no entanto entenda que vários alimentos que você nem ao menos imagina, possuem lactose. Leite de vaca, queijos, manteiga, requeijão e além da conta derivados de leite. Café porque diminui a biodisponibilidade de cálcio. Pães e bolachas que não contenham leite na sua constituição. Precisam ser incluídos pela alimentação alimentos ricos em Vitamina D (atum, castanhas, salmão) e Vitamina A (cenoura, abóbora, damasco). É fundamental enfatizar assim como que, além dos alimentos, a lactose conseguirá estar presente em muitos medicamentos, geralmente formulados como comprimidos. O controle da dieta pras pessoas intolerantes depende de se tentar os limites que qualquer um suporta, usando a tentativa e defeito acompanhado por um profissional.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/