Comentarios de lectores/as

Pra Que As Ruas Salvem

Alícia Fernandes (2018-09-13)


Não procure só por leite e lactose, contudo bem como por expressões como soro de leite, coalhada, subprodutos do leite, leite em pó e leite em pó desnatado. Se qualquer uma dessas frases estiver listada no rótulo, o objeto necessita estar fora da tua dieta sem lactose. A lactose assim como é usada em mais de 20 por cento dos remédios prescritos e em torno de 6% dos remédios que ficam nos balcões da farmácia. Vários tipos de pílulas anticoncepcionais contêm lactose, assim como este pastilhas pra queimação e gases.

alimentos funcionaisDeficiência de Lactase; alergia ao leite. É a incapacidade de aproveitarmos a lactose, ingrediente inconfundível do leite animal ouderivados (laticínios) que produz modificações abdominais, no mais das vezes, diarréia, que é mais evidente nas primeiras horas seguintes ao seu consumo. Na superfície mucosa dointestino delgado há células que produzem, estocam e liberam uma enzima digestiva (fermento) chamada lactase, causador da digestão da lactose. No momento em que esta é mal absorvida passa a ser fermentada pelaflora intestinal, produzindo gás e ácidos orgânicos, o que resulta na dessa maneira chamada diarréia osmótica, com vasto perda intestinal dos líquidos orgânicos.

De acordo com Barbuti, as pessoas estão tendo mais acesso ao diagnóstico de intolerância à lactose. Ele conta que existe ainda um teste genético, em que os genes do paciente são estudados pra saber se existe carga para a intolerância, no entanto esse exame está acessível em pouquíssimos lugares no Brasil. Após a digestão, no duodeno, os alimentos formam um líquido leitoso chamado quilo, que é absorvido pelo sangue e na linfa contida nas vilosidades intestinais do jejunoíleo. A partir do sangue e da linfa, o alimento, depois de transformados, é conduzido para todas as células do organismo. Não é verdade que a absorção dos nutrientes ocorre só no duodeno.

A4 - B5 - C1 - D2 - E3. A4 - B3 - C1 - D2 - E5. A5 - B4 - C2 - D3 - E1. A3 - B5 - C2 - D1 - E4. 09. (UNEAL) A espécie humana, como outros vertebrados, possui numerosas glândulas endócrinas, várias delas responsáveis pela criação de mais de um tipo de hormônio. Os indivíduos que não produzem a enzima lactase, depois da suspensão da lactação, são intolerantes à lactose e apresentam sintomas, principalmente intestinais, quando ingerem leite ou outros produtos que contenham lactose. O teste genetico para tolerância à lactose apresenta uma alta correlação com as provas funcionais. Ou melhor, os portadores do genótipo CC, genótipo filiado a não disposição pela produção de lactase, tendem a mostrar provas funcionais alteradas. Ao fazer uma revisão sistemática dos estudos acessíveis que compararam o teste genetico com uma prova functional , chegou-se a conclusão que o teste genetico tem setenta e nove por cento de sensibilidade e 83% de especificidade. O novo teste poderá predizer com alta probabilidade se um indivíduo é tolerante à lactose ou não.

Ou ela poderia ter defeito só com um ou 2 desses alimentos em peculiar? No caso da intolerância alimentar à batata-inglesa, isto se precisa a qual substância presente nela? Você poderia me assinalar um médico ou clínica que trabalha com o Vegatest em Porto Feliz? Pesquisei muito e não localizei! Com a introdução em 1878, por Kühne, do termo enzyme pros fermentos solúveis, a Nomenclatura Internacional de Química passou a utilizar-se desse novo termo pra indicar, de maneira genérica, todos os biocatalisadores. A diástase, primitivamente descrita por Kirchhoff, passou a chamar-se amilase, indicando-se, com o novo nome, o substrato sobre o qual atua a enzima e aproveitando-se do sufixo -ase da denominação anterior. As além da medida enzimas, descobertas logo em seguida, receberam, de modo análogo, a denominação do substrato, seguido da terminação -ase, que passou a apontar enzima. Diástase é frase proparoxítona em virtude da quantidade do sufixo -asis em grego e em latim. Por esta justificativa pretende-se tornar esdrúxulas todas as palavras recentes com o sufixo -ase, criadas para nomear enzimas.

Foi a partir de alguns e-mails e questionamentos que recebi, que resolvi falar mais a respeito de este tônico. Muita gente me pergunta se a famosa "dieta do vinagre" tem êxito ou não. Preparei em vista disso um artigo bem completo, reunindo as principais dúvidas a respeito este foco e contarei por você! O vinagre de maçã retém muitas reais propriedades, entretanto é necessário saber utilizá-lo para que de fato traga algum privilégio para seu corpo humano. As informações deste texto serão interessantes principalmente se você o toma para perder peso ou pretende fazer isto. Contarei ainda como essas propriedades beneficiam teu corpo e por que o vinagre funciona pra alguns corpos e outros não. Almejo começar pelos benefícios do vinagre de maçã por ser um cenário que a todo o momento razão perguntas.

Então é que diversos dizem que a diarreia piora no momento em que se toma leite. Porém, é Primordial saber que isto varia de pessoa pra pessoa, de diarreia para diarreia. Nem sequer todas as crianças desenvolvem esta "intolerância". Devemos desta forma impossibilitar doar leite pra crianças com diarreia? Aí é que está. Não carecemos impedir o leite. Pois que nem todas as crianças desenvolvem esta "intolerância". Mulheres grávidas ou que estão amamentando devem entre 1,000 e 1,300 mg de cálcio diariamente. Adquirir quantidades suficientes de cálcio é relevante para pessoas com intolerância à lactose no momento em que a ingesta de leite e derivados é limitada. Vários alimentos são capazes de fornecer cálcio e outros nutrientes necessários para o corpo. Produtos não-lácteos que tem grande teor de cálcio são o peixes com ossos macios como o salmão e sardinhas e vegetais verde-escuros como o espinafre. A tabela dois relaciona os alimentos que são boas fontes de cálcio da dieta. Fonte: suplementos alimentares Adaptado de U.S. Department of Agriculture, Agricultural Research Service. O iogurte feito com culturas de bactérias vivas e ativas é uma sensacional referência de cálcio para muitas pessoas com intolerância à lactose.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/