Comentarios de lectores/as

Intolerância à Lactose Podes Aparecer Em Diferentes Momentos Da Vida

Daniel Santos (2018-08-24)


comprimidos de lactasePra arrematar, é referência inigualável de cálcio, indispensável pra criação do esqueleto e para impedir que mais tarde a osteoporose acabe com ele. Os vegetais, principalmente as verduras de folhas escuras, como o brócolis, conseguem fornecer 250 miligramas de cálcio diárias para que pessoas faça emprego bondoso deles. Todavia, essa quantidade é insuficiente para as exigências do corpo: um grama por dia. Como um copo de leite, iogurte ou uma fatia de queijo contém de 250 a 300 miligramas, com os laticínios fica menos difícil atender aos reclamos da fisiologia. Por outro lado, certas filosofias dietéticas avessas às demandas da metodologia científica contra-apontam a ingestão de leite e derivados, com o argumento de que nenhum outro mamífero o faz na vida adulta. A tarefa tem sido levada adiante a começar por programas de micro computador que "escaneiam" ambos os genomas à busca dos trechos em que as bases A,G, C e T estejam ordenadas de forma diversa. A conclusão é que as diferenças se localizam confinadas em trechos de DNA formados por somente quinze milhões de bases. Nesses estudos começam a emergir alguns genes, reunidos numa revisão escrita por Katherine Pollard, da Faculdade da Califórnia, pela revista "Scientific American". O primeiro deles foi HAR1, gene ativo em alguns neurônios cerebrais.

Recém lançada pelo Laboratório Apsen, a enzima digestiva LACTASE, prontamente está disponível no Brasil àqueles pacientes portadores de Intolerância à Lactose. A Intolerância à Lactose caracteriza-se pela incapacidade ( parcial ou total ) do sujeito em digerir a lactose ( açúcar do leite ) por causa deficiência ou inexistência da enzima intestinal chamada lactase. Esta afecção gera transtornos gastrointestinais e sistêmicos que limitam e diminuem de sobremaneira a qualidade de existência destes pacientes. Uma vez diagnosticada e quantificada, o tratamento desta deficiência enzimática a toda a hora implica numa diminuição ou restrição do consumo de leite e derivados a final de se cortar os sintomas. Para quem não quer abrir mão dos alimentos lácteos, a opção consiste em ingerir alimentos com baixo teor ou zero de lactose (leites, queijos, iogurtes) ou fazer emprego de suplementação enzimática.

vinte e quatro de setembro de 2010 às 15:Treze Lactose é o açúcar do leite. Ele é digerido pela lactase, enzima lactase comprimido que várias pessoas não produzem. Para a maioria dos intolerantes à lactose (pessoas que têm deficiência ou ausência de lactase, a enzima que digere o açúcar do leite), o consumo de laticínios provoca gases, aflição de barriga, inchaço abdominal, diarreia ou prisão de ventre. Coliprev consiste num suplemento enzimático de lactase destinado a lactentes desde o nascimento. Pode ser usado em tão alto grau nas fórmulas, como nos casos de aleitamento materno. Coliprev deve ser usado a toda a hora que alimentar o teu bebé no decorrer dos primeiros três-4 meses de idade, altura em que começa a ser produzida a enzima lactase em quantidade bastante para actuar a respeito da lactose. Após este período, o Coliprev necessita ser retirado gradualmente. Até 2019, todos os produtos devem indicar se possuem zero lactose, nanico teor ou contêm o componente, o que facilita pela hora de saber o que obter ou não. "Descobri também que a própria enzima que o corpo não produz, a lactase, é comercializada em cápsula", conta Julia. Ela explica que, depois de tomar a enzima, podes ingerir alimentos lácteos sem que isto lhe cause problemas.

Eu tenho dores fortíssima pela barriga na região abaixo do umbigo logo depois ingerir muitas frutas, essas dores são seguidas de inchaço pela barriga, constipação e modificação no modelo das fezes. Em encerramento entendo que parece loucura, entretanto vc é o quarto médico que procuro, estou ficando sem alternativas, pois me dizem que ninguém tem dificuldade algum com frutas e que isto parece ser um tipo de gases. Em geral, está presente em todos os alimentos que levam farinha de trigo em sua composição: macarrão, bolos, pães, massas. Todavia assim como aparece na cerveja, no chocolate, em iogurtes e sobremesas. Ao entrar em contato com o intestino, a proteína causa uma espécie de inflamação em outras pessoas, gerando atrofia das vilosidades do intestino delgado. A intolerância a lactose é caracterizada por um distúrbio membro, como dissemos antecipadamente, a falta de geração ou baixa elaboração de lactase pelo intestino delgado. A pessoa sofrerá com os efeitos da lactose de acordo com a quantidade de leite ou derivados que forem consumidos por ela. Ademais, há níveis de intolerância a lactose: leve, moderado e delicado. E dessa maneira há pessoas que são capazes de ingerir certas quantidades de leite. Já a alergia ao leite consiste numa reação do sistema imunológico ao ter contato com as proteínas do leite, podendo se exibir depois de comer uma mínima quantidade do artefato. Os sintomas mais comuns de uma alergia ao leite de origem animal é irritações no intestino, na pele e ainda no sistema respiratório. Quem desconfia ter algum tipo de intolerância à lactose tem que procurar um médico para fazer uma observação clínica.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/