Comentarios de lectores/as

Dr. Paulo Maciel

Alícia Fernandes (2018-08-24)


Esse procedimento demora cerca de vinte e quatro horas e o leite necessita ser mantido pela geladeira durante este período. Assim como é possível utilizar a mesma técnica em outros produtos líquidos como creme de leite, leite condensado e achocolatados líquidos. O leite sem lactose retrata todos os nutrientes do leite comum, todavia exibe um sabor mais adocicado. Quem não quiser ter este serviço ou não encontrar a lactase facilmente podes obter leite e produtos preparados com leite já sem lactose. Basta constatar o rótulo dos alimentos porque sempre que um artefato industrializado não tiver lactose deve conter esta detalhes ou tomar comprimidos de lactase após a ingestão de alimentos que contém lactose. Após ingerir um alimento que tenha lactose, uma opção pra impedir os sintomas intestinais é tomar o comprimido com lactase, dado que a enzima fará a digestão da lactose no intestino. Lá, movimentos peristálticos permitem que o bolo seja direcionado ao estômago. Tal recurso mecânico permite que o alimento seja misturado aos sucos digestivos. No estômago, o suco gástrico - rico em ácido clorídrico, pepsina, lipase e renina - fragmenta e desnatura proteínas do bolo alimentar, atua sobre isso alguns lipídios, contribui a absorção de cálcio e ferro e mata bactérias. Este órgão é delimitado pelo esfíncter da cárdia (entre o estômago e o esôfago) e pelo esfíncter pilórico (entre o estômago e o intestino). O bolo alimentar, após ser misturado ao suco gástrico, imediatamente denominado de "quimo", segue para o intestino delgado. No intestino delgado, acontece a maioria da digestão e absorção do que foi ingerido. Esse órgão é compartimentado em duodeno, jejuno e íleo, e o modo se inicia nessa primeira porção.

comprimidos de lactaseO processo de absorção da lactose está intimamente relacionado com a atividade da enzima lactase, que deve estar presente naturalmente no corpo humano. A quantidade de lactose queirá causar sintomasvaria de indivíduo para cidadão, dependendosobre o montante e a maneira de lactose contida no alimento, assim como o grau de deficiência de lactase. · Deficiência de lactase primáriaé atribuída a relativa ou absolutaausência de lactase, quedesenvolve pela infância, em diferentes idades eem diferentes grupos raciaise é a causa mais comum damá absorção de lactose eintolerância. Deficiência de lactase primáriaé também referidocomo adultos hypolactasia tipo, nonpersistence lactase,ou hereditáriadeficiência de lactase. · Deficiência de lactase secundária é resultadode lesões do intestino delgado, gastroenterite aguda, diarréia persistente, crescimento excessivo do intestino delgado,quimioterapia, ou outrascausas que afetam a mucosa intestinal, e pode apresentarem qualquer idade, todavia é mais comumna infância. · Deficiência congênita de lactase é bastante especial; teleologicamente,crianças com deficiência congénita de lactase serianão se poderá esperarpara sobreviver antes do século vinte, por ainda não haver substitutos lácteos, nutricionalmente adequados.

A intolerância à lactose corresponde à produção insuficiente ou nula de lactase, enzima essencial no modo digestivo da lactose. Esta enzima possibilita decompor o açúcar do leite em carboidratos mais simples para a tua melhor absorção. A lactose é o açúcar do leite, um dissacarídeo que com a ação da enzima lactase, transforma-se em 2 monossacarídeos: glicose e galactose. Esses carboidratos descomplicado, depois de formados, são facilmente absorvidos pelo corpo. Todavia, a inexistência ou deficiência pela criação da lactase faz com que a lactose chegue até o intestino grosso sem ser absorvida pelo organismo. Ela é fermentada por bactérias causando gases e sintomas típicos de indigestão. A intolerância à lactose é um prazeroso exemplo. A lactose é um açúcar (dissacarídeo) achado no leite, do mesmo modo que a frutose é o açúcar da fruta, e a sacarose é o açúcar da cana. Para ser absorvida pelo intestino, a lactose necessita ser quebrada em porções pequenos por intermédio da ação de uma enzima chamada lactase.

Uma vez caracterizado o diagnóstico, podes se prevenir novos sintomas não usando leite e laticínios. Usando-os, a precaução é mediante a tomada de fermento sintético prévia a qualquer ingestão de lactose. Proibida a reprodução sem autorização - Todos os direitos reservados. Várias pessoas acalentam o sonho da aposentadoria onde o parar de trabalhar representa o digno descanso de uma longa jornada que, pra amplo parcela, começou extremamente cedo na vida.

O biscoito que você tal gosta é criado com leite? Tente formar uma versão caseira sem esse ingrediente. Sendo assim, você desenvolve seus dotes culinários e come algo saudável. Além do leite, existem outros alimentos que contêm este mineral em abundância, como os vegetais escuros (mostarda, couve, agrião e rúcula), os grãos (feijão-branco e grão-de-bico) e, claro, os peixes (bacalhau e sardinha). Ou o organismo delas pode produzir lactase que não dá certo acertadamente. Isso pode talvez causar gases, inchaço, cólicas ou diarreia quando elas comem ou bebem produtos de leite. Escoltar uma dieta sem lactose podes prevenir estes dificuldades. Teu médico ou nutricionista pode te socorrer a solucionar se você precisa de uma dieta sem lactose ou com pouca lactose. Evite todos os alimentos que contêm lactose. A única opção para ti consumir esses alimentos funcionais é se você toma um medicamento de lactase. Pergunte ao seu médico a respeito de pílulas ou líquidos de lactase.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/