Comentarios de lectores/as

LACTOSE X PROTEÍNA DO LEITE

Alícia Fernandes (2018-08-22)


alimentos funcionaisO organismo é qualificado de se readaptar à ausência da enzima lactase, e, se for "acostumado" de modo gradual, o paciente poderá alcançar voltar a ingerir leite sem ter sintomas graves. Neste momento existem no mercado remédios pra repor a lactase. O paciente poderá tomar a lactase (em pó, pílulas ou líquido) logo antes da refeição, permitindo uma melhor digestão dos laticínios.

Depois da mastigação, o alimento é deglutido. Na faringe, no esôfago, no estômago e nos intestinos ele é impelido pelos movimentos peristálticos, cuja ação é involuntária, controlada pelo sistema nervoso autônomo. Ao passar em órgãos como a boca, o estômago e o intestino, os alimentos sofrem ações químicas dos sucos digestivos. Desejamos dividir o processo químico da digestão em etapas que ocorrem em órgãos inmensuráveis com nomes diferentes: insalivação (acontece pela boca), quimificação (ocorre no estômago) e quilificação (acontece no intestino). Ação do suplementos alimentares sistema nervoso autônomo parassimpático, estimulando a secreção de saliva. I. A adaptação às oscilações diárias da concentração de nutrientes evidencia as transformações pelas quais os seres humanos ajustam seu metabolismo a diferentes condições. II. Depois de uma refeição, o excedente de glicose é mantido pela circulação, por decorrência, o fígado responde diminuindo a liberação de insulina, ao passo que o pâncreas aumenta a concentração de glucagon.

Eles descobriram que os porcos comendo batata cozida engordavam muito rapidamente e economicamente do que porcos comendo batata crua. Esta evidencia mostra a vasto diferença entre calorias cozidas e calorias cruas. Na realidade em sua experiência de trabalho num sanatório, o Dr. Edward Howell, descobriu que era improvável ganhar peso as pessoas comendo cru, independentemente da quantidade de calorias ingeridas. A propósito, outro dos efeitos relacionados com a deficiência de enzimas é que o tamanho do cérebro diminui.

A terceira classe de carboidratos, são aqueles constituídos por mais de 20 monossacarídeos com diversas aplicações e propriedades, os polissacarídeos, que contêm centenas de moléculas de monossacarídeos interligados entre si. É classificada como um dissacarídeo, carboidrato formado por uma molécula de glicose e outra de galactose, sintetizada pela glândula mamária e oferece um sabor levemente adocicado ao leite. Biologicamente sua funcionalidade consiste fundamentalmente em prover energia a começar por "sua quebra" que acontece no intestino delgado, liberando uma molécula de glicose e outra de galactose (será modificada pra glicose pelo fígado). O recurso de digestão consiste basicamente pela "quebra" do alimento e tuas imensas moléculas em moléculas de nanico tamanho as quais serão absorvidas pelo organismo.

Contudo, a parcela não absorvida conduz ao surgimento dos sintomas. Os sintomas mais comuns são desconforto abdominal, e a flatulência. O grande volume de água faz com que o intestino aumente a intensidade de seus movimentos, causando a diarreia aquosa. O diagnóstico é feito a partir de exames laboratoriais, mas é significativo prestar atenção ao histórico alimentar e ao surgimento de sintomas. A demora no diagnóstico e consecutivamente no tratamento poderá levar decorrências graves, principalmente nos recém-nascidos. A dificuldade de encontrar produtos bem como é alguma coisa permanente para os compradores intolerantes à lactose. O jornalista Tiago Teles descobriu a restrição há cerca de um ano e, desde desse jeito, impossibilita o leite e derivados pela alimentação. Na procura de ter o trabalho reconhecido, Ana utiliza as mídias sociais como forma de publicar os produtos. Ela faz uma quantidade superior de bombons zero lactose pra uma amiga que revende pela loja. Porém, mesmo dessa maneira, ela diz que os bombons comuns são os mais procurados. O valor bem como é um diferencial. Ela destaca mesmo quando os produtos sem a lactose são mais saudáveis e conseguem ser consumidos por cada pessoa.

A nutricionista responsável pelo Ambulatório de Nutrição do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Kátia Terumi M. R. Ushiama, esclarece sobre isso a dificuldade e alerta que o diagnóstico não tem que ser sinônimo de desespero. O tratamento inicial é a retirada total da lactose da dieta pra cortar o desconforto, como gases e inchaço abdominal. No entanto, depois de liberação médica, é possível tentar a reintrodução de alguns derivados do leite, como queijos e iogurtes, de forma gradativa para notar a tolerância do paciente. Alguns derivados contêm menos lactose e podem ser tolerados, desse jeito é preciso reintroduzi-los aos poucos, pra detectar o nível de intolerância de cada pessoa. Depois, quando já estiver acostumado a essa nova quantidade, passará a ingerir meio. O mesmo raciocínio é seguido por muitos profissionais pela dúvida dos refrigerantes. Quem é bebe todos os dias, dificilmente poderá parar de vez de um dia pro outro. Assim sendo, faz uma diminuição gradual, até ultrapassar o "vício". Pro tratamento de pacientes com intolerância à lactose, existe alguma fórmula de lactase superior? Foi achado um único estudo que comparou diferentes preparações orais de lactase para o uso em pacientes adultos com intolerância à lactose. As preparações estudadas foram: Lactaid®, Lactrase® e Dairy Ease®. Apenas Lactaid® reduziu a excreção de hidrogênio expirado (indicativo de evolução da digestão da lactose), sem, todavia ter cada efeito a respeito da redução dos sintomas. Lactrase® and Dairy Ease® tiveram influência a respeito de os sintomas, mesmo sem terem reduzido a excreção de hidrogênio expirado.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/