Comentarios de lectores/as

Orientações Médicas E O Remédio Lactaid

Daniel Santos (2018-08-13)


lactaseAldolase é a enzima causador da Condensação Aldólica . Ela consegue, em uma reação reversa, absorver dois compostos carbonílicos, sendo um aldeído e o outro cetona. E esta combinação forma um aldol, quer dizer, um composto b-hidroxi-carbonilado. E vice-versa. O aldol bem como podes sofrer condensação aldólica formando uma cetose e uma aldose. Mutase normalmente é uma enzima que age no deslocamento de um grupamento intramolecular. A prolongada ingestão de frutose em lactentes leva a falência hepática e/ou renal ou morte. Uma pessoa que possui esta intolerância não pode consumir absolutamente nada com açúcar, por causa de geralmente vomita depois. O corpo humano não aceita nenhum desses alimentos e, deste modo, é possível saber que existe alguma coisa de errado.

Como repercussão, o corpo tem falta de enzimas pra preservar os tecidos em boas condições. A maior parte das pessoas que jejuam passam pelo que é chamado de uma incerteza curativa. Os pacientes conseguem constatar náuseas, vômitos e tonturas. O que se passa é que as enzimas estão a trabalhar para variar a estrutura doente do organismo. Contudo após liberação médica é possível tentar a reintrodução de alguns derivados do leite, como queijos e iogurtes, de modo gradativa para observar a tolerância do paciente. Kátia. Conforme a nutricionista, não é possível definir uma dosagem exata de ingestão diária, pois que não se pode mensurar a quantidade de lactase (enzima que digere a lactose) que o ser produz. A especialista alerta que ao oposto do que muitas pessoas pensam, produtos sem lactose não têm menos cálcio. Se o intolerante a lactose optar por não ingerir lácteos sem lactose, uma dica é substituir lácteos por leites vegetais. Para finalizar, a nutricionista orienta que impedir é a melhor saída.

Clique neste local e olhe a entrevista consumada com o Dr. Marcelo F. Denaro, médico estudioso no tema. O conteúdo ficou extremamente rico, didático e embasado em pesquisas. Todos os tipos de carne e frutos do mar são capazes de ser consumidos: carne de gado, frango, peixes em geral, porco, inclusive bacon, além de outros mais. O melhor é procurar opções de gado alimentado com pastagens, galinhas formadas soltas e peixes selvagens. Uma dica para melhorar a absorção do ferro é consumir alimentos ricos em ácido ascórbico: as frutas cítricas são as que melhor desempenham essa função. A intolerância à lactose se dá devido à deficiência total ou parcial de uma enzima chamada lactase, que é causador da quebra da lactose, um açúcar presente no leite e seus derivados. A lactose não consegue entrar nas células inteira, desta maneira necessita ser quebrada, segundo explica a nutricionista.

O corpo humano é apto de se readaptar à ausência da enzima lactase, e, se for "acostumado" de modo gradual, o paciente poderá conseguir regressar a ingerir leite sem ter sintomas graves. Prontamente existem no mercado remédios para repor a lactase. O paciente pode tomar a lactase (em pó, pílulas ou líquido) logo antes da refeição, permitindo uma melhor digestão dos laticínios.

Intolerância à lactose é o nome que se dá à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Ela ocorre quando o corpo não produz, ou produz em quantidade insuficiente, uma enzima digestiva chamada lactase comprimido, que quebra e decompõe a lactose, ou melhor, o açúcar do leite. Como consequência, essa substância chega ao intestino grosso inalterada. Ali, ela se acumula e é fermentada por bactérias que fabricam ácido lático e gases, promovem maior retenção de água e o aparecimento de diarreias e cólicas. É interessante decidir a diferença entre alergia ao leite e intolerância à lactose. A alergia é uma reação imunológica adversa às proteínas do leite, que se manifesta após a ingestão de uma porção, por pequeno que seja, de leite ou derivados.

Isso acontece apenas no momento em que, próximo com a diminuição, vier a inclusão de outros alimentos ricos em nutrientes. A indicação para a lactose não é bastante diferente. Se a pessoa não tiver uma sensibilidade bastante amplo ou quadro alérgico, não é necessário eliminar o leite e seus derivados por completo da alimentação. Todavia, o excesso de protease poderá acarretar certos prejuízos, como baixo volume, textura grosseira e modificação da cor do miolo. Para que as enzimas tenham um excelente rendimento é essencial conhecer os fatores que provocam sua atividade. Os mais importantes são temperatura, pH e tempo. A atividade enzimática é influenciada principalmente na temperatura, pH e tempo. Para produzir um queijo do tamanho convencional, com peso de cerca de um quilo, são utilizados em torno de nove litros de leite integral de rebanhos leiteiros selecionados. Depois da ordenha, o leite é filtrado e destinado a tanques de resfriamento, conservando e resguardando suas qualidades originais. É coletado avenida "automóvel tanque" e destinado pra indústria onde será mais uma vez filtrado e pasteurizado (tratamento a partir do calor que visa resguardar as características originais e a segurança alimentar). Todo artefato lácteo tem que ser montado a partir de leite pasteurizado; o leite não pasteurizado, ou melhor o leite "cru" é um interessante carro de transmissão de doenças, desse jeito não precisa ser consumido.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/