Comentarios de lectores/as

Gastroenterologia Pediátrica E Nutrição: Intolerância à Lactose: Mitos E Realidade (4)

Alícia Fernandes (2018-08-13)


Porém, britânicos dizem que o número 81,três cm pra mulheres e noventa e quatro cm para homens agora acende o sinal de alerta e, nesta faixa, prontamente há riscos para a saúde. Em alguns casos, como ressalta a nutricionista comportamental Patrícia Cruz, a pessoa até está obesa, no entanto é saudável. Entretanto nem dessa maneira o excesso de peso deve ser ignorado.

suplementos alimentaresPerda enzimática secundária a doenças intestinais: deficiência temporária da enzima, associada à morte de células intestinais. Essa deficiência acontece de maneira temporária até que essas células sejam recompostas. Deficiência primária: é a mais comum entre a população e ocorre pela redução natural da criação da enzima lactase com o decorrer dos anos. A meio ambiente não quer que a semente germine prematuramente e perca sua vitalidade. Quer sim que as sementes germinem num solo suficientemente úmido para poderem amadurecer e prosseguir a espécie. Dessa maneira, quando se comem sementes cruas ou nozes cruas, estamos a ingerir os inibidores de enzimas que neutralizam alguns dos enzimas que o corpo produz. Na verdade ingerir alimentos com inibidores de enzimas provoca um inchaço do pâncreas.

Contamos ainda com o teste respiratório em que o paciente bebe um líquido com lactose e mede-se a quantidade de hidrogênio expirado. No caso da intolerância a lactose expira-se uma quantidade maior de hidrogênio. Exceto em casos particulares, como nas parasitoses e gastroenterites, essa situação não é reversível. O presságio é agradável na maioria dos casos. A Intolerância a lactose pode ser Primaria ou Secundária. A Primária acontece por uma perda natural da realização de lactase que poderá ocontecer durante a vida, em graus variáveis, atinge até setenta por cento da população brasileira e não desaparece ou regride seja com dieta ou remédios. E ainda podes acontecer de ter as duas associadas. O impecável é buscar um gastroenterologista e fazer uma avaliação. As enzimas são compostos sintetizados no interior das células vivas que desempenham primordial papel no processamento e deterioração dos alimentos. A atuação das enzimas pela panificação ocorre de maneira complexa. Sua presença tem como objetivo aprimorar as características reológicas da massa, atuando nas moléculas do amido ou de proteínas e bem como como branqueadoras de farinhas com alto teor de pigmentos escuros.

Sua solubilidade em água é de vinte e um,6 g a cada 100mL A presença de lactose e destes compostos nas fezes no intestino grosso aumenta a pressão osmótica e drena água do corpo, causando a diarréia ácida e gasosa. A severidade dos sintomas depende da quantidade ingerida e da quantidade de lactose que cada pessoa pode tolerar. O sublime é impossibilitar produtos lácteos, ingerir leite com baixa lactose, ou tomar a enzima, quando não puder evitar. Li os detalhes contidas no seu site e confesso que me surpreendi principalmente, sobre isto referente a soja. A intolerância à lactose é a incapacidade de digerir lactose. A lactose é um tipo de açúcar localizado no leite e em outros produtos lácteos. A intolerância à lactose ocorre quando o intestino delgado não produz enzima lactase bastante. Os corpos de bebês produzem esta enzima pra que eles possam digerir leite, incluindo leite materno. Bebês prematuros às vezes têm intolerância à lactose.

Intestino delgado
Capriche em outros alimentos que são fonte de cálcio
Analise esta figura, em que está representada uma população de bactérias
dois fatias médias de tofu
Deficiência primária ou ontogenética
Arroz e cereais em geral
Aditivos alimentares
Leite de lactobacillus

Ao contrário do que se pensa, a lactose não é retirada do objeto lácteo. Ela passa pelo modo de hidrólise, quer dizer, a molécula nesse açúcar é quebrada em duas novas moléculas menores, glicose e galactose, com a adição da enzima lactase. Em qualquer prateleira de alimentos para dietas especiais queremos descobrir rótulos destacando que certos produtos possuem nanico ou nenhum teor de lactose. A sua inexistência ou redução é uma vantagem? Os alimentos lácteos estão presentes em quase todas as nossas refeições e são apreciados por crianças e adultos de todas as idades.

Basta bater ou adicionar, e pronto! Pra ser absorvida pelo intestino, a lactose necessita ser quebrada em porções menores a partir da ação de uma enzima chamada lactase. Tal enzima lactase comprar fica na superfície da mucosa intestinal. Quando há deficiência da lactase, mesmo que parcial, as quantidades de lactose ingeridas por meio do leite não são hidrolisadas e permanecem intactas no intestino delgado, atraindo água pra região e provocando dores e edemas. A lactose não absorvida passa, portanto, para o intestino grosso. Ali é metabolizada pelas bactérias (fermentação), atraindo ainda mais água. O efeito são mais dores, edemas, flatulência e diarréia, e também a digestão e a absorção de outros nu- trientes ficarem comprometidas. O tratamento pra o problema consiste em fixar a ingestão de lactose ao limite de tolerância do paciente. Quem poderá consumir o iogurte feito com kefir de leite? Apenas as pessoas que são intolerantes a lactose. Alérgicos nunca devem ingerir nada que venha do leite, incluindo o kefir de leite. Aos alérgicos, o kefir indicado é o kefir de água ou tibico. Ao fermentar no leite, o kefir de leite consome a lactose e libera nesse iogurte a lactase. Isso é benéfico aos intolerantes, pois essa lactase contida no iogurte de kefir irá acudir seu organismo a digerir cada resquício de lactose restante no iogurte.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/