Comentarios de lectores/as

Intolerância à Lactose, Sintomas, Exames E Dieta

Alícia Fernandes (2018-08-07)


Muco nas fezes Esses exames conseguem ser solicitados pelo clínico geral ou alergologista em caso de suspeita de intolerância à lactose ou no momento em que o teste da eliminação alimentar deixa novas dúvidas. É extremamente essencial diagnosticar e tratar a intolerância à lactose, por causa de esta é uma situação que provoca sintomas desagradáveis e afeta a absorção de nutrientes relevantes para o corpo. Algumas glândulas que revestem o intestino segregam as enzimas sacarase (transforma sucrose em glicose e frutose), maltase, lactase (transforma lactose em glicose e galactose), lipase, amilase e erepsina que em cota formam o suco intestinal. A ausência ou baixa atividade da lactase pode causar abundantes graus de intolerância ao leite. Como os nutrientes são absorvidos ? Pela membrana mucosa do intestino delgado ficam várias reentrâncias e dobras chamadas villi que aumentam a superfície de absorção em mais de 600 vezes o que seria se o intestino fosse um descomplicado cilindro.

alimentos funcionaisNão existe alergia à lactose. O que existe é a intolerância à lactose no momento em que a moça apresentadeficiência da enzima lactase. A lactose (açúcar do leite) só é absorvida depois de tua hidrólise (pela lactase)nos monossacarídeos glicose e galactose. Estes monossacarídeos são absorvidos ativamente pelos enterócitos. Em consequência do afluxo de líquidos e da fermentação da lactose, podem surgir os sintomas da intolerância à lactose: flatulência, acréscimo dos ruídos intestinais, cólica abdominal e, também, diarréia. Dessa forma, as manifestações clínicas pela intolerância à lactose são dependentes da tua força osmótica e de sua fermentação. Diferente, na alergia ao leite de vaca, as manifestações clínicas são decorrentes de uma reação do sistema imunológico, desencadeada pelas proteínas do leite de vaca. As manifestações clínicas no lactente frequentemente envolvem o aparelho digestivo: vômitos, regurgitações, cólicas, diarréia com ou sem sangue, perda de sangue nas fezes. Com frequência acomete a pele na forma de urticária ou dermatite atópica. Outras vezes poderá haver manifestações respiratórias.

12 de abril de 2012 às 17:Cinquenta e nove
um molho de couve rasgada
Não havia conversado com meu gastroenterologista sobre isto
4,5 x 106 kg
Exagero de gases ou flatulência
Bolos de arroz sem queijo

"A alergia à proteína do leite de vaca é algo bastante específico e que necessita de acompanhamento. Os sintomas acontecem de modo bastante imediata e pedem atenção no início da amamentação, já que a proteína pode ser passada pelo leite materno", diz Beatriz. Retirar a lactose da dieta não deixa a refeição mais light? O leite com ou sem lactose tem o mesmo valor calórico. "O que diferencia o valor calóricos dos produtos lácteos é a redução de calorias. Produtos light são aqueles que têm como intuito suprimir suas calorias. No caso dos produtos sem lactose, o propósito é ofertar um artefato sem o açúcar às pessoas que são intolerantes para que elas possam se ajudar dos nutrientes do leite", explica Beatriz. É significativo manter a ingestão de alimentos com lactose pra que o corpo humano não pare de fornecer a lactase. "Quando o corpo humano para de ingerir certos nutrientes que dependem de enzimas pra serem digeridas, automaticamente deixa de as produzir. Assim é respeitável manter um ritmo comprimidos de lactase consumo", alerta Beatriz.

Os principais fatores relacionados à alergia alimentar são: hereditariedade, apresentação ao alimento, permeabilidade gastrintestinal e fatores ambientais que conseguem acentuar os sintomas da alergia. Neste momento na Intolerância Alimentar ocorrem reações adversas que são ocasionadas pelos alimentos, porém que não envolvem o sistema de defesa (sistema imune). A intolerância mais comum é a do leite que é provocada pela ausência da enzima lactase responsável pela digestão do açúcar presente no leite (lactose). Descendentes de culturas que não domesticaram o gado, ou que não usavam o leite como fração da dieta - como povos do sul da Europa, asiáticos e africanos - não têm a mutação, e não podem digerir laticínios. O estudo de Tishkoff parece solucionar o mistério de como alguns povos africanos, que criam gado e podem digerir leite, não têm a mesma mutação que os europeus.

Se dentro destes dias você não mostrar sintomas, faça um teste e tome um tanto de leite e logo espere pra visualizar a reação do teu corpo. Se os sintomas retornarem, é possível que tenha intolerância à lactose e não possa ingerir leite de vaca. Esse teste poderá ser feito com todos os alimentos que sejam preparados com leite, como queijo, manteiga, pudim e manjar, como por exemplo. E dependendo do seu grau de intolerância à lactose, os sintomas podem ser mais ou menos intensos. Checape de fezes: mede a acidez das fezes sendo muito comum para detectar a intolerância à lactose em bebês e crianças pequenas.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/