Comentarios de lectores/as

O Que É, Com que objetivo serve, Tem êxito, Efeitos, Suplemento

Alícia Fernandes (2018-08-07)


alimentos funcionaisAtualmente muito se tem falado sobre o assunto e também imensos equívocos são cometidos. A intolerância à lactose acontece em pessoas que não produzem ou produzem pequena quantidade da enzima lactase. A alergia à proteína do leite afeta o sistema imunológico. A lactose é um carboidrato, denominado como açúcar do leite. A lactase é a enzima que tem a função de hidrolisar (quebrar) a lactose, facilitando a sua digestão e absorção pelo intestino. A lactose está presente naturalmente em todos os leites de origem animal. Até mesmo o leite materno tem lactose. No momento em que a lactose não é digerida e absorvida ela é fermentada pelas bactérias intestinais causando não apenas diarreia, todavia assim como desconforto por distensão abdominal, gases, cólicas e má digestão. Apesar de bastante rara, a intolerância congênita poderá mostrar-se no piá e exibir sintomas prontamente nas primeiras mamadas.

E, mais que isso, os testes determinam o grau de intolerância e isso é primordial pra saber que medidas o médico e o nutricionista irão indicar. De acordo com o pediatra Claudio Len, pai de Beatriz, Fernando e Silvia, o tratamento mais usado pras crianças é retirar da dieta da criança por um estágio tudo o que tem lactose. No mais das vezes, basta suspender alimentos que contenham o açúcar do leite. Geralmente associa-se a intolerância a lactose somente com o leite, todavia saiba que diversos alimentos que você nem ao menos imagina, possuem lactose. Leite de vaca, queijos, manteiga, requeijão e além da conta derivados de leite. Café já que diminui a biodisponibilidade de cálcio. Pães e bolachas que não contenham leite em sua composição. Devem ser incluídos na alimentação alimentos ricos em Vitamina D (atum, castanhas, salmão) e Vitamina A (cenoura, abóbora, damasco). É indispensável enfatizar bem como que, além dos alimentos, a lactose poderá estar presente em muitos medicamentos, normalmente formulados como comprimidos. O controle da dieta pras pessoas intolerantes depende de se testar os limites que cada um suporta, usando a tentativa e problema acompanhado por um profissional.

Frequentemente, as pessoas são capazes de tolerar melhor o leite ou derivados ingerindo-os com alimentos. O quanto é necessário de mudança da dieta depende de quanto a pessoa podes ingerir de lactose sem sintomas. A título de exemplo, alguém poderá ter sintomas acentuados depois de comer um copo baixo de leite, enquanto outra poderá ingerir um copo grande sem sintomas. Outros podem facilmente consumir iogurte e queixos duros por exemplo o cheddar e suíço porém não o leite ou outros derivados do leite. A intolerância à lactose não chega a ser considerada uma doença. Ela é provocada pela inexistência da lactase, enzima causador da digestão do açúcar do leite (lactose) e de seus derivados. "Nestes casos, a lactose chega ao cólon (intestino grosso) intacta, se acumulam e são fermentadas pelas bactérias que vivem no local, formando ácido lático e alguns gases. A união desse gás e do ácido são os responsáveis pelos sintomas como náuseas, diarreia, inchaço, entre outros", ressalta o profissional.

O que é a lactose? A lactose é o açúcar presente no leite e seus derivados. É um hidrato de carbono, mais particularmente um dissacarídeo, que é composto por 2 monossacarídeos: a glicose e a galactose. O que é a intolerância à lactose? A intolerância à lactose, também conhecida como deficiência de lactase, é a incapacidade que o corpo necessita de digerir lactose - um tipo de açúcar achado no leite e em outros produtos lácteos. Esse suplemento poderá oferecer suplementação de Protease, Lipase e Lactase. Esse suplemento pode doar suplementação de Lactase, bromelina, Lipase, Protease e amilase. Essa suplementação se diferencia, já que não favorece somente com enzimas digestivas. Dentre essas, podemos acentuar a Lactase, a protease e peptisíade. Aponta-se o consumo de um a 3 cápsulas do suplemento por dia.

Bromelina e papaína: Elas são enzimas proteolíticas. Assumem a função de decompor as proteínas em peptonas pequenos através de hidrólise. Essas enzimas estão muito presentes em suplementos alimentares voltados para pessoas que consomem vários alimentos protéicos pra ganho de massa magra. Eles contribuem pra maior eficiência na digestão das proteínas. Esse controle é feito por hormônios. I. A adenoipófise produz e secreta a ocitocina, hormônio que estimula a eliminação do leite. II. A neuroipófise produz e secreta o FSH, hormônio que estimula a contração da glândula mamária. III. A adenoipófise produz e secreta a prolactina, hormônio que estimula a produção do leite.

Todo mundo que tem geneticamente uma intolerância, tem má absorção de lactose, porém isto não razão sintomas sempre. Há países, como o Japão, em que praticamente toda a população tem essa característica. O especialista explica que geralmente os sintomas aparecem entre meia hora e uma hora depois da ingestão do leite ou derivados, como chocolate, sorvetes, leite condensado, creme de leite, iogurte, manteiga, pudins e queijos. Barbuti ressalta entretanto, que isto depende do grau de intolerância à lactose e de quanta lactose tem o alimento consumido. — Queijos quanto mais duros, menos lactose. Um parmesão, tendo como exemplo, tem pouca lactose, sempre que um queijo mais mole tem mais lactose.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/