Comentarios de lectores/as

Lactose - Calculadora De Intolerância

Alícia Fernandes (2018-08-05)


alimentos funcionaisNão existe alergia à lactose. O que existe é a intolerância à lactose quando a menina apresentadeficiência da enzima lactase. A lactose (açúcar do leite) só é absorvida depois de sua hidrólise (pela lactase)nos monossacarídeos glicose e galactose. Esses monossacarídeos são absorvidos ativamente pelos enterócitos. Em resultância do afluxo de líquidos e da fermentação da lactose, conseguem aparecer os sintomas da intolerância à lactose: flatulência, acrescentamento dos ruídos intestinais, cólica abdominal e, também, diarréia. Portanto, as manifestações clínicas na intolerância à lactose são dependentes da tua força osmótica e de tua fermentação. Contrário, pela alergia ao leite de vaca, as manifestações clínicas são decorrentes de uma reação do sistema imunológico, desencadeada pelas proteínas do leite de vaca. As manifestações clínicas no lactente frequentemente envolvem o aparelho digestivo: vômitos, regurgitações, cólicas, diarréia com ou sem sangue, perda de sangue nas fezes. Com regularidade acomete a pele na maneira de urticária ou dermatite atópica. Outras vezes podes existir manifestações respiratórias.

As enzimas atacam os tecidos patológicos e dividem as substancias indigestas e não processadas; e estas são depois evacuadas pelos intestinos, pelo vômito ou através da pele. Incalculáveis nutricionistas dizem que as enzimas dos alimentos são destruídas pelos ácidos do estômago e por conseguinte de pouco ou nenhum valor. O doutor Howell contrapõe que esses nutricionistas não prestam atenção a dois fatores primordiais. Em primeiro espaço, quando se come, a secreção ácida do estômago acontece minimamente no mínimo durante 30 minutos. Á proporção que a comida atravessa o esôfago, cai sobre a fração superior do estômago. Esta é chamada a seção cardíaca, uma vez que está próxima do coração. O resto do estômago continua plana e fechada enquanto a parcela cardíaca se abre pra acomodar a comida. Crianças portadoras de Enteropatia ambiental sofrem bem como risco potencial de apresentarem intolerância à Lactose. Estas crianças extremamente comumente sofrem algum grau de agravo nutricional em virtude do sobrecrescimento bacteriano no intestino delgado. Bactérias da flora colônica, especialmente as anaeróbias como os Bacteróides, no momento em que presentes no lúmen do intestino são capazes de motivar abundantes eventos fisiopatológicos causando graves lesões à mucosa do jejunal. Figura 10- Visão parcial da favela cidade Leonor, modelo marcante da carência de saneamento essencial e, dessa maneira, fator fundamental para o surgimento da Enteropatia Ambiental com sobrecrescimento bacteriano no intestino delgado. Notar as crianças brincando às margens do córrego, verdadeira cloaca a céu aberto.

Os queijos frescos assim como passam por essa fermentação, contudo, poderá-se achar neles, resíduos de lactose ainda não fermentada. "A partir do instante em que definidos queijos irão maturando, essa lactose vai desaparecendo, como é o caso de queijo parmesão e outros que são consumidos após quinze a vinte dias após a fabricação. Nos produtos em que não há fermentação, como adocicado de leite, leite condensado e sorvete, mesmo que o objeto atinja sua validade, ainda possui lactose e poderá exibir dificuldades aos intolerantes", salienta. Uma das principais diferenças entre o leite sem lactose e o comum está no sabor. Isto ocorre no momento em que a enzima lactase, causador da quebra da lactose, está ausente ou deficiente no corpo humano. Quando isto acontece, a lactose não consegue ser digerida, causando uma série de complicações suplementos alimentares e sintomas. A digestão desse açúcar ocorre no intestino delgado, contudo, na falta ou deficiência da enzima, a lactose chega intacta ao intestino e acaba servindo de alimento para as bactérias ali presentes. Dentre os sintomas mais comuns estão: dores e desconfortos abdominais, diarreias, náuseas, inchaço, gases e cólicas.

Consumir em excedente alimentos que contenham glúten podes levar a inflamações no intestino
Flatulência (gases)
Helena Coutinho argumentou
Molho de queijo
Leite de cabra
Exagero de gases ou flatulência
Diarreias causadas por gastroenterite viral
Queijos processados e naturais

Deste jeito, é necessário examinar cuidadosamente os rótulos de pães, bolos, biscoitos, margarinas e outros alimentos industrializados antes de consumi-los. É fundamental analisar se em sua composição de nutrientes existe leite ou produtos lácteos. Se houver, a pessoa necessita continuar afastado deles. Produtos fermentados de leite, como o iogurte, são tolerados por intolerantes. Bem como queijos como o Cottage possuem pequeno teor de lactose. Mas o consumo dos chamados queijos macios tem que ser feito com cuidado, pois a lactose é usada no recurso de cremificação de alguns deles. É preciso a mesma atenção com as carnes industrializadas, uma vez que elas podem conter leite em pó como agente ligante. Até com remédios é preciso cautela. A indústria farmacêutica usa com freqüência a lactose pela composição de medicamentos.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/