Comentarios de lectores/as

Dica: Intolerância A Lactose

Alícia Fernandes (2018-08-05)


Para os intolerantes, os produtos "sem lactose" são capazes de ser consumidos. Porém, é excelente ressaltar que pra fabricação desses produtos é usada a enzima lactase sintética. Nesse caso, a enzima apenas quebra a lactose em açúcares acessível, facilitando a sua digestão e absorção pelo intestino. Isto é, quantidade de açúcar existente nos alimentos funcionais não é reduzida nem eliminada. Isso é possível já que as indústrias absorvem a enzima lactase ao produto. Para quem não quer abrir mão dos alimentos com lactose, a saída é uma pastilha chamada LACTAID, composto da lactase, disponível nos EUA. Ela necessita ser mastigada logo após a ingestão dos alimentos com lactose. Seu efeito é quebrar e desenrolar a lactose permitindo que o leite seja absorvido diretamente sem os efeitos descritos previamente.

suplementos alimentaresA imaturidade do aparelho digestório e do sistema imune, comum nessa faixa etária, são fatores interessantes para o desenvolvimento da APLV. Mas, mesmo através do leite materno o recém-nascido poderá entrar em contato com a proteína do leite de vaca. Dessa maneira é extremamente primordial as mães prestarem atenção em sua alimentação e no surgimento de sintomas no moço. Os sintomas são vômitos, agonia abdominal, diarreia, flatulência, presença de sangue nas fezes e dermatites (vermelhidão pela pele, aparência de "pele grossa"), podendo estimular outros processos alérgicos como asma e eczemas. O surgimento dessa doença se oferece não só na presença da proteína do leite de vaca, todavia assim como pela permeabilidade da parede intestinal além do fator genético. Entretanto, mais do a charada do corpo humano, a dieta pode ser uma charada de saúde. É sabido, tais como, que aqueles que sofrem com hipertensão arterial necessitam investir em um cardápio com uma quantidade pequeno de sal. O excedente de sódio faz com que o corpo retenha mais líquido e, mesmo se não houver inchaço, o volume de sangue no corpo será aumentado.

A alimentação tem se tornado um cenário polêmico mesmo entre os especialistas. As contradições atuais, entre outros nutrientes, envolve a ingestão ou não de lactose. De acordo com a nutróloga Cristine Braga, a amargura faz sentido, porém não precisa virar uma neurose. Leite de cabra é melhor que o de vaca? 3 de julho de 2011 às vinte e três:Vince e seis

No fim de contas, esses grãos possuem poder inflamatório e elevada carga glicêmica. Já o consumo de amendoim tem de atenção, por se tratar de um alimento bastante alergênico. Por conterem uma quantidade superior de carboidratos, a quinoa e o amaranto bem como requerem cuidado. Farinha de trigo, de arroz, de grão-de-bico, de mandioca, fécula de batata, polvilho e tapioca não devem ser consumidas. Os adultos, além dessa possibilidade, não necessitam se preocupar em impedir a lactose inteiramente, lembrando que os níveis de intolerância são variados. O controle da dieta destinado a pessoas intolerantes à lactose depende da experimentação de seus próprios limites, usando a tentativa e o defeito , direciona a nutricionista. Para os pacientes que reagem a pouca quantidade de lactose, neste momento existe no mercado o leite UHT hidrolisado, ou com pequeno teor de lactose. O sabor é o mesmo e ele ainda contêm todos os nutrientes do leite , garante Karina. Ainda de acordo com ela, os iogurtes (2239) são derivados que, inclusive até quando consumidos em grandes quantidades, não causam sintomas.

O termo "alergia ao leite" se popularizou e, nos dias de hoje, é extremamente utilizado para reproduzir possíveis causas de intolerância, provenientes de reações alérgicas ou não. "A alergia ao leite é outra coisa", ensina Tatiane. "Neste caso, a dificuldade está referente a uma proteína do leite chamada caseína. Por qualquer pretexto, o corpo humano reconhece a caseína como um corpo humano esquisito que irá causar malefícios e reage contra ela, causando erupções na pele, manchas vermelhas, problemas respiratórios e, às vezes, diarreia". E bem como que após meia hora, a enzima é absorvida pelo organismo, sendo assim é primordial tomar mais um se continuar ingerindo a lactose. Aqui no Brasil, existem opções como o Lacday e o Lactosil. Eu acabo preferindo o Lactaid uma vez que acho mais prático, entretanto claro que no momento em que acabam os meus comprimidos, recorro as opções nacionais! Tem muita gente que não domina disso, porém queijos e leite de ovelha e cabra não contém lactose. Deste jeito eu sempre dou preferência ao queijo de cabra, ou o chèvre, queijo pecorino, e também o feta. O Iogurte de ovelha é mais pesado, porém dá pra acostumar. Os produtos "sem lactose" do mercado, normalmente são nada mais do que produtos derivados do leite, que também possui na sua constituição a enzima lactase. Isto é, é como se você estivesse tomando um desses remédios que falei acima.

A intolerância à lactose acontece no momento em que o rapaz não retém um gene que regula a realização da enzima lactase (no intestino delgado), responsável pela quebra e consequente fácil digestão da lactose no intestino. A lactose é uma espécie de açúcar localizado no leite. O problema pode ainda ser chamado de alergia ao leite ou deficiência de lactase. Cremes não laticínios (cheque o rótulo)



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/