Comentarios de lectores/as

Saúde Digestiva E Bem-Estar

Alícia Fernandes (2018-08-05)


Intolerância à lactose é a incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Esse defeito ocorre no momento em que o corpo deixa de produzir, ou produz em quantidade insuficiente, a lactase - enzima digestiva que decompõe a lactose. Chegando inalterada ao intestino, a lactose se suplementos alimentares acumula, sendo fermentada por bactérias que causam retenção de líquidos, distensão abdominal, flatulências, náuseas, assaduras, cólicas e diarreias. Esses sintomas variam de acordo com a superior ou pequeno quantidade de leite e derivados consumidos. Em casos mais rígidos acontece a redução de calorias. Quando as pessoas pensam sobre isto intolerância à lactose, talvez imaginem uma indigente alma que come o teu cereal seco ou uma pessoa que só pode assistir para uma tigela de macarrão com queijo, entretanto não degustar essa delícia. De acordo com os cientistas, há uma legal chance de que você possa ser intolerante à lactose em um grau. Os Institutos Nacionais de Saúde estimam que por volta de sessenta e cinco por cento dos seres humanos tem dificuldade em digerir laticínios, quer dizer, você poderá ser intolerante à lactose sem nem sequer saber.

suplementos alimentaresquatro,5 x 106 kg A substância é quebrada em moléculas pequenos, a galactose e glicose, através da adição da enzima lactase. Isto faz que o leite e seus derivados tenham melhor digestão nas pessoas com intolerância. Bem como há os produtos naturalmente sem lactose, como os leites vegetais e tofu. Para que pessoas tem intolerância, eles são uma ótima escolha! No TudoGostoso, você encontra numerosas receitas sem lactose, como pão integral de iogurte com granola, bolo de cenoura sem glúten e sem lactose, pão de queijo, torta de sardinha e diversas outras! A intolerância à lactose acontece devido à inexistência ou insuficiência da enzima lactase que digere esse açúcar presente no leite e produtos lácteos. Ela poderá ser devido à causas primárias (como hereditariedade) ou secundárias (lesões de células intestinais). Os sintomas geralmente adicionam doe abdominal, gases e diarreia e acontecem logo após o paciente ingerir produtos lácteos.

A epinefrina é um hormônio liberado em circunstâncias de tensão, com o propósito de aprimorar o desempenho de animais em reações de guerra ou de fuga. Além de agir sobre o coração e os vasos sanguíneos, facilita o consumo de reservas orgânicas de combustível pelos músculos. Pra executar essa atividade metabólica, estimula a glicogenólise hepática e muscular, a gliconeogênese hepática, a glicólise muscular e a lipólise no tecido adiposo. Por este caso, estas substâncias se ligam à molécula alterando tua forma e desse jeito, seu funcionamento. Este tipo de inibição enzimática é chamada de não-competitiva. Há também substâncias bastante iguais aos substratos usuais de cada enzima que são capazes de se ligar ao seu sítio esperto, impedindo que elas ajam a respeito do substrato para o qual foram produzidas. Este tipo de inibição é chamada de competitiva.

Como a intolerância é assim como genética, os brasileiros, com fortes traços dessas etnias, são suficiente afetados. Além da genética, a situação podes aparecer com o envelhecimento, no momento em que o cidadão vai produzindo cada vez menos lactase (enzima da digestão da lactose), ou como resultado de alguma doença que compromete o intestino. Bebês prematuros assim como têm mais oportunidadess de serem intolerantes à lactose, em razão de a geração de lactase acontece principalmente no último trimestre da gravidez. A alergia à proteína do leite acontece quando o sistema imunológico reage contra este alimento como se ele fosse um agressor, passando a fornecer anticorpos (contra esse antígeno). Os sintomas da alergia podem ser coceira, manchas vermelhas, dor e distensão abdominal, gases, coriza, respiração trabalhoso e inchaço, principalmente, nas pálpebras, face, lábios e língua, entre outros sintomas e conseguem processar-se imediata ou tardiamente.

Pela fabricação, elas recebem a enzima lactase, quer dizer, simulam o que aconteceria no corpo, facilitando, dessa forma, a digestão. E os probióticos dos leites fermentados, são bem-vindos? No momento em que entram em nosso corpo humano em quantidade adequada, essas bactérias do bem se incorporam à comunidade microscópica que vive no intestino. Ali, ajudam a impossibilitar a proliferação de parasitas, suprimir substâncias tóxicas e fortalecer o sistema imunológico. E zelar pelas redondezas intestinais se mostra importante para o processamento adequado da lactose. Grupo do leite, iogurte e queijos: Impossibilitar todos os produtos que contenham lactose. Alguns leites já são produzidos sem lactose. No caso dos queijos, podes-se optar pelos a base de soja (como o tofu), e nos iogurtes precisa-se acompanhar a indicação MÉDICA (várias crianças reagem bem a lactose fermentada destes produtos, novas não).



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/