Comentarios de lectores/as

Gastroenterologia Pediátrica E Nutrição: Intolerância à Lactose: Mitos E Realidade (quatro)

Alícia Fernandes (2018-08-04)

En respuesta a Dr. Paulo Maciel

Sem enzimas livres, não há reação. Confira roteiros de estudo, exercícios e aulas gratuitas de Sindromes Genéticas, Tipos Sanguíneos ABO, Meiose e Mitose, DNA & RNA, Fotossíntese, Reprodução Sexuada e Reprodução Assexuada, e as Teorias da Prosperidade das Espécies. As enzimas são capazes de também ser desativadas na presença de metais pesados, como o chumbo e o mercúrio, ou por outros produtos como o arsênico. Seguidamente, acredita-se que a deficiência de enzimas é a razão da maturação exagerada das crianças e adolescentes dos nossos dias .É bem como uma circunstância sério no excesso de peso de muitas crianças e adultos. Várias experiências com animais notabilizam que as dietas deficientes em enzimas produzem uma maturação mais rápida do que o normal. Os animais com uma dieta cozida são também mais pesados do que os seus equivalentes que comem cru. Outra evidencia é que os agricultores usam batatas cozidas pra ficar mais gordo os seus porcos antes de os levarem para o mercado.

alimentos funcionais1 Choco Soy Break Tradicional 38g O afeto pelos doces e a vontade de ter um negócio próprio fez a jovem Ana Lúcia Buzanello apostar no mercado dos doces, contudo, focando principalmente no público que é intolerante à lactose. Aos 22 anos, ela é graduada em rede de computadores e pós-graduada em gestão estratégica de pessoas.

Pela indústria láctea a lactose provém energia para bactérias acido láticas (a qual denominamos de fermento lático ou cultivo lático). O papel destas bactérias está intimamente referente com a inevitabilidade de realização de ácido lático que por conseguinte atua de imensas maneiras no sucesso de um artefato lático. A título de exemplo, pela fabricação de queijos existe a inevitabilidade de abaixamento do pH, forçando a desmineralização do leite até que o mesmo coagule (ou melhor uma metodologia pra coagulação de leite pra fabricação de queijos que veremos mais adiante). Na verdade, a lactose não é retirada do leite. O pesquisador do Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT) Luiz Carlos Gonçalves Costa Júnior revela que um recurso químico transforma a lactose em outra coisa. A indústria complementa à bebida uma enzima denominada lactase (ou beta-D-galactosidase), que, em 3 ou quatro horas, quebra a lactose por meio da ação da solução em 2 componentes: glicose e galactose. O pesquisador destaca que a lactose é um açúcar característico e mais abundante do leite, substância que provoca intolerância em outras pessoas. "As pessoas que têm intolerância à lactose possuem baixa ou nenhuma geração dessa enzima em seus organismos, impedindo sendo assim essa quebra da lactose depois da ingestão de produtos lácteos.

O maravilhoso é buscar uma reeducação alimentar e não acompanhar uma dieta maluca ou algo da moda. No momento em que se aprende a comer de modo saudável, aos poucos, vai adquirindo novos hábitos e isso vai virar tua rotina. Desta forma, o organismo vai entender que, gradativamente, está sendo gerado um novo biotipo e será muito mais fácil se manter no peso que considera o mais adequado para você.

A alergia, diferente da intolerância à lactose, é um problema relativo ao sistema imunológico. Nosso corpo humano reage contra as proteínas encontradas no leite, causando, desta forma, reações que vão além do sistema digestório. Como sinais e sintomas da alergia à proteína do leite podemos apresentar diarreia, dores abdominais, prisão de ventre, sangue nas fezes, refluxo, urticária e até já problemas respiratórios, como asma e rinite.
2- Teste de tolerância à lactose
25 de julho de 2012 às dois:46
Corta os sinais de envelhecimento
Castanhas e amendoim
Nada de suplementos: acesse comidas que melhoram concentração, memória e raciocínio
8 - CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO INDIVIDUAL

O tratamento da intolerância à lactose consiste na eliminação do leite de vaca e de tudo que seja preparado com leite de vaca como bolo, biscoito, bolacha e pudim, da alimentação. Contudo, às vezes a pessoa poderá tomar um suplemento de lactase, que é enzima que digere o leite, no momento em que ter de ou cobiçar comer algum alimento preparado com leite de vaca. A lactase poderá ser poderá ser comprada pela farmácia ou pela farmácias de manipulação e é bastante fácil de ser utilizada. Você pode colocar a enzima em pó sobre isto tortas, bolos, sorvetes, milkshakes e várias novas guloseimas elaboradas com leite ou derivados. Apesar de não ser a recomendação do fabricante, nós testamos o artefato misturado em um copo de água antes de ingerir produtos com lactose e dá certo da mesma forma. Isto vai fazer com que a tua microbiota intestinal fique saudável, desta forma o teu intestino será um produtor natural de lactase, tal como produz algumas enzimas primordiais. O que não tem mesmo solução é a nossa incompatibilidade com as proteínas do leite. A quantidade de lactase em gotas acessível no organismo assim como podes variar em atividade do ambiente onde as pessoa vivem e dos alimentos acessíveis pra esta população. Segundo um post publicado pelo web site francês de saúde e nutrição, Jolivi, assinado pelo pesquisador Eric Müller, os povos nórdicos, que têm insuficiente acesso às proteínas de origem animal, permanecem com uma taxa mais elevada de lactase. Assim sendo, podem ingerir mais leite de vaca.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/