Comentarios de lectores/as

Mal-estar Num Copo De Leite

"João Davi Lucas Duarte" (2018-08-03)


alimentos funcionaisA prática de produzir lactase vai-se perdendo com a idade, iniciando essa perda logo após a amamentação, pelos dois anos. Esta Deficiência de Lactase genética é bastante freqüente, atingindo mais de 10% da população adulta portuguesa e mais de 75% de determinadas etnias africanas e 90% asiáticas. Esta doença é, não obstante, pouco freqüente nos povos do norte da Europa. Dois - A Deficiência de Lactase pode ser adquirida: numerosas doenças (enterite viral, Doença Celíaca, Giardíase, Doença de Crohn) causam alterações da mucosa intestinal, levando a Deficiência de Lactase e conseqüente intolerância ao leite.

Eu tenho dores fortíssima pela barriga pela localidade abaixo do umbigo posteriormente comer algumas frutas, essas dores são seguidas de inchaço pela barriga, constipação e mudança no formato das fezes. Em término entendo que parece loucura, todavia vc é o quarto médico que procuro, estou ficando sem escolhas, visto que me dizem que ninguém tem dificuldade um com frutas e que isto parece ser um tipo de gases. Em geral, está presente em todos os alimentos que levam farinha de trigo em sua constituição: macarrão, bolos, pães, massas. Mas bem como aparece na cerveja, no chocolate, em iogurtes e sobremesas. Ao entrar em contato com o intestino, a proteína circunstância uma espécie de inflamação em outras pessoas, gerando atrofia das vilosidades do intestino delgado. A intolerância a lactose é caracterizada por um distúrbio associado, como dissemos em um momento anterior, a ausência de criação ou baixa realização de lactase pelo intestino delgado. A pessoa sofrerá com os efeitos da lactose de acordo com a quantidade de leite ou derivados que forem ingeridos por ela. Além disso, há níveis de intolerância a lactose: suave, moderado e complicado. E desta maneira há pessoas que podem consumir certas quantidades de leite. Já a alergia ao leite consiste em uma reação do sistema imunológico ao ter contato com as proteínas do leite, podendo se mostrar depois de ingerir uma mínima quantidade do objeto. Os sintomas mais comuns de uma alergia ao leite de origem animal é irritações no intestino, na pele e ainda no sistema respiratório. Quem desconfia ter um tipo de intolerância à lactose necessita buscar um médico para fazer uma observação clínica.

Antes de suprimir os alimentos funcionais, consulte um médico pra apagar a promessa de doença celíaca e faça testes pra provar a intolerância à lactose. Se os exames derem negativo, procure a indicação de um nutrólogo ou nutricionista para que ele faça um cardápio especial sugerindo a redução dessas proteínas e observe se há uma avanço no quadro. Melhore a rotatividade dos alimentos e acrescente fibras e nutrientes na alimentação. Não pense que substituir a farinha de trigo por farinha de arroz e polvilho causará o milagre do emagrecimento. Efetivamente, mamíferos adultos não costumam mamar, porque não aprenderam as técnicas de pecuária que nossa espécie domina há nove 1 mil anos. Mas, por mais esdrúxulas que possam parecer essas filosofias, cabe reconhecer que por volta de 50% da população adulta mundial apresentam cólicas abdominais, flatulência e diarreia ao ingerir leite.

O intuito deste encapsulamento é a conservação da atividade enzimática da lactase mesmo depois de tratamentos térmicos. O Alginato é um polímero de mínimo custo, alta biocompatibilidade e resistência a contaminação, extraído de algas e amplamente utilizado nas industrias alimentícia, cosmética e farmacêutica. Ele é usado como espessante, como estabilizante de emulsões e de espuma, e pro encapsulamento de substâncias. Lactose é um açúcar achado no leite e seus derivados. Este açúcar é digerido no intestino por uma enzima chamada lactase. No momento em que a quantidade de lactase presente no intestino está reduzida temos a intolerância à lactose. Normalmente essa intolerância surge naturalmente depois da infância, quando não necessitaríamos mais do leite na dieta. Além disso, podes ser secundária a doenças que acometam o intestino como gastroenterites (nesse caso a doença é transitória), doença celíaca, doenças inflamatórias intestinais e ressecções cirúrgicas do intestino delgado. Entre os sintomas desta condição podemos indicar a diarreia, flatulência, dores abdominais e náuseas.

O organismo é capaz de se readaptar à inexistência da enzima lactase, e, se for "acostumado" de modo gradual, o paciente podes conseguir voltar a ingerir leite sem ter sintomas graves. Neste momento existem no mercado medicamentos para repor a lactase. O paciente podes tomar a lactase (em pó, pílulas ou líquido) logo antes da refeição, permitindo uma melhor digestão dos laticínios.

É possível levar uma existência inteiramente normal a partir do emprego de comprimidos e enzima de lactase, apenas consulte um médico pra mais sugestões. Gostou do nosso post? Não esqueça de deixar tuas questões e considerações em nossos comentários! O Que é a Intolerância à Lactose? Como já mencionado acima, a intolerância à lactose é o nome dado para a incapacidade parcial ou total do organismo em digerir o açúcar do leite e seus derivados.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/