Comentarios de lectores/as

Cansaço Excessivo Poderá Ser Sinal De Doença Delicado, Alertam Especialistas

Vicente Ribeiro (2018-05-29)


lactaseOs queijos frescos assim como passam por essa fermentação, mas, pode-se encontrar neles, resíduos de lactose ainda não fermentada. "A partir do momento em que acordados queijos irão maturando, essa lactose vai desaparecendo, como é o caso de queijo parmesão e outros que são consumidos depois de 15 a vinte dias depois da fabricação. Nos produtos em que não há fermentação, como doce de leite, leite condensado e sorvete, mesmo que o artefato atinja sua validade, ainda retém lactose e poderá apresentar problemas aos intolerantes", salienta. Uma das principais diferenças entre o leite sem lactose e o comum está no sabor. Isso acontece quando a enzima lactase, causador da quebra da lactose, está ausente ou deficiente no corpo. No momento em que isso ocorre, a lactose não consegue ser digerida, causando uma série de complicações e sintomas. A digestão deste açúcar ocorre no intestino delgado, contudo, na inexistência ou deficiência da enzima, a lactose chega intacta ao intestino e acaba servindo de alimento para as bactérias ali presentes. Dentre os sintomas mais comuns estão: dores e desconfortos abdominais, diarreias, náuseas, inchaço, gases e cólicas.

A intolerância à lactose e alergia ao leite são frequentemente confundidas pelo caso de ter um alimento causador em comum: o leite. Porém são bem diferentes entre si. O leite é um alimento extremamente primordial por ser nossa maior referência de cálcio, substância que socorro pela formação óssea. Logo como saber se você tem intolerância ou alergia ao leite? A primeira diferença está na substância do leite - ou seja, a alergia está relacionada à proteína do leite de vaca no tempo em que a intolerância está ligada ao açúcar do leite, que é a lactose. A intolerância à lactose ocorre por causa de o organismo não produz ou produz pouca quantidade da enzima lactase, responsável pela digestão da lactose. A ausência desta enzima contribui o acúmulo da lactose no intestino, provocando fermentação por bactérias, o que razão diarreia, gases e cólicas.

Constipação ( 20 por cento dos casos ) Muitos casos de gastrite e de refluxo têm como circunstância as alergias alimentares, que só passam a ser percebidas após a cirurgia da hérnia de hiato, de imediato a mesma não corrige os sintomas ou ainda agrava-os. No final das contas, a terceira possibilidade é localizar um médico ou nutricionista que faça o Vegatest e testar diretamente tuas sensibilidades aos alimentos, ok?

Como a intolerância se apresenta na incapacidade do corpo digerir a lactose você assim como podes optar por tomar suplementos de lactase ou probióticos. Pra saber qual o suplemento indicado pro seu caso, consulte um médico e pergunte as opções. Os chás são uma maravilha pra nossa saúde. No caso da intolerância à lactose eles podem ser grandes aliados pro alívio dos sintomas. A alergia à lactose, que é o problema em processar a proteína do leite, é muito mais rara do que a intolerância. Ela afeta somente 2 por cento dos adultos, segundo a alergologista Loraine Landgraf. “Entre crianças até os 3 anos de idade, a alergia poderá atingir de seis por cento a oito por cento delas, todavia o quadro podes ser revertido pelo corpo com o ir do tempo”, explica Loraine.

De fato, em proporção com o peso do organismo, o pâncreas humano é duas vezes mais pesado do que o de uma vaca. Seres humanos que comem majoritariamente cozido, durante o tempo que as vacas comem erva crua. Depois, existem evidências que ratos que comem cozido tem um pâncreas duas vezes maior do que ratos que comem cru. O diagnóstico é determinado através dos sintomas citados e de exames clínicos. Distinto da intolerância à lactose, a alergia à proteína do leite influencia por volta de 2% e sete,5% de crianças e é determinada como uma reação adversa contra antígenos do leite de vaca. Na alergia ao leite, o sistema imunológico identifica as proteínas do leite de vaca como um agente agressor, o que ocasiona diarreia, gases, cólicas, distensão abdominal, lesões na pele, problema de respirar, pequeno sangramento intestinal, além de outros mais.

vinte e sete de julho de 2011 às 18:48 A lactose tem a tendência, tais como, de reter odores, causar robustecimento de produtos em pó devido à absorção de água e até de prejudicar a textura de sorvetes por causa sua cristalização. Isso faz com que a lactase seja uma enzima amplamente utilizada na indústria alimentícia. Apesar disso, esta enzima tem baixa constância quando submetida a tratamentos térmicos e mecânicos, o que reduz tua competência em processos industriais. Assim sendo, pesquisadores da Universidad Politécnica de Valencia (Espanha) e Universidad de Buenos Aires (Argentina) utilizaram as instalações do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) pra investigar o encapsulamento da lactase em gotas milimétricas de Alginato de Cálcio. Não importa se o leite é integral ou desnatado quando o assunto é a intolerância. Isso em razão de a presença ou a ausência de gordura não interfere no aparecimento dos seus sintomas, uma vez que a lactose está presente em ambos os produtos. Mesmo com tantos privilégios, o consumo do produto necessita ser limitado a crianças acima de 1 ano, por ter mais proteína e sal e menos vitaminas e outros nutrientes que o leite materno. Você suporta bem o leite de vaca? Sentiu reações do organismo com o atravessar do tempo ou agora faz várias substituições?



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/