Comentarios de lectores/as

Intolerância à Lactose E Alergia Ao Leite: Existe Diferença?

Pedro Benício Martins (2018-08-03)


No caso de alimentos com quantidade de lactose abaixo de cem mg/100g, precisa vir escrito no rótulo "Zero Lactose, Isento de Lactose, 0% Lactose, Sem Lactose ou Não Contém Lactose". No caso de alimentos com 100mg até 1g/100g ou ml, precisa vir escrito "Baixo Teor de Lactose ou Baixo em Lactose". Nos alimentos com lactose em quantidade similar ou acima de 100mg/100g ou ml, necessita vir no rótulo "Contém Lactose".

suplementos alimentaresQual é o defeito do sódio? Existem 3 tipos de intolerância à lactose, sendo a congênita, de origem genética, a mais rara. A intolerância primária é consequência do recurso de envelhecimento. O corpo humano produz muita lactase ao longo da infância, por conta da amamentação. Todavia, conforme o ser humano cresce e passa a diversificar sua dieta, o organismo elimina a geração da enzima.

Ainda não existe um tratamento específico que vise a cura da intolerância à lactose. Perlatte é um comprimido de suplementação enzimática pronto pra consumo rápido. Essa suplementação podes ser feita minutos antes de refeições com lactose. A suplementação enzimática é produtivo porque evita todos os desconfortos característicos da intolerância à lactose. A vasto maioria dos alimentos contém carboidratos . Bons exemplos são o pão, batatas , massas, doces, arroz, futas e vegetais. Diversos destes alimentos contém amido , que poderá ser digerido e bem como fibras que não são digeridas.O carboidratos digeridos são decompostos em moléculas menores por enzimas encontradas pela saliva, no suco pancreático e no intestino delgado.

Os fabricantes explicam que este tipo de enzima pode ser utilizada diariamente, sempre que você ingerir produtos lácteos. Todavia, não exagere. Idealmente, a enzima lactase onde comprar precisa ser consumida de forma mais esporádica, no momento em que você não tem novas opções de alimentos ou não tem certeza se o alimento contém ingredientes lácteos. É sério também falar com seu médico antes de consumir estes suplementos, para certificar-se que teu problema é de fato a intolerância à lactose e não um outro defeito mais crítico como a doença celíaca ou novas doenças gastrintestinais. Como ocorre com o iogurte, a concentração do açúcar do leite corta durante a ação dos lactobacilos e das bifidobactérias dos leites fermentados. Tais probióticos, como são populares no meio científico, são resistentes ao ácido gástrico e à bile e podem voltar vivinhos ao intestino. Só que, para colher as tuas vantagens, a ingestão tem de ser regular. Os probióticos bem como são localizados em cápsulas e sachês. Nesses formatos, mas, é preciso adquirir indicação médica antes de consumi-los, dado que a concentração sublime varia de pessoa para pessoa, e o excesso pode causar efeitos prejudiciais, como diarreia. E atenção: sozinhos, os potes de leite fermentado não fazem milagre. Um corpo em equilíbrio pede boas doses de verduras, frutas e cereais integrais, que fornecem fibras, vitaminas e minerais - tudo em prol da flora intestinal.

A dieta para a intolerância à lactose baseia-se pela diminuição do consumo ou eliminação dos alimentos que contêm lactose, como leite e seus derivados. Acompanhar a dieta sem lactose faz sumir os sintomas da intolerância à lactose como diarreia ou dores abdominais. A exclusão dos alimentos com lactose da dieta é o melhor tratamento pra a dificuldade. O check-up é chatinho, vai em jejum tomar sangue, depois toma um copo de lactose pura e tira mais sangue de meia e meia hora, mais 3 vezes. O resultado deu uns valores quase iguais, pensei eu "não possuo intolerância, tinha era verme mesmo. Os números quase não mudaram! Oba". Só que para que pessoas não tem intolerância esses números variam e extremamente! Ao inverso da doença celíaca, que é a alergia ao glúten, a intolerância à lactose podes não causar cada sintoma ao paciente. Caso ele sinta desconforto e mesmo desse modo continue comendo produtos com lactose, o máximo que irá suceder é o desconforto não atravessar. Não há cada complicação crítico em continuar comendo a lactose. Existem acessíveis medicamentos feitos com lactase que estão indicados em certos casos. Cabe relembrar que ao impedir o leite e seus derivados precisamos estar ligados a quantidade de cálcio e vitamina D na dieta, cabendo a orientação de um nutricionista.

Deficiência de Lactase; alergia ao leite. É a incapacidade de aproveitarmos a lactose, ingrediente característico do leite animal ouderivados (laticínios) que produz modificações abdominais, no mais das vezes, diarréia, que é mais evidente nas primeiras horas seguintes ao teu consumo. Pela superfície mucosa dointestino delgado há células que produzem, estocam e liberam uma enzima digestiva (fermento) chamada lactase, causador da digestão da lactose. No momento em que esta é mal absorvida passa a ser fermentada pelaflora intestinal, produzindo gás e ácidos orgânicos, o que resulta na desta maneira chamada diarréia osmótica, com vasto perda intestinal dos líquidos orgânicos.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/