Comentarios de lectores/as

Mitos E Realidades A respeito Os Produtos Sem Lactose

Pedro Benício Martins (2018-08-02)


alimentos funcionaisVitaminas feitas com iogurte Assim como poderá se exibir em cada idade, contudo é mais comum pela infância. Ao oposto do que suplementos alimentares muita gente pensa, a intolerância a lactose não é alergia ao leite. "Como o próprio nome diz, é uma intolerância. As alergias à proteína de leite de vaca são dependentes de mecanismos imunológicos. As reações são imediatas e os sintomas ocorrem em até duas horas depois da apresentação. Medidor de ácidos. A lactose não ingerida produz ácido láctico no corpo, que consegue ser identificado por meio de um medidor de ácidos. Não existem tratamentos pra intolerância à lactose. Todavia você pode acrescentar enzimas lactase ao leite normal ou tomá-las em forma de cápsulas e comprimidos mastigáveis. Pessoas com este dificuldade normalmente evitam alimentar-se ou ingerir alimentos que contenham lactose. Normalmente, a redução ou a remoção de produtos lácteos da dieta avanço os sintomas da intolerância à lactose. A maioria das pessoas com baixos níveis de lactase poderá tolerar de 55 a 115 gramas de leite de uma só vez (até meia xícara) sem ter sintomas. Porções maiores (225 gramas) são capazes de causar dificuldades para pessoas com deficiência de lactase. Alguns produtos lácteos são capazes de ser menos difíceis de digerir por conterem menos lactose do que o leite comum. Mas, eles precisam ser experimentados com cautela, já que conseguem causar reações ainda desta maneira. Leia os rótulos dos alimentos. A lactose assim como é encontrada em alguns produtos não lácteos, inclusive em outras cervejas.

A estrutura do leite de vaca é própria pra bezerros, todavia não exatamente adequada para os homens, visto que o bezerro cresce cerca de dez vezes mais muito rapidamente que os humanos nos primeiros meses de existência. Também, os anticorpos gerados pelo corpo humano da vaca para a defesa imunológica do bezerro tornam-se antígenos pros seres humanos e são capazes de estimular distúrbios alérgicos de muitas proporções. Os níveis de caseína contidos no leite de vaca assim como são bem diferentes dos níveis contidos no leite humano, não sendo adequados pro nosso organismo. A caseína é um dos principais componentes alérgicos presentes no leite de vaca. Ela possui a posse de ativar células mastóides, sendo que quando esta ativação se fornece nas células mastóides presentes no intestino, acontece a liberação de histamina (resposta alérgica). Imediatamente a whey protein - conhecida como a proteína do soro do leite, constitui-se da porção aquosa do leite produzida no decorrer do modo de fabricação do queijo, no momento em que acontece coagulação.

Os caucasianos do Norte da Europa são em geral insuficiente afetados pela intolerância à lactose, em qualidade de mutações genéticas que possibilitam a criação de láctase durante toda a vida. Uma pessoa saudável utiliza a lactose como fonte de energia. Pra agrupar, o corpo humano precisa quebrar, no intestino delgado, a lactose em glicose e galactose na enzima lactase ou beta-galactosidase. Esta actividade da lactase é elevada ao nascimento e elimina gradualmente com a idade. Não obstante, a taxa mínima adequada para digerir o açúcar do leite consumido é conservada. A criação insuficiente (hipolactasia) ou ausência (alactasia) desta enzima no intestino delgado é referência de intolerância à lactose. Assim sendo, há uma certa quantidade de lactose não degradada convertida em gás e ácido pelas bactérias que vivem no cólon. No intestino superior do adulto predominam os lactobacilos, mas no ilíeo inferior e o ceco, a flora é fecal. As bactérias intestinais são fundamentais pela síntese das vitaminas B e K, pela conversão de pigmentos e ácidos biliares, na absorção de nutrientes e no controle dos microorganismos patógenos (cada corpo vivo capaz de causar doença).

A capacidade de produzir lactase vai-se perdendo com a idade, iniciando essa perda logo depois da amamentação, pelos dois anos. Esta Deficiência de Lactase genética é muito freqüente, atingindo mais de dez por cento da população adulta portuguesa e mais de setenta e cinco por cento de umas etnias africanas e 90% asiáticas. Esta doença é, mas, insuficiente freqüente nos povos do norte da Europa. Dois - A Deficiência de Lactase pode ser adquirida: inúmeras doenças (enterite viral, Doença Celíaca, Giardíase, Doença de Crohn) causam mudanças da mucosa intestinal, levando a Deficiência de Lactase e conseqüente intolerância ao leite.

A deficiência de lactase podes ser primária, quer dizer, o ser já nasce com propensão a tê-la; ou secundária, quando a intolerância à lactose é adquirida durante a vida, em consequência a qualquer dificuldade intestinal. A quantidade de lactase produzida no intestino delgado costuma ser elevada durante os primeiros anos de vida, mas vai reduzindo-se conforme a dieta se torna mais variada, menos dependente de leite e derivados. Em outras etnias, como os asiáticos, uma leve a moderada intolerância à lactose costuma surgir a partir dos 5 anos de idade. Em afrodescendentes e latinos, a diminuição nos níveis de lactase costuma aparecer ao redor dos dez anos. O diagnóstico da intolerância à lactose é geralmente feito clinicamente, baseado só na história clínica e nos sintomas do paciente. Dificilmente são necessários exames laboratoriais. Em geral, eliminamos apenas pequenas quantidades de hidrogênio pelos pulmões. Imediatamente os pacientes com intolerância à lactose produzem grandes quantidades de hidrogênio no cólon, sendo fração deste gás reabsorvido para o sangue e eliminado pelos pulmões pela respiração. Este teste, portanto, consiste pela pesquisa de hidrogênio no ar expirado depois do consumo de lactose. Após a ingestão de lactose, medimos a glicose no sangue para saber se houve elevação dos seus níveis. Em pessoas sadias, a lactose é quebrada em glicose e galactose, sendo reabsorvida pelo intestino e lançada na corrente sanguínea. Nos pacientes com deficiência de lactase, a lactose não é digerida e a glicose contida nela não é absorvida.

Respuestas

Enzimas, Proteínas, Função, Tipos, O Que São Enzimas

Pedro Benício Martins (2018-08-02)

A cada formação morre um grande número de indivíduos, sendo que diversos deles não deixarão descendentes. Os organismos atuais surgiram em decorrência de transformações sucessivas de formas... Leer más

INTOLERÂNCIA À LACTOSE - Sintomas E Tratamento

Pedro Benício Martins (2018-08-04)

Alguns alimentos, como o feijão de soja, necessita de ser bem cozidos pra demolir os inibidores de enzimas. Como por exemplo, várias das farinhas de soja e pós no á venda não foram... Leer más

Lista Completa Dos Alimentos Pela Dieta Low Carb

Pedro Benício Martins (2018-08-14)

comprimidos de lactaseOs principais fatores relacionados à alergia alimentar são: hereditariedade, exposição ao alimento, permeabilidade gastrintestinal e fatores ambientais que são capazes de acentuar os sintomas... Leer más



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/