Comentarios de lectores/as

Gastroenterologia Pediátrica E Nutrição: Intolerância à Lactose: Mitos E Realidade (4)

"João Davi Lucas Duarte" (2018-08-01)


Ambas promovem transformações restritas que são associadas ao modo genético. O campo da Nutrição que estuda essa associação é chamado de Nutrigenômica. Esta área permite o estudo, durante o tempo, da influênciada dieta na suporte e frase dos genes, favorecendo condições de saúde e doença. Os pesquisadores costumam classificar dados genéticos de indivíduos saudáveis ou doentes, com a tua alimentação regular, pra chegarem a conclusões sobre isso as interferências dos alimentos na expressão genética. A compreensão de mecanismos nutrigenômicos e nutrigenéticos são fundamentais para captar a variabilidade dos requerimentos nutricionais dos pacientes, em pesquisa de elaborar biomarcadores eficazes para precaver doenças e preservar o corpo humano saudável. É uma área em frequente estudo que ainda mais vem trazendo soluções promissoras e assertivas no tratamento nutricional.

alimentos funcionaisO leite sem lactose poderá ter um sabor um pouquinho mais adocicado que o leite normal. Leite de soja e outros derivados podem ser recomendados por um profissional da saúde. As pessoas que ainda sentem sintomas depois de transformações dietéticas conseguem tomar gotas ou comprimidos da comprar enzima lactase em gotas lactase à teu desejo. O médico lembra, porém, que não é só a alergia alimentar que pode se revelar pela ingestão do leite bovino. A intolerância alimentar, que de imediato afeta mais de 100 milhões de brasileiros, é outro método desencadeado pelo alimento. Pra médica Patrícia Schlinkert, uma das idealizadoras do projeto social Brasil Sem Alergia, o leite de vaca, ao lado dos grãos e do café, é o campeão da doença.

É sério também que as vacas sejam saudáveis, livres de quaisquer infecções. Os animais necessitam se alimentar adequadamente, consumindo principalmente pasto e uma pequena quantidade de grão, se houver, orgânicos. A ordenha deve ser feita com assepsia. O leite é apenas coado e resfriado e não sofre nenhum tipo de processamento. A dificuldade é que no Brasil é expressamente proibido o comércio de leite cru. Nos EUA e em alguns países da Europa e Japão essa prática ainda é alvo de opiniões pela indústria do leite que se vê pressionada, no entanto tem ganhado adeptos.

Intolerância à lactose atinge até 70% dos adultos brasileiros. Intolerância à Lactose é a incapacidade de aproveitamento, pelo organismo, da lactose, açúcar do leite. A lactose está presente no leite animal ou derivados (laticínios), e sua intolerância produz alterações abdominais, no mais das vezes, diarreia, que é mais evidente nas primeiras horas seguintes ao seu consumo. Contudo, fazê-la é satisfatório claro, podendo ser misturada a frutas, mel e cereais e utilizada no preparo das receitas que tradicionalmente levam leite ou iogurte. COMO Aprontar O KEFIR - Colocamos o fungo do Kefir num vidro com um litro de água e 2 colheres de açúcar mascavo, preto ou mel de rapadura, melado e deixamos descansar durante 12 até, no máximo, 24h. Todo dia retira-se a água e coloca-se pela geladeira e bebe-se todo o conteúdo no decorrer do dia. Há alguma amostra prática da atuação de enzimas ? Sim. Pegue um abacaxi fresco, e uma tigela com gelatina comum. Corte uma fatia do abacaxi e coloque-a em cima da gelatina. Observe o que acontece. Muitas embalagens de gelatina recomendam explicitamente não combinar com abacaxi. O abacaxi contém enzimas que decompõem as proteínas da gelatina. De acordo com o Dr. Edward Howell, o primeiro pesquisador das enzimas, "as enzimas são substancias que tornam a vida possível. São necessários pra todas as reações químicas que ocorrem no corpo humano. Sem enzimas nenhuma atividade alguma vez aconteceria. Temos uma reserva de enzimas limitada o que nos leva a morrer quando as enzimas acabam. Se comermos alimentos crus evitamos a destruição das enzimas que a comida contem facilitando desta maneira a digestão e evitando gastar as nossas próprias reservas.

Ao contrário do que se pensa, a lactose não é retirada do produto lácteo. Ela passa pelo modo de hidrólise, ou seja, a molécula nesse açúcar é quebrada em duas outras moléculas pequenos, glicose e galactose, com a adição da enzima lactase. Em qualquer prateleira de alimentos para dietas especiais podemos localizar rótulos destacando que certos produtos possuem baixo ou nenhum teor de lactose. A tua ausência ou diminuição é uma vantagem? Os alimentos lácteos estão presentes em quase todas as nossas refeições e são apreciados por crianças e adultos de todas as idades.

Há adultos em que algum momento da vida, ao ingerir uma quantidade superior de lactose diante à sua deficiência ou falta de lactase, apresentarão sintomas de Intolerância à Lactose. Quais são os sintomas ? Quais são os Fatores de Risco ? Idade: com o passar do tempo a lactase vai diminuindo na mucosa intestinal, como este a tolerância ao consumo de produtos que contenham lactose. Fatores nutricionais, culturais e históricos: tendo como exemplo, no norte da Europa ( Escandinávia ) pelo gelado intenso a população construiu a pecuária e passou a ter um consumo grande de leite e derivados. Quantidade de Lactose consumida: demanda mutável durante a vida.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/