Comentarios de lectores/as

Enzimas, Proteínas, Atividade, Tipos, O Que São Enzimas

Alícia Fernandes (2018-07-30)


alimentos funcionaisMulheres grávidas ou em fase de amamentação assim como necessitam acompanhar direção médica antes de dar início o uso desses suplementos. Quantas cápsulas devo usar? É relevante ressaltar, entretanto, que se há uma demora entre a ingestão de um alimento lácteo e outro, é significativo precaver-se fazendo uso da enzima mais uma vez. Isso talvez pode suceder em festas, tais como, onde existe um vasto intervalo entre a entrada e a sobremesa. Cada vez que devo tomar a enzima lactase? A recomendação dos fabricantes é que você faça uso da enzima quando você irá começar a ingerir um alimento com lactose. E se a enzima não fizer efeito? Vale ressaltar que quando se trata de uma alergia a medicamento é preciso sempre alertar o médico, mesmo que você esteja tratando de outro problema. E jamais se automedicar. A alergia alimentar é uma reação causada por um instrumento do sistema imunológico, isto é, do sistema de defesa do corpo que o defende de forma errada e causa uma doença. Já a intolerância alimentar caracteriza-se pelas reações não causadas por mecanismos imunológicos e dependem das propriedades farmacológicas do alimento ou das características do paciente. Tais como, quem tem intolerância à lactose apresenta na realidade uma reação ao açúcar do leite por ausência da enzima lactase no organismo.

Os caucasianos do Norte da Europa são em geral pouco afetados pela intolerância à lactose, em virtude de mutações genéticas que possibilitam a realização de láctase durante toda a vida. Uma pessoa saudável utiliza a lactose como fonte de energia. Pra anexar, o corpo humano tem que quebrar, no intestino delgado, a lactose em glicose e galactose pela enzima lactase ou beta-galactosidase. Esta actividade da lactase é elevada ao nascimento e diminui gradualmente com a idade. Todavia, a taxa mínima adequada pra digerir o açúcar do leite consumido é mantida. A geração insuficiente (hipolactasia) ou carência (alactasia) dessa enzima no intestino delgado é referência de intolerância à lactose. Assim sendo, há uma certa quantidade de lactose não degradada convertida em gás e ácido pelas bactérias que vivem no cólon. No intestino superior do adulto predominam os lactobacilos, entretanto no ilíeo inferior e o ceco, a flora é fecal. As bactérias intestinais são fundamentais na sinopse das vitaminas B e K, pela conversão de pigmentos e ácidos biliares, na absorção de nutrientes e no controle dos microorganismos patógenos (qualquer corpo vivo qualificado de causar doença).

Entretanto, a nutricionista Paula Zauli alerta que é essencial ver de novo a alimentação com o acompanhamento de um profissional, já que o exagero do comprimido podes levar dificuldades. De acordo com Zauli, o exercício contínuo das capsulas de lactase pode irritar as mucosas do trato digestivo. Os sintomas dessa irritação podem encaminhar-se de circunstâncias constrangedoras, como arrotos, a dores abdominais, perda de apetite e náuseas. É designar a concentração de açúcar (glicose) antes e após consumir um líquido que contém lactose. Se a concentração de glicose sobe acima de um correto nível, não sofrem de intolerância à lactose. Ele consiste em ingerir um líquido que contém lactose, e depois investigar a presença de hidrogênio no ar expirado (o que você exalar), que está presente só se a lactose é fermentado. Queijo fresco

Para compreender melhor como as enzimas funcionam, não deixe de visitar a página ENZIMAS (clique aqui). As enzimas possuem um desmpenho diferende dependendo da temperatura e do pH (ponto hidrogeniônico). O pH aponta se uma substância é ácida, neutra ou básica. PTIALINA: Secretada pelas glândulas salivares situadas pela boca, age a respeito do amido. Deficiência de Lactase; alergia ao leite. É a incapacidade de aproveitarmos a lactose, ingrediente peculiar do leite animal ou derivados (laticínios) que produz mudanças abdominais, no mais das vezes, diarréia, que é mais evidente nas primeiras horas seguintes ao teu consumo. Na superfície mucosa do intestino delgado há células que produzem, estocam e liberam uma enzima digestiva (fermento) chamada lactase, causador da digestão da lactose. Quando esta é mal absorvida passa a ser fermentada pela flora intestinal, produzindo gás e ácidos orgânicos, o que resulta na desse jeito chamada diarréia osmótica, com amplo perda intestinal dos líquidos orgânicos.

Perder o terror da gordura natural dos alimentos funcionais (porém não a consciência, ok?) As enzimas são um tipo de proteína e elas são específicas, isto é, cada enzima age sobre o assunto a respeito de uma estabelecida substância. Novas enzimas são produzidas em forma inativa (como se estivessem embaladas). Ao entrar em contato com substâncias específicas (como outros sucos digestivos ou, no caso do estômago, o ácido clorídrico), a enzimas se torna ativa (sai da embalagem) e começa a trabalhar.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/