Comentarios de lectores/as

Anvisa Define Regras Para a Rotulagem De Alimentos Com Lactose

Alícia Cavalcanti (2018-07-30)


alimentos funcionaisAlguém com intolerância à lactose poderá sofrer de diarreia, dores de barriga, inchaço ou gases de meia hora a duas horas depois de tomar leite (qualquer tipo, até o materno) ou de consumir qualquer tipo de derivado de leite. Há pessoas intolerantes à lactose que só passam mal quando tomam leite, porém que toleram bem os outros derivados, como queijo e iogurte. Com efeito, pode ser sugerida uma dieta sem lactose por novas semanas como prova pra avaliar se acontece remissão da queda de cabelo. Do contrário, podes-se também opinar a intolerância ao glúten ou até já doença celíaca, e testar a restrição deste componente pela dieta por muitas semanas, tal como o embate correspondente na redução da alopecia.

De acordo com Barbuti, as pessoas estão tendo mais acesso ao diagnóstico de intolerância à lactose. Ele conta que existe ainda um teste genético, em que os genes do paciente são estudados para saber se existe carga pra intolerância, contudo este exame está disponível em pouquíssimos lugares no Brasil. Depois da digestão, no duodeno, os alimentos formam um líquido leitoso chamado quilo, que é absorvido pelo sangue e na linfa contida nas vilosidades intestinais do jejunoíleo. Através do sangue e da linfa, o alimento, depois de transformados, é conduzido para todas as células do corpo humano. Não é verdade que a absorção dos nutrientes acontece só no duodeno.

Deficiência primária ou ontogenética A presença de lactose e destes compostos nas fezes no intestino grosso aumenta a pressão osmótica causando diarréia ácida e gasosa, flatulência excessiva, cólicas e incômodo. Existem 3 tipos de intolerância à lactose, que são decorrentes de diferentes processos. O primeiro tipo é um erro genético bastante inabitual, no qual a criancinha nasce sem a capacidade de fornecer lactase. A propósito de amilase, localiza-se no dicionário de Aulete-Garcia a seguinte nota: "À semelhança de diástase necessita manifestar-se amílase e não amilase". É crucial lembrar que tais termos inexistiam em grego e latim, tendo sido construídos somente a partir do século XIX nas línguas de cultura do Ocidente. Não há causa, desta forma, pra se lhes colocar o modelo proparoxítono de diástase. Acresce notar que a tendência da língua portuguesa é para a tonicidade da penúltima sílaba. A linguagem médica consagrou como paroxítonos todos os nomes de enzimas e seria anacrônico desejar o contrário.

Doenças de pele falou A maioria das pessoas com intolerância à lactose pode tolerar pequenas quantidades de lactose pela dieta sem ter sintomas. Gradualmente juntar pequenas quantidades de leite ou produtos lácteos pra amparar as pessoas a se ajustar aos sintomas. Muitas vezes, as pessoas aturam melhor os alimentos lácteos comidos ao longo da hora das refeições. Caso a reação negativa seja constante, ela recomenda que a pessoa procure um gastroenterologista. Intolerância ou alergia ? Diferenciado do glúten, a lactose é o açúcar do leite e não sua proteína. Logo, existe uma intolerância a ela que dificulta sua digestão. Ela acontece em razão de o organismo corta a realização da enzima lactase, que quebra a lactose.

VERDADE - A intolerância à lactose acontece graças a da deficiência de lactase, responsável por quebrar as moléculas de lactose e convertê-las em glicose e galactose, 2 tipos de açúcar que geram energia pro organismo. A lactose está presente em todos os alimentos funcionais derivados do leite. MITO - existem alguns queijos de fermentação longa, como o parmesão que, devido ao teu método fermentativo, toda a lactose presente é metabolizada pelo fermento. "Encontramos produtos cuja lactose é hidrolisada a partir da adição da enzima lactase no decorrer do modo eficiente, como os produtos LacFree, da Verde Campo, que dá iogurtes, queijos e requeijão sem lactose", acrescenta Priscila. Produtos sem lactose são frutos de um método químico que transforma a lactose em lactase.

O termo "alergia ao leite" se popularizou e, hoje em dia, é bastante utilizado para reproduzir possíveis causas de intolerância, provenientes de reações alérgicas ou não. "A alergia ao leite é outra coisa", ensina Tatiane. "Neste caso, o defeito está referente a uma proteína do leite chamada caseína. Por um fundamento, o corpo reconhece a caseína como um organismo estranho que irá causar malefícios e reage contra ela, causando erupções pela pele, manchas vermelhas, problemas respiratórios e, às vezes, diarreia". E assim como que depois de meia hora, a enzima é absorvida pelo organismo, desse jeito é interessante tomar mais um se prosseguir ingerindo a lactose. Aqui no Brasil, existem opções como o Lacday e o Lactosil. Eu acabo preferindo o Lactaid pois que acho mais prático, entretanto claro que no momento em que acabam os meus comprimidos, recorro as opções nacionais! Tem muita gente que não entende disso, entretanto queijos e leite de ovelha e cabra não contém lactose. Desse jeito eu sempre dou preferência ao queijo de cabra, ou o chèvre, queijo pecorino, e também o feta. O Iogurte de ovelha é mais pesado, entretanto oferece pra acostumar. Os produtos "sem lactose" do mercado, geralmente são nada mais do que produtos derivados do leite, que também tem em sua constituição a enzima lactase. Isto é, é como se você estivesse tomando um desses medicamentos que falei acima.

Respuestas

Chocolate Sem Lactose: Dez Chocolates Sem Lactose

Alícia Fernandes (2018-09-18)

Pra arrematar, é fonte inigualável de cálcio, indispensável para a formação do esqueleto e para impedir que mais tarde a osteoporose acabe com ele. Os vegetais, principalmente as verduras de... Leer más



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/