Comentarios de lectores/as

Mitos E Realidades Sobre o assunto Os Produtos Sem Lactose

Alícia Fernandes (2018-07-30)


Chega ao ponto de eu nao comer o hambúrguer do Mac donalds por descobrir o pao insuportavelmente açucarado. Gratidão a possível resposta! Extremamente provavelmente você é portadora de uma doença metabólica rara, chamada de Frutosemia. Tua incidência é de 1:Vinte.000 a um:30.000 nascidos vivos em certas partes da Europa, e parece ser bastante menos comum pela América do Norte. Esta doença é uma intolerância hereditária à frutose, açúcar localizado nas frutas; é de herança autossômica recessiva, conectado ao cromossomo 9q22. A doença é causada na falta de uma enzima no fígado, a frutose-1-fosfato aldolase. No momento em que uma pessoa ingere uma fruta, tendo como exemplo, não é possível metabolizar a frutose, fazendo com que o açúcar não se converta em glicose.

suplementos alimentares11 de novembro de 2012 às 3:48 Os pacientes necessitam buscar um médico de segurança pra observação completa de cada caso. A Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica especializada no desenvolvimento e realização de remédios genéricos e iguais, é a primeira no nação a comercializar os remédios fracionáveis. Com sede em Toledo, oeste do Paraná, tem mais de quatro mil colaboradores e retém um dos maiores portfólios de remédios genéricos do Brasil. Produz, em média, 12 bilhões de doses terapêuticas por ano. No fim de janeiro, a Anvisa ordenou que os fabricantes serão obrigados a dizer a presença de lactose nos alimentos. Isto vale para alimentos com mais de 100 mg de lactose pra cada 100 g ou ml do artefato. Ou melhor, qualquer alimento que contenha lactose em quantidade acima de 0,1 por cento vai ter que transportar a sentença "Contém lactose" em teu rótulo.

Intolerância à lactose é o nome que suplementos alimentares se oferece à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Ela acontece no momento em que o organismo não produz, ou produz em quantidade insuficiente, uma enzima digestiva chamada lactase, que quebra e decompõe a lactose, ou seja, o açúcar do leite. Como decorrência, essa substância chega ao intestino grosso inalterada. Ali, ela se acumula e é fermentada por bactérias que fabricam ácido lático e gases, promovem superior retenção de água e o aparecimento de diarreias e cólicas. É interessante afirmar a diferença entre alergia ao leite e intolerância à lactose. A alergia é uma reação imunológica adversa às proteínas do leite, que se manifesta depois da ingestão de uma porção, por menor que seja, de leite ou derivados.

É a intolerância à lactose. Pra digerir esse açúcar, o corpo deve gerar uma enzima chamada lactase, que divide o açúcar do leite em glicose e galactose. A incapacidade de fornecer a lactase poderá ser genética ou ocasionada por algum problema intestinal que a interrompe temporariamente. De acordo com Ricardo Barbuti, gastroenterologista membro da Federação Brasileira de Gastroenterologia, a know-how de produzir a lactase é geneticamente definida. — Quem tem a predisposição pra fornecer menos enzimas, na proporção em que o tempo passa, vai perdendo a prática de digerir a lactose. Intolerância à lactose (açúcar do leite) é a deficiência da lactase, a enzima que quebra a lactose em açúcares mais claro pra que possam ser absorvidos pelo sistema digestivo. A atividade desta enzima, presente ao nascimento, tende a suprimir em vasto divisão da população a partir dos dois anos de vida com uma diminuição progressiva, geneticamente programada, que se completa, normalmente, com a puberdade.

Isso agride a mucosa do intestino e se intensifica o defeito em introduzir a lactose", explica Camargos. Uma sensacional notícia pros intolerantes é que uma nova explicação da Anvisa exige que os fabricantes citem no rótulo dos produtos o grau de lactose. Serão 3 ‘categorias’: zero lactose, nanico teor e contém lactose. Assim, ficará mais fácil moldar a dieta segundo o grau de intolerância. "Quando não é quebrada, a lactose chega ao intestino grosso intacta. Ali, é fermentada por bactérias, e isto razão o mal-estar", diz o nutrólogo Fernando Chueire, da Agregação Brasileira de Nutrologia. Uma atuação comum é deixar de lado alimentos que caem mal sem consultar um médico - proporção arriscada que poderá prejudicar ainda mais a saúde. Em casos extremos, é preciso tomar remédio. Fisiopatologia - No momento em que o glúten derivado do trigo, centeio ou cevada entra em contato com a mucosa intestinal, ele reage formando gliadinas, que podem circunstância lesões. A causa mais comum de diarréia osmótica é a má-absorção de lactose por deficiência enzimática (lactase). A deficiência da lactase poderá ser congênita ou secundária a infecção viral, giardíase, espru celíaco ou doença de Crohn. Farrell RJ, Kelly CP - Diagnosis of celiac sprue.

Fonte: Carboidrato ( Açúcar e amido ). Atividade: Fonte de armazenamento de energia em nosso corpo. Atuação do Nutricionista: Cardápio cheio de carboidratos. Após bem mastigados e insalivados, os alimentos formam uma espécie de papa chamado bolo alimentar, que é engolido e , a partir do esôfago, chega ao estômago. ➡ Saiba mais a respeito intolerância à lactose neste local! Caso opte por consumir leite, alternativa a versão integral. Leite desnatado não é recomendado. Dê preferência pra laticínios fermentados, tais como: iogurte natural, queijo e coalhada. No método de fermentação, a lactose é transformada, em amplo fração, em ácido lático. Nata, creme de leite, manteiga bem como são permitidos. Os queijos mais indicados são aqueles mais gordurosos e maturados, contendo menos lactose (inclusive, são os mais gostosos!).

Respuestas

Dr. Paulo Maciel

Alícia Fernandes (2018-08-01)

lactaseAs lesões são transitórias, por esse caso. A doença celíaca e doença de Crohn bem como são capazes de ferir os enterócitos. Nestes casos, o prejuízo pode ser permanente. Esta condição podes... Leer más

Pra Que As Ruas Salvem

Alícia Fernandes (2018-08-03)

... Leer más

Enzimas, Proteínas, Atividade, Tipos, O Que São Enzimas

Alícia Fernandes (2018-08-04)

Na pele dos peixes e de novas espécies marinhas que a baleia come existe uma enzima, chamado catepsina, que decompõe o peixe uma vez falecido, na realidade esta enzima está presente em quase... Leer más



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/