Comentarios de lectores/as

Espaço De Saúde Do Aparelho Digestivo

Alícia Fernandes (2018-07-01)


Os efeitos da intolerância se concentram, concretamente, no sistema digestivo. As bactérias da flora intestinal até podem devorar muitas das moléculas do açúcar natural do leite, mesmo elas estando inteiras. Quando isto ocorre, entretanto, estes micro-organismos soltam gases. Pronto: o ventre vira um balão, e, deste jeito, vêm a agonia e toda uma sequência de desordens chatinhas, a modelo de azia, náusea e eventuais corridas ao banheiro. Todavia, antes de os seres humanos se tornarem agricultores e produtores de laticínios, a maioria das pessoas não continuava bebendo leite na sua vida, de modo que não produziam lactase depois da infância. A intolerância à lactose podes surgir em diferentes momentos da existência. Nas pessoas de raça branca, geralmente começa a aparecer em crianças com mais de cinco anos.

lactase comprarA lactose, conhecida como açúcar do leite, é um dissacarídeo formado por meio da união de dois monossacarídeos: glicose e galactose. Esse dissacarídeo é hidrolisado - hidrólise da ligação β (1→4) - pela enzima intestinal β-D-galactosidase ou lactase, liberando seus componentes monossacarídicos para absorção na corrente sanguínea, essa conversão deveria passar-se no intestino delgado, cujas células da parede produzem lactase. A galactose é enzimaticamente convertida (epimerizada) em glicose, que é o principal combustível metabólico de muitos tecidos. Á partir da ação enzimática os monossacarídeos glicose e sua forma epímera dissociados entram como componentes das vias metabólicas.

Uma das hipóteses pra explicar os incômodos é a intolerância à lactose, bem como conhecida como deficiência de lactase. Trata-se de um dificuldade digestivo que acontece por causa de o corpo não consegue digerir a lactose, um tipo de açúcar encontrado no leite e em seus derivados, como por exemplo, queijos, bolos, massas e sorvetes. Contudo, o tratamento poderá favorecer para trazer alívio aos sintomas, que podem, possivelmente, cortar e às vezes até desaparecer totalmente. A síndrome do intestino irritável não causa danos permanentes ao intestino e não leva a uma doença complicado, como o câncer, tais como. A principal dica preventiva para evitar síndrome do intestino irritável é manter um estilo de vida saudável, longínquo de vícios e da má alimentação. Impossibilite álcool, cigarro e drogas recreativas, bem como alimentos gordurosos, bebidas gaseificadas e consumo exagerado de cafeína. Pratique exercícios físicos regularmente e faça exercícios de relaxamento e meditação, a término de impedir estresse. Acompanhamento psicológico assim como é indicado.

O professor explica inclusive até quando a intolerância à lactose pode ser adquirida ou ter motivo genético. A adquirida ocorre quando a pessoa consome leite pela infância e depois fica bastante tempo sem ingerir o item novamente. "O organismo considera que se não se está ingerindo leite, não é preciso produzir a lactase como tomar. Algumas pessoas após muito tempo sem tomar leite, perdem a competência de fornecer essa enzima", esclarece. Comparativamente, a linha pontilhada representa a geração parental pré-seleção. Em I, a seleção é estabilizadora, uma vez que coopera os atributos médios. Em II, a seleção é direcional, pois, colabora um dos atributos extremos. Em II, a freqüência dos alelos no patrimônio genético é alterada. Em I, a seleção resulta em maior variabilidade fenotípica. Esta enzima pode ser adicionada a receita do bolo ou podes ser ingerida momentos antes da ingestão desses alimentos. Alguns exemplos são Lactrase, Lactosil e Digelac. Outra suposição são as cápsulas de carvão vegetal aliviam os sintomas após a pessoa ter consumido alguma referência de lactose e podem ser úteis, em uma emergência.

Se o guri não exibe sinal ou sintoma, não é recomendado apagar um alimento da alimentação. A retirada de um grupo de alimento da dieta sem orientação profissional pode causar desequilíbrio na peculiaridade nutricional do leite. Ademais, podes potencializar o aparecimento de alergias alimentares. Algumas mães acreditam que ao eliminar da dieta alimentos potencialmente alergênicos como, leite de vaca, trigo, amendoim, soja, ovo e milho, previnem o aparecimento de alergias alimentares no rapaz. Estudos mostram que o efeito pode ser oposto e em alguns casos predispor a moça a alergias no futuro. Aluna do ensino médio pela cidade paranaense de Londrina (Paraná). A cápsula desenvolvida por Maria Vitória tem a enzima lactase, responsável pela "quebra" da lactose. As cápsulas devem ser colocadas em uma tigela com leite e, de 4 a cinco horas depois, o leite está respectivo pro consumo de quem tem intolerância à lactose. O animado é que diferentes partes do mundo afirmam superior ou menor tolerância ao açúcar do leite. Pessoas de países do leste asiático, oeste africano, Grécia e Itália são sobretudo intolerantes à lactose, durante o tempo que 95 por cento das pessoas do norte da Europa são tolerantes ao açúcar. "Em ao menos cinco casos diferentes, populações melhoraram o gene responsável por digerir o açúcar para que ele continue esperto pela fase adulta", diz Hawks.

Respuestas

Testes De Sistema Endócrino (um/4)

Alícia Fernandes (2018-08-24)

alimentos funcionaisO perfeito é procurar uma reeducação alimentar e não seguir uma dieta maluca ou alguma coisa da moda. Quando se aprende a consumir de modo saudável, aos poucos, vai adquirindo novos hábitos e... Leer más



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/