Comentarios de lectores/as

Saiba Como é Retirada A Lactose Do Leite

Alícia Fernandes (2018-06-27)


lactaseDeficiência primária ou ontogenética A presença de lactose e destes compostos nas fezes no intestino grosso se intensifica a pressão osmótica causando diarréia ácida e gasosa, flatulência excessiva, cólicas e desconforto. Existem três tipos de intolerância à lactose, que são decorrentes de diferentes processos. O primeiro tipo é um problema genético muito especial, no qual a moça nasce sem a inteligência de gerar lactase. A propósito de amilase, localiza-se no dicionário de Aulete-Garcia a seguinte nota: "À semelhança de diástase tem que narrar-se amílase e não amilase". É essencial recordar que tais termos inexistiam em grego e latim, tendo sido fabricados apenas por meio do século XIX nas línguas de cultura do Ocidente. Não há explicação, deste jeito, para se lhes aplicar o paradigma proparoxítono de diástase. Acresce notar que a tendência da língua portuguesa é para a tonicidade da penúltima sílaba. A linguagem médica consagrou como paroxítonos todos os nomes de enzimas e seria anacrônico cobiçar o contrário.

O que é intolerância à lactose? Intolerância à lactose é a incapacidade parcial ou total pra digerir a lactose, um açúcar encontrado no leite e derivados. É causada por uma deficiência da enzima lactase, que é um produzida pelas células que recobrem o intestino delgado. A lactase transforma a lactose em duas maneiras mais claro de açúcar denominadas glicose e galactose, as quais são, desta maneira, absorvidas para a corrente sanguínea. Nem todas as pessoas com deficiência de remedio lactase preço têm sintomas digestivos, entretanto aquelas que têm podem ter a intolerância à lactose. A maioria das pessoas com intolerância à lactose são capazes de tolerar alguma quantidade de lactose na sua dieta. Aquelas com pescoço comprido são capazes de se alimentar de folhas inacessíveis às novas, e deixam, assim, mais descendentes. Darwin, a girafa adquire o pescoço comprido com a sobrevivência diferencial de girafas. As girafas que esticam seus pescoços geram uma prole que neste instante nasce com pescoço mais comprido e, cumulativamente, através das gerações, o pescoço, em média, aumenta de tamanho.

De acordo com Barbuti, as pessoas estão tendo mais acesso ao diagnóstico de intolerância à lactose. Ele conta que existe ainda um teste genético, em que os genes do paciente são estudados pra saber se existe carga para a intolerância, mas esse checape está acessível em pouquíssimos lugares no Brasil. Depois da digestão, no duodeno, os alimentos formam um líquido leitoso chamado quilo, que é absorvido pelo sangue e na linfa contida nas vilosidades intestinais do jejunoíleo. Através do sangue e da linfa, o alimento, depois de transformados, é conduzido para todas as células do corpo. Não é verdade que a absorção dos nutrientes acontece só no duodeno.

"Em alguns casos, essa queda da produção de lactase pode ser extremamente significativa, levando a um quadro de intolerância à lactose", diz Gabriela. Nem glúten, nem lactose. O tipo mais incomum é a intolerância à lactose congênita, no momento em que a pessoa neste instante nasce com uma deficiência total de lactase no organismo. Automóvel para a primeira proteína estranha a ser introduzida no estômago das crianças, o leite de vaca pode motivar reações alérgicas ao ser humano. Apesar de ser mais comum no público infantil, a alergia a lactose contida pela bebida também podes atingir os adultos. A intolerância à lactose se oferece por causa incapacidade do corpo humano de digerir quantidades importantes do açúcar do leite.

A doença celíaca ou enteropatia por glúten é uma síndrome de má-absorção causada por danos ao vilos e microvilos intestinais decorrentes da hipersensibilidade ao glúten. Os vilos danificados assumem uma arquitetura anormal, levando à má-absorção. A primeira descrição desta doença data de 1888 por Samuel Gee, que a denominou de mal celíaco (celiac affliction). Novas denominações para a doença celíaca são, esteatorréia idiopática e espru. A doença celíaca é uma doença intestinal causada por modificações imunológicas, que acontece em pessoas geneticamente predispostas. Tua incidência é de meio por cento a um,0% da população geral. As lesões intestinais causadas pelo glúten (proteína presente no trigo) surgem com a ingestão de alimentos contendo essa proteína. Ocorre distúrbios da maturação das células epiteliais dos vilos, inflamação da mucosa do intestino delgado e perda de vilos em graus variados, processos cujo consequência fim é uma mucosa de semblante atrófico.

Eles constataram que os porcos comendo batata cozida engordavam muito rapidamente e economicamente do que porcos comendo batata crua. Esta evidencia mostra a extenso diferença entre calorias cozidas e calorias cruas. Na realidade em sua experiência de trabalho num sanatório, o Dr. Edward Howell, descobriu que era impossível ficar mais gordo as pessoas comendo cru, independentemente da quantidade de calorias consumidas. A propósito, outro dos efeitos relacionados com a deficiência de enzimas é que o tamanho do cérebro diminui.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/