Comentarios de lectores/as

Dica: Intolerância A Lactose

Alícia Fernandes (2018-10-24)

En respuesta a Intolerância à Lactose

suplementos alimentaresOs sintomas desta intolerância são principalmente gastrointestinais, e incluem dores e inchaços abdominais, gases e diarreia, que se manifestam entre 30 minutos e duas horas após a ingestão de laticínios. Porém, a quebra do açúcar do leite não é benéfica somente pra pessoas intolerantes, entretanto é benéfico assim como pro aprimoramento de propriedades dos alimentos.

É um caminho descomplicado com finalidade de quem não abre mão de continuar consumindo as mesmas coisas, sem passar mal. Hoje a quantidade de produtos que tem a enzima é extenso: leites, iogurtes, coalhadas, queijos. Fornece pra se virar bem com eles. Eu agora falei sobre o assunto nesse artigo, no entanto muita gente ainda fica em indecisão quanto à ter leite, não ter leite, tem lactose, não tem. Primeiro: Whey Protein sem lactose: Isolado ou Hidrolisado. Qual você deve tomar, o seu nutricionista é quem deve te orientar. Bebem Kefir em vez de água e comem Kefir desde a infância.. Entre eles, pessoas com 110 a 150 anos de idade não são uma raridade. Não conhecem tuberculose nem ao menos câncer e não sofrem de problemas digestivos.. Seu nome varia de acordo com o espaço; na América Latina se chama Tibicos (no México essa bebida e algumas fermentadas são muito utilizadas); na Europa, chamam cristais japoneses; pela Ásia e África, Kefir. Podem ser colocados no leite, onde fermentam a lactose ou de PREFEERÊNCIA, pela água com açúcar, onde fermentam a glicose. O médico pode fazer uma análise do sangue, um teste de bafômetro ou um diagnóstico de fezes para detectar se as dificuldades são devidos a esta intolerância. Nos rótulos dos alimentos, procure pelas palavras: leite, soro de leite, requeijão, laticínios, leite desidratado, sólidos de leite e leite em pó. Se qualquer um destes ingredientes estiver descrito na embalagem, o produto contém lactose. A intolerância à lactose se fornece quando o intestino delgado não produz enzima lactase o bastante. O corpo humano dos bebês fabrica esta enzima pra que eles possam digerir o leite materno.

Os sintomas mais comuns são náusea, dores abdominais, diarréia ácida e abundante, gases e desconforto. A severidade dos sintomas depende da quantidade ingerida e da quantidade de lactose que cada pessoa podes tolerar. Em vários casos poderá ocorrer somente dor e/ou distensão abdominal, sem diarréia. Os sintomas conseguem conduzir de alguns minutos até tantas horas para apresentar-se. A perda da presença da lactase no corpo podes ser leve, moderada e perigoso - níveis que condicionam os sintomas manifestados em cada pessoa caso a lactose seja consumida (mais leves, mais moderados ou mais intensos). Intolerantes à lactose são capazes de consumir leite? O intolerante à lactose podes consumir produtos derivados do leite e a própria bebida. De imediato a pessoa que é alérgica à proteína presente no leite de vaca não pode comer nenhum alimento com leite. Porém, nem todos são intolerantes à lactose, por causa de esse agravo depende bem como de fatores genéticos e nutricionais. A intolerância à lactose pode ainda ser secundária, quer dizer, decorrente de um dificuldade pela parede intestinal, tendo como exemplo, a diarreia infecciosa ou o emprego prolongado de antibióticos e até já a desnutrição.

2 - Deficiência Congênita da Lactase: É o exemplar mais inabitual de Hipolactasia, onde a atividade da lactase é extremamente baixa ou ausente desde o nascimento. Normalmente é transmitida entre gerações. Três - Deficiência Secundária de Lactase: Esse tipo de deficiência é adquirida durante a existência do cidadão e é uma circunstância temporária. Ainda mais pessoas acham que sofrem com a intolerância à lactose, está que é a incapacidade do corpo humano digeri-la. No corpo humano que é livre desse defeito, a lactose é digerida por uma enzima chamada de comprar lactase em gotas, que transforma em energia. Mas, no momento em que o corpo produz menos enzimas, o corpo não é capaz de digerir todos os açúcares dos produtos lácteos. No duodeno, com auxílio do suco intestinal, proteínas transformam-se em aminoácidos, e a maltose e alguns outros dissacarídeos são digeridos devido a enzimas como a enteroquinase, peptidase e carboidrase. No duodeno há, assim como, o suco pancreático, que é lançado do pâncreas pelo canal de Wirsung. A digestão encerra-se pela segunda e terceira porção do intestino delgado pela ação do suco intestinal ou suco entérico.

A dose tradicional na forma de cápsulas varia entre 1750 e 9000 unidades FCC (ou ALU) administrados 15 minutos antes da ingestão de leite ou derivados. A atividade in vivo vem sendo demonstrada com a administração da Lactase no momento do consumo de alimentos lácteos. A administração da Lactase em um período extremamente anterior à ingestão do alimento compromete sua eficiência. Deve-se começar com a pequeno dosagem recomendada e acrescentar a dose de forma a obter o alívio dos sintomas. Em vários casos poderá acontecer só agonia e/ou distensão abdominal, sem diarréia. Os sintomas conseguem levar de alguns minutos até várias horas para aparecer. A peristalse, isto é o movimento muscular que empurra o alimento durante o estômago podes influenciar o tempo para o aparecimento dos sintomas. Apesar de os problemas não serem nocivos, eles conseguem ser muito desconfortáveis.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/