Comentarios de lectores/as

Testes De Sistema Endócrino (um/quatro)

Vicente Ribeiro (2018-06-01)

En respuesta a Orientações Médicas E O Remédio Lactaid

alimentos funcionaisEsta deficiência poderá resultar em alactasia ou intolerância à lactose. Relacionada à deficiência de Lactase. A intolerância à lactose está relacionada com distúrbios gastrintestinais por exemplo flatulência e diarréia após o consumo de leite ou de derivados. Indivíduos que não digerem a lactose podem expor sintomas de diarréia, intestino irritável, indigestão e azia. Se os níveis de lactase são baixos ou não fazem bem o seu serviço desdobram e parecem difícil de digerir lactose. O que é a intolerância à lactose? A intolerância à lactose significa que existe insuficiente enzima (lactase) pra quebrar a pequena lactose consumida por todo o intestino. O que provoca sintomas intestinais diretos? Os sintomas geralmente ocorrem após a ingestão de produtos lácteos. Leite de lactobacillus

III. À medida que a glicose circulante atinge o teu valor basal, o pâncreas secreta o hormônio glucagon, iniciando o tempo pós-abortivo, no qual a glicemia será mantida na degradação do glicogênio hepático. IV. Se as reservas de carboidratos do corpo estiverem abaixo do normal, a glicólise, oriunda dos triglicerídeos dos músculos esqueléticos, será a única estrada qualificado de manter a glicemia em níveis satisfatórios. A lactose é um açúcar presente no leite e seus derivados. Em alguns adultos, a deficiência da enzima lactase, presente nas microvilosidades intestinais, provoca o acréscimo dos níveis nesse açúcar quando consumidos alimentos lácteos. Nestas ocorrências, a lactose passa a ser digerida pela lactase bacteriana presente pela flora intestinal, causando inchaço e diarreia.

A nutricionista responsável pelo Ambulatório de Nutrição do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Kátia Terumi M. R. Ushiama, esclarece sobre isto o problema e alerta que o diagnóstico não precisa ser sinônimo de desespero. O tratamento inicial é a retirada total da lactose da dieta pra suprimir o incômodo, como gases e inchaço abdominal. Porém, após liberação médica, é possível tentar a reintrodução de alguns derivados do leite, como queijos e iogurtes, de forma gradativa pra verificar a tolerância do paciente. Alguns derivados contêm menos lactose e são capazes de ser tolerados, por isso é preciso reintroduzi-los aos poucos, pra detectar o grau de intolerância de cada pessoa. Depois, no momento em que neste instante estiver acostumado a essa nova quantidade, passará a consumir meio. O mesmo raciocínio é seguido por muitos profissionais na questão dos refrigerantes. Quem é bebe todos os dias, raramente será capaz de parar de vez de um dia para o outro. Logo, faz uma diminuição gradual, até passar o "vício". Pro tratamento de pacientes com intolerância à lactose, existe alguma fórmula de lactase superior? Foi localizado um único estudo que comparou diferentes preparações orais de lactase para o emprego em pacientes adultos com intolerância à lactose. As preparações estudadas foram: Lactaid®, Lactrase® e Dairy Ease®. Apenas Lactaid® reduziu a excreção de hidrogênio expirado (indicativo de evolução da digestão da lactose), sem, no entanto ter cada efeito a respeito da redução dos sintomas. Lactrase® and Dairy Ease® tiveram ação sobre o assunto os sintomas, mesmo sem terem reduzido a excreção de hidrogênio expirado.

Pessoas intolerantes à lactose devem impossibilitar o excedente do medicamento e trocar a dieta para se manterem saudáveis. Distúrbio digestivo que atinge cerca de setenta por cento da população adulta, de acordo com estimativas médicas, a intolerância à lactose tem mudado a dieta de algumas pessoas. Caracterizado pela incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar do leite e de seus derivados, o transtorno frequentemente é contornado com o uso de cápsulas de lactase. O açúcar necessita ser o mascavo, por conter menos impurezas e conter mais nutrientes ( principalmente minerais) porque é menos processado. O preparado poderá ser feito com AGUA ou no Leite de vaca, cabra, ovelha, búfala, égua e até de camela. Os grãos de Kefir multiplicam-se conforme irão sendo cultivados, portanto, são tradicionalmente doados e as orientações pra teu cultivo são passadas oralmente. O kefir podes ser com facilidade adquirido, contudo a bebida feita com ele não é encontrada em supermercados.

Dessa maneira, é necessário compreender detalhadamente os hábitos alimentares de cada paciente para se decidir uma correlação exata dos alimentos com os sintomas. Desta forma, os especialistas necessitam trabalhar com as intolerâncias considerando as características individuais, e formulando a proposta adequada a qualquer um. Assim estaremos contribuindo pra evolução ou manutenção do estado nutricional do paciente e contribuindo para que o tratamento seja bem-sucedido. Por causa de a Whey que eu uso pra consumo, tais como, que é a hidrolisada, não tem lactose, entretanto tem leite. E daí que os produtos do Panelinha são livres de leite , se eu usar a Whey, pode deixar traços e contaminar outros alimentos. E pelo motivo de não utiliza a proteína de arroz? Já que ela é mais cara e deixaria os produtos com valor mais elevado. Não é nossa intenção. Algumas pessoas que me acompanham nesse lugar estavam com questões em conexão ao uso da enzima digestiva da Empresa ASPEN, comercializada com o nome fantasia de LACTOSIL, que nada mais é que a enzima lactase em pó. Resolvi digitar essa post para tentar clarificar ao máximo a utilização da enzima lactosil, vamos averiguar?



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/