Comentarios de lectores/as

Pelo motivo de Tomar O Cloreto De Magnésio Segundo o Dr. Lair Ribeiro

"Marina Vieira" (2018-05-17)


cloreto de magnésioPrecisa-se tomar extremamente cuidado ao assinalar soluções caseiras ou mesmo medicamento para uma pessoa. A lei, inclusive, é severa quanto a isso: exercício ilegal da profissão, no caso medicina. Assim sendo, irei deixar bem claro que NÃO ESTOU INDICANDO NADA por esta postagem, apenas relatando o poder do Cloreto de Magnésio. O texto não é de minha autoria. Procurei, a começar por pesquisa no Google, quem seria o autor e nada localizei. É essencial pro bom funcionamento dos músculos, nervos e pra geração de ossos e dentes. De uma maneira geral, neutraliza e regula a intervenção do cálcio. CIRCULAÇÃOP: angina, arteriosclerose / aterosclerose, pressão arterial e colesterol grande, infartos cardíacos, hipertensão arterial, acidentes vasculares cerebrais, taquicardia (pulso rapidamente), trombose. SISTEMA DIGESTIVO: cólica, obstipação, diarréia crônica, má absorção, pancreatite (inflamação do pâncreas). MÚSCULOS: costas, convulsões, cólicas, acréscimo da excitabilidade , dormência, câimbras, nistagmo (movimentos oculares rápidos), espasmos, tensa / apertado músculos, zumbidos, tremores.

O exercício desta receita fica a seu critério, ou a critério de um médico conhecido. Com 3 doses diárias, a pressão do sangue poderá subir. Se for além da conta, diminua o sal de cozinha, tome remédio, ou regresse a tomar duas doses. Contudo não largue o magnésio, sua garantia. PREPARO, ACONDICIONAMENTO E CONSERVAÇÃO Dissolver trinta e três gramas em 1 litro de água. Acondicionar em um vasilhame de cor escura, de preferência que não deixe atravessar a luz - já que o objeto é fotoreagente. Caso esteja sentindo qualquer desses sintomas, ou mais de um, realmente compensa consumir mais alimentos que possuem o cloreto de magnésio e pesquisar se os mesmos irão suprimir/sumir. Se isto ocorrer, é pelo motivo de você estava com déficit do mineral. A maioria das pessoas consegue preservar os níveis de magnésio, sem baixas, apenas com uma sensacional alimentação.

Beba mais água do que novas bebidas envasadas na indústria, seja ela qual for. Procure ingerir mais alimentos frescos provenientes de hortas, feiras livres, sacolões e açougue. O consumo em excedente de sal pode causar uma série de problemas de saúde. Pressão alta: Como neste instante foi dito, o sódio presente no sal retém a água. Em vista disso, o excesso do mineral leva a amplo quantidade de água no organismo, que aumentará a quantidade de sangue pros tecidos. Com mais sangues as artérias e veias se dilatam, aumentando de diâmetro. Segundo dados da OMS, a população brasileira tem carência em magnésio. Episódio que poderá ser explicado pela formação geológica do território brasileiro, indigente em solo de origem vulcânica. Para contornar essa circunstância temos agora o Magnésio Cloreto de Magnésio PA, 33g, para simplificar o consumo do mineral, contribuindo para a realização de energia no corpo humano.

Entre as suas funções, está a título de exemplo a sinopse do nosso utensílio genético, o DNA e RNA que determinam a criação de proteínas no nosso organismo. Ao participar nesse processo, ele assim como garante que os dados genéticas sejam passadas acertadamente pela divisão e multiplicação das células. "Ele ainda auxílio na deposição de cálcio nos ossos, entretanto assim como compete com o cálcio em abundantes sítios, contribuindo especialmente para as células musculares e do sistema nervoso", ensina Alex Botsaris, clínico geral e estudioso sobre o assunto plantas medicinais (SP). A versão escura do tempero deve ser usada com cuidado, visto que é mais robusto. A semente do fruto da moscadeira, original das Ilhas Molucas, pela Indonésia, imediatamente foi um dos temperos de maiores valores do mundo. Porém, depois que começou a ser cultivada em outros países, como Índia, Tailândia e novas ilhas caribenhas, a iguaria ficou popular e caiu no amo popular.

Artrite, reumatismo, gota, inflamam, com dor, as articulações nos dedos e no corpo todo. suplementos alimentares E a artrose as degenera por acúmulo de ácido úrico, que os rins agora não cortam, por ausência de magnésio. 11. CÂNCER, que só o magnésio impede, e infartos. As células de doentes podem estar incompletas, por falta de substâncias (refinados, depauperados) ou presença de partículas estranhas (fumo, tóxicos, radiações, metais pesados). Essas células anormais, presentes em todas as pessoas, apenas se tornam perigosas ao se agruparem, causando lesões, o pré-câncer -- que o magnésio cura. Ao formar tumor, câncer, o magnésio não cura mais (contudo o elixir F. Kotelak 2 agora curou muito câncer e diabetes). Nódulos no seio e freqüente câncer em parentes: siga logo a RECEITA GERAL (produto 8). Contudo câncer da pele, que dá chagas incuráveis, o magnésio cura em um ano e tanto.

Após uma semana sentia-se bem e a operação foi cancelada. Há casos em que a próstata regride, algumas vezes, ao normal, tomando-se dois doses pela manhã, duas doses à tarde, duas doses à noite. Ao melhorar, tome a dose preventiva. Outros problemas: como reumatismo, rigidez muscular, impotência sexual, câimbras, tremores, frigidez, artérias duras, inexistência de atividade cerebral, sistema nervoso: uma dose pela manhã, uma dose à tarde, uma dose à noite. Sentindo-se melhor, atravessar pra dose preventiva. Preparo: como preparar e utilizar a solução de cloreto de magnésio: dissolver 33 gramas de cloreto de magnésio em l,cinco de água filtrada ou mineral sem gás. Essa dosagem, de 33 gramas, agora está à venda, em farmácias de produtos naturais e, talvez manipulação. Teu uso principal é diluir o sangue, em casos onde há perda desse, de forma a evitar o choque hipovolêmico. Como dilui o sangue, vai somente simplificar a circulação das hemácias existentes no momento em que o paciente está hipovolêmico/ hipotenso e, desse modo, melhoria a oxigenação. Isto fará com que o hematócrito diminua, no entanto não isto é que o quadro do paciente piora, o que é um erro comum.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/