Comentarios de lectores/as

A "Estante Ideal Pra Quadrinhos"

João Enzo Caldeira (2018-06-11)


estantesA ideia da caixa-estante foi implementada ao Viagem pela Literatura, em 2002, com uma unidade. A partir de 2006, número foi aumentando até chegar às cinco atuais. De 2005 a 2011, as caixas-estantes foram responsáveis por 7730 empréstimos de livros em comunidades de Vitória que não possuem biblioteca.

clássico de Himoru Arakawa também aparece na lista dos mais comprados. Foi 2º mangá mais vendido na estante para carrinhos miniaturas Virtual em setembro, 34º título na lista geral de quadrinhos. recente relançamento do mangá deve ter contribuído para isso, já que mais pessoas devem estar se desfazendo das edições antigas para comprar a nova, enquanto pessoas que não querem a nova versão (ou mesmo não sabem que existe uma nova) devem estar começando a adquirir a antiga.

Nao sou assinante , compro nas bancas e venho tendo tambem duvidas de como melhor expor minhas figuras. se bem que ja as exponho em duas prateleiras, mas como sao 200 aqui no pais, estou pensando em fazer um movel bacana, pois a coleçao merece nao e rs, tive a sorte de encontrar esse grupo em vc faz parque. minha esposa tambem curti as figuras pretento colocalas em uma prateleira com portas de vidro mas na parade tenho lampadas de croica na direçao onde ja estao minha coleçao mas quero polas protegidas com portas bom abraços espero que possamos trocar ideias sobre os marveis saude e paz.

SÃO PAULO (impressionante) - Enquanto rolam as 6 Horas aqui em Interlagos, vamos desovar algumas coisinhas que venho guardando há alguns dias. Começando pela mais incrível coleção de miniaturas 1:43 que já vi. Ela pertence ao blogueiro Sergio Luis dos Santos, do Rio. São os carros de todos (ou quase; deve estar faltando alguém, não é possível!) os pilotos brasileiros que correram no exterior.

Colecionador é um daqueles personagens que pouco aparecem em uma história, mas todo enredo gira em torno dele. Fã de carteirinha dos gibis, estudante Leonardo Polch, 26 anos, lamenta não ter mais tanto tempo para ler suas histórias favoritas. Antes de entrar na faculdade, ele comprava, em média, oito HQs por mês. Agora, precisa priorizar seus estudos. universitário relembra que foi irmão mais velho que emprestou a ele seu primeiro gibi - As aventuras do Superman. Mesmo com a vida corrida, Leonardo mantém um acervo de cerca de 3 mil quadrinhos. E avisa: Apesar de muita gente não acreditar, gibi é cultura", garante Leonardo. Fã de Batman e de quadrinhos adultos como Constantine, universitário lembra de uma aquisição que fez através da Estante Virtual. Comprei um HQ que procurava há tempos, A Morte do Superman. Gibis raros como este são difíceis de encontrar. As lojas não deixam disponível nas prateleiras por medo das pessoas deteriorarem a revista".

Fundada como uma empresa de bobbleheads" em 1998, não demorou em perceberem mercado em rápida expansão de itens de coleção de diversos tipos de fontes, como por exemplo, filmes de popularidade mundial como Star Wars ou desenhos animados de sucesso. Desde então, a Funko vem adquirindo cada vez mais licenças para criar seus incríveis produtos, atualmente trabalhando até mesmo com utensílios para casa e diversos tipos de colecionáveis que são revendidos em dezenas de países.

estantesJoão, formado em Sociologia, é um ícone bastante presente na cena cultural de Charqueadas. Músico e compositor, ele não somente admira a literatura, como também contribui com ela escrevendo crônicas. Amante dos livros, além de se identificar com Tex Willer, faz da leitura do gibi uma espécie de ritual.

custo para adquirir um desses vai depender da região onde você esta residindo, na internet as estantes são oferecidas por preços bem competitivos, mas valor do frete pode torná-las caras. Encomendar em sua região pode ser uma boa, no entanto, os preços cobrados pelo fabricante local pode deixá-las mais desinteressantes do que comprar via rede mundial de computadores. Aproveitar equipamentos existentes em casa podem minimizar os custos, por fim fazer um ambiente amplo totalmente dedicado fica muito legal como no caso do Billy Karam (imagem acima), mas deve ser feito com muito planejamento, pois em caso de desistência da coleção no futuro poderá complicar uso do mesmo para outras finalidades.

Do primeiro volume, Manual do Escoteiro Mirim, em 1971, até Manual da Copa do Mundo, de 1986, foram 16 livros em capa dura (outros, em brochura) e milhares de páginas com informações sobre assuntos diversos, dicas úteis, brincadeiras, histórias ilustradas e tudo que você queria saber" sobre de alguma coisa.

Durante esse ano alfabetizei oitenta crianças, trabalhei com leitura e produção de textos com cinqüenta jovens. Consegui escrever uma cartilha Bilíngüe com os alunos e trouxe material suficiente para escrever um livro e produzir um cordel sobre essa experiência.

Sem contar outros cômodos da casa, como quarto das crianças ou até mesmo banheiro, que ficam muito mais elegantes com uso de uma estante artesanal, que vai se adaptar bem em cada cantinho, além de nos deixar muito mais felizes por ter contribuído de forma fantástica na decoração.



.......................................................................................................................................................................................................

Contacto

Teléfono: (+598) 2359 5478
Fax: (+598) 2354 2052
Correo-e:agrocien@fagro.edu.uy
http://www.fagro.edu.uy/agrociencia/